O "site" oficial do futebol europeu

Galatasaray tenta manter boa forma frente ao Schalke

Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET
O Schalke ainda não perdeu fora nesta edição da prova, mas o Galatasaray vai tentar dar seguimento à forte ponta final protagonizada na fase de grupo e ganhar vantagem nos oitavos-de-final.
Galatasaray tenta manter boa forma frente ao Schalke
Hamit Altıntop, do Galatasaray, vai defrontar o seu antigo clube, quando o Schalke visitar Istambul ©AFP/Getty Images

Estatísticas da prova

GalatasaraySchalke

Golos marcados14
 
13
à baliza70
 
65
para fora69
 
61
Cantos45
 
49
Foras-de-jogo31
 
21
Faltas cometidas155
 
110
Cartões amarelos26
 
17
Cartões Vermelhos0
 
0

Dossiers de Imprensa

  • Dossier de Imprensa (português)
 
Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET

Galatasaray tenta manter boa forma frente ao Schalke

O Schalke ainda não perdeu fora nesta edição da prova, mas o Galatasaray vai tentar dar seguimento à forte ponta final protagonizada na fase de grupo e ganhar vantagem nos oitavos-de-final.

O Galatasaray AŞ vai tentar dar seguimento à forte ponta final protagonizada na fase de grupos da UEFA Champions League, quando receber o FC Schalke 04, na primeira mão dos oitavos-de-final, em Istambul.

• Após perder os dois primeiros jogos no Grupo H, a equipa de Fatih Terim terminou com três vitórias consecutivas e agarrou o segundo lugar. Agora, vai tentar somar o quarto triunfo em igual número de jogos quando se cruzar pela primeira vez com o Schalke.

• Esta eliminatória assinala a estreia na UEFA Champions League de Jens Keller, o homem escolhido pelo Schalke para substituir Huub Stevens no cargo de treinador, em Dezembro. Keller, que alinhou na Taça UEFA e UEFA Europa League, como jogador e treinador, nunca defrontou uma equipa turca.

• O Schalke perdeu apenas um dos últimos nove jogos fora nas competições europeias, incluindo triunfos sobre Olympiacos FC e Arsenal FC, a caminho de vencer o Grupo B, antes do Natal.

Retrospectiva
• O Galatasaray espera atingir os quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus pela primeira vez desde 2001 – e a quinta no total – mas vai ter que melhorar os seus desempenhos caseiros recentes frente a equipas alemãs.

• Este é o 12º jogo do Galatasaray em casa frente a adversários da Bundesliga, e procura apenas a sua terceira vitória, depois de não ter ganho nenhum dos últimos cinco jogos. O seu registo global caseiro frente a conjuntos germânicos é de duas vitórias, sete empates e duas derrotas.

• Na última ocasião em que o Galatasaray recebeu a visita de um emblema da Bundesliga, desperdiçou dois golos de vantagem para perder por 3-2 com o Hamburger SV, na segunda mão dos oitavos-de-final da Taça UEFA, em 2008/09 – um desaire que ditou a sua eliminação, com um resultado total de 4-3. A última vitória caseira foi frente ao Eintracht Frankfurt, por 1-0, na segunda eliminatória da edição 1992/93 da Taça UEFA. O derradeiro triunfo fora aconteceu no terreno do Hertha BSC Berlin, frente a uma equipa que incluía Raffael, do Schalke, na fase de grupos da Taça UEFA de 2008/09, em que Milan Baroš marcou o único golo do encontro de grande penalidade.

• O Galatasaray afastou o 1. FC Magdeburg, a primeira equipa alemã que defrontou, com recurso a moeda ao ar, após empates a um golo na ronda preliminar da Taça dos Vencedores das Taças, em 1964/65.

• Hamit Altıntop, que vai defrontar o seu antigo clube, fez parte da equipa do Schalke que enfrentou uma equipa turca na UEFA Champions League pela primeira vez, empatando a três golos com o Fenerbahçe SK, e depois ganhando em casa, por 2-0, na fase de grupos da edição de 2005/06.

• A única deslocação do Schalke à Turquia terminou com mais um empate a três, desta feita frente ao Trabzonspor AŞ, na segunda eliminatória da edição 1996/97 da Taça UEFA, desfecho que assegurou o apuramento com um resultado total de 4-3, acabando por erguer o troféu nessa época.

• O Schalke atingiu os quartos-de-final duas vezes em temporadas recentes – em 2010/11, quando foi semifinalista, e em 2007/08. A única caminhada anterior até aos quartos-de-final foi em 1958/59.

Ligações entre as equipas
• Enquanto internacional da Turquia, Terim participou em jogos com a Alemanha, somando quatro derrotas, a primeira por 5-0, em casa, num amigável realizado em 1975. A única excepção foi um empate a zero, também em casa, em Abril de 1979, num jogo a contar para a fase de qualificação do Campeonato da Europa. Também defrontou a República Federal da Alemanha no apuramento para o Campeonato do Mundo de 1978, com a Turquia a perder em casa e a empatar fora.

• Na sua primeira passagem como treinador do Galatasaray, Terim perdeu em casa e fora com o Borussia Dortmund, na fase de grupos da edição 1997/98 da UEFA Champions League. No entanto, a equipa fez bem melhor frente a adversários da Bundesliga em 1999/2000. Nessa temporada da UEFA Champions League, empatou a dois golos na recepção ao Hertha BSC Berlin, vencendo por 4-1 no jogo da segunda volta, garantindo assim o terceiro lugar do grupo e a transição para a Taça UEFA, onde afastou o Dortmund na quarta eliminatória – com uma vitória fora por 2-0 e resultado total idêntico –, a caminho de conquistar o troféu.

