O "site" oficial do futebol europeu

Buffon quer silenciar adeptos do Celtic Park

Publicado: Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013, 21.25CET
Gianluigi Buffon defende que uma Juventus experiente não vai deixar-se intimidar com o ambiente no Celtic Park e disse ser mais difícil jogar no terreno de Fenerbahçe e Galatasaray.
por Emma Hingant
de Celtic Park
Buffon quer silenciar adeptos do Celtic Park
Gianluigi Buffon na conferência de imprensa de segunda-feira, em Glasgow ©Getty Images

Estatísticas da prova

CelticJuventus

Golos marcados9
 
17
à baliza46
 
79
para fora32
 
72
Cantos44
 
63
Foras-de-jogo12
 
41
Faltas cometidas109
 
144
Cartões amarelos16
 
20
Cartões Vermelhos0
 
0

Dossiers de Imprensa

  • Dossier de Imprensa (português)
 
Publicado: Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013, 21.25CET

Buffon quer silenciar adeptos do Celtic Park

Gianluigi Buffon defende que uma Juventus experiente não vai deixar-se intimidar com o ambiente no Celtic Park e disse ser mais difícil jogar no terreno de Fenerbahçe e Galatasaray.

Como é óbvio, a Juventus não vai deixar nada ao acaso frente ao Celtic FC, com a avaliação exaustiva do treinador Antonio Conte acerca do adversário do campeão italiano nos oitavos-de-final a trair a pesquisa extensiva. Ainda assim, o veterano Gianluigi Buffon diz que os seus colegas de equipa não temem os principais "jogadores" do anfitrião de terça-feira: os seus adeptos fervorosos.

"Certamente que o público pode ajudar a equipa, mas só até certo ponto", disse o jogador de 35 anos na véspera do encontro. "Os adversários não se podem deixar levar por isso, têm de se concentrar no seu próprio jogo. Aqui o ambiente é muito ruidoso, muito britânica em certas formas, mas que eu me recorde, nunca um adepto marcou um golo."

Uma rápida pesquisa na Internet sugere o contrário, ainda que não tenha sido num jogo desta magnitude, com a presença nos quartos-de-final da UEFA Champions League em disputa. Buffon, como é óbvio, já esteve neste recinto antes – os seus 100 jogos nas competições da UEFA é o dobro do que qualquer jogador do Celtic alcançou – e chega a Glasgow com objectivos claros.

"Se não sofrer golos, então podemos estar certos que um empate pode ser algo muito bom à partida para a segunda mão", explicou. "Não sofrer golos não garante automaticamente o apuramento, mas sem dúvida que seria um bom começo. No entanto, as duas equipas vão tentar ganhar."

Buffon foi suplente há 11 anos, quando o Celtic surpreendeu a Juventus por 4-3, numa noite de Dia das Bruxas memorável – "foi o último jogo da fase de grupos e já estávamos apurados", diz, para explicar a sua ausência e o resultado. É suficiente afirmar que não espera uma repetição desse encontro com muitos golos, especialmente com as balizas à sua guarda e à de Fraser Forster, um homem que diz poder tornar-se "num dos melhores guarda-redes europeus".

Conte também elogiou o inglês, bem como Scott Brown, Victor Wanyama, Giorgos Samaras e Kelvin Wilson. Reservou um elogio especial para o avançado Gary Hooper, que disse poder dar-se bem em Itália, e o 12º jogador do Celtic – a grande maioria do Celtic Park, com capacidade para 60.000 espectadores.

Ao seu lado, o guarda-redes de Conte discordou, acrescentando: "Os ambientes mais fervorosos em que joguei foi nos estádios de Fenerbahçe e Galatasaray." Quase soou a desafio – Buffon, como devem calcular, está pronto para ele.

Última actualização: 12-02-13 9.38CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009585/prematch/focus/index.html#buffon+mais+complicado+turquia

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.