• Como treinador da Turquia, Terim foi eliminado pela Alemanha de Christoph Metzelder nas meias-finais do UEFA EURO 2008. Hamit Altıntop, Hakan Balta, Sabri Sarıoğlu e Gökhan Zan foram utilizados na derrota da Turquia em Basileia, por 3-2.

• Hamit Altıntop nasceu em Gelsenkirchen e representou o Schalke entre 2003 e 2007, realizando 113 jogos no campeonato e apontando oito golos, antes de se transferir para o FC Bayern München.

• Hakan Balta, Engin Baytar, Ceyhun Gülselam e Furkan Özçal também nasceram na Alemanha. Hakan Balta iniciou a carreira na equipa de reservas do Hertha, o mesmo acontecendo com Engin Baytar no DSC Arminia Bielefeld, enquanto Ceyhun é produto dos escalões de formação do SpVgg Unterhaching, onde passou duas épocas na equipa principal, entre 2006 e 2008.

• Didier Drogba marcou o golo do empate e converteu depois a sua tentativa no desempate por grandes penalidades quando o Chelsea FC baeteu o FC Bayern München na final da UEFA Champions League disputada em Maio – a sua última presença na competição. Drogba apontou cinco golos em oito jogos ante opositores da Bundesliga, incluindo um na vitória do Chelsea, por 2-0, em casa, frente ao Schalke na fase de grupos de 2007/08. Drogba também participou depois no 0-0 de volta em Gelsenkirchen.

• Wesley Sneijder actuou pelo FC Internazionale Milano quando o detentor do troféu foi eliminado pelo Schalke nos quartos-de-final de 2010/11, ao perder por 5-2 em casa e por 2-1 em Gelsenkirchen. Sneijder tinha ajudado o Inter a bater o Bayern na final de 2010. Sneijder e Huntelaar, entrado ao intervalo, participaram no encontro em que a Holanda perdeu frente à Alemanha, por 2-1, na fase de grupos do UEFA EURO 2012.

• Benedikt Höwedes foi suplente utilizado pela Alemanha na vitória por 3-1 no Ali Sami Yen Spor Kompleksi, em jogo de qualificação para o UEFA EURO 2012. Sabri, Hamit Altıntop, Hakan Balta, Umut Bulut, Selçuk İnan e Burak Yılmaz alinharam pela Turquia, com Hakan Balta a marcar o golo dos anfitriões.

• Höwedes também saiu do banco de suplentes quando a Alemanha venceu o Uruguai, de Fernando Muslera, por 2-1, num amigável realizado em Maio de 2011.

• Christian Fuchs defrontou o contingente turco do Galatasaray quando a Áustria perdeu por 2-0 em Istambul, em jogo de apuramento para o UEFA EURO 2012. Posteriormente, empatou a zero em casa.

• Ciprian Marica alinhou na vitória da Roménia sobre a Turquia, por 1-0, em jogo da fase de qualificação para o Mundial realizado em Istambul, em Outubro de 2012. Hamit Altıntop, Semih Kaya, Emre Çolak e Umut Bulut estiveram do lado dos derrotados.

• Kyriakos Papadopoulos fez parte da selecção grega derrotada por 2-1 pela República Checa, de Milan Baroš, na fase de grupos do UEFA EURO 2012.

• Teemu Pukki marcou no triunfo da Finlândia sobre a Turquia, por 3-2, num amigável realizado em Maio passado. Burak Yılmaz apontou os dois golos turcos, numa partida que também contou com Hamit Altıntop, Umut Bulut, Semih Kaya e Yekta Kurtuluş.

• Klaas-Jan Huntelaar marcou o golo da vitória, aos 52 minutos, quando uma selecção holandesa, incluindo Ibrahim Afellay, bateu a Turquia por 1-0, num amigável em Novembro de 2010. Hamit Altıntop, Umut Bulut, Selçuk İnan, Burak Yılmaz e Sabri foram titulares pela Turquia, com Engin Baytar e Yekta a serem suplentes utilizados.

• Tomáš Ujfaluši representou o Hamburger SV entre 2000 e 2004, efectuando 105 jogos na Bundesliga. Enfrentou o Schalke na terceira pré-eliminatória da edição 2008/09 da UEFA Champions League, ao serviço do Club Atlético de Madrid, perdendo por 1-0 fora mas ganhando a segunda mão, em Espanha, por 4-0.

• Johan Elmander marcou o terceiro golo da Suécia, quando esta recuperou de quatro golos de desvantagem para empatar 4-4 com a Alemanha em jogo de qualificação para o Mundial, realizado em Berlim no mês de Outubro.

• Nordin Amrabat e Afellay foram colegas de equipa no PSV Eindhoven entre 2008 e 2011. Afellay participou na vitória caseira do PSV sobre o Galatasaray, por 2-0, na fase de grupos da edição 2006/07 da UEFA Champions League.

• Jefferson Farfán fez parte dessa equipa do PSV e alinhou no triunfo por 2-1 alcançado em Istambul, na mesma temporada. Farfán defrontou o Fenerbahçe SK, rival do Galatasaray, quatro vezes durante a sua passagem pelo PSV, perdendo nas duas deslocações a Istambul, mas marcando na vitória caseira por 2-0, na fase de grupos da edição de 2005/06.

• Tranquillo Barnetto ajudou o Bayer 04 Leverkusen a eliminar o Galatasaray, com um resultado total de 5-1, nos 16 avos-de-final da edição 2007/08 da Taça UEFA, mas também fez parte da selecção suíça eliminada no UEFA EURO 2008, em casa, após uma derrota por 2-1 com a Turquia.

• Joel Matip e Dany Nounkeu já alinharam juntos na selecção dos Camarões.

Última actualização: 15-02-13 18.49CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009584/prematch/background/index.html#galatasaray+quer+manter+ritmo

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.