O "site" oficial do futebol europeu

Dortmund afasta City da Europa

Publicado: Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012, 22.45CET
Borussia Dortmund 1-0 Manchester City FC
O vencedor do Grupo D concluiu a prova com a terceira vitória caseira, mercê de um golo de Julian Schieber.
por Andy James
de BVB Stadion Dortmund
Dortmund afasta City da Europa
Julian Schieber, do Dortmund, é felicitado após marcar o único golo frente ao City ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

DortmundMan. City

Golos marcados1
 
0
à baliza10
 
4
para fora8
 
2
Cantos3
 
7
Foras-de-jogo2
 
9
Faltas cometidas6
 
10
Cartões amarelos0
3
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)49
 
51

Classificação

Última actualização: 19/06/2013 21:27 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012, 22.45CET

Dortmund afasta City da Europa

Borussia Dortmund 1-0 Manchester City FC
O vencedor do Grupo D concluiu a prova com a terceira vitória caseira, mercê de um golo de Julian Schieber.

O primeiro golo de Julian Schieber na UEFA Champions League foi o suficiente para colocar um ponto final na aventura europeia do Manchester City FC, com o Borussia Dortmund a concluir uma excelente campanha no Grupo D com uma vitória pela margem mínima.

O campeão alemão terminou invicto e no primeiro lugar aquele que era, talvez, o grupo mais complicado da competição, registando a sua terceira vitória consecutiva em casa. Esse desempenho foi um claro contraste em relação ao do City, que se torna na primeira equipa inglesa na era da UEFA Champions League a não ganhar um jogo na fase de grupos, e terminou no quarto lugar, só com derrotas fora.

Como recompensa pelo apuramento madrugador da sua equipa para a fase a eliminar, os adeptos da casa prepararam uma coreografia magnífica com o emblema do clube, à medida que os jogadores emergiam do túnel. Com o primeiro lugar já garantido, o treinador do Dortmund, Jürgen Klopp, permitiu a vários jogadores menos utilizados a oportunidade de brilharem no maior palco europeu e, um deles, Oliver Kirch, efectuou o primeiro remate à baliza, defendido confortavelmente por Joe Hart, aos 12 minutos.

Posteriormente, as oportunidades continuaram escassas, até que o remate de longe de Edin Džeko obrigou Roman Weidenfeller a uma defesa atenta, junto ao poste. O guarda-redes do Dortmund, brilhante frente ao FC Bayern München no fim-de-semana, voltou a mostrar bons reflexos para negar o golo a Carlos Tévez, num cabeceamento à queima-roupa – apesar de estar em fora-de-jogo – pouco tempo depois de o irrequieto Marco Reus ter rematado centímetros por cima, num lance em que apareceu de rompante no centro.

O parceiro de Reus no meio-campo ofensivo, Ivan Perišić, habituado a marcar a equipas inglesas com remates espectaculares, tal como aconteceu frente ao Arsenal FC, na época anterior, quase repetiu o feito, à medida que o Dortmund começava a pressionar no contra-ataque. O croata temporizou a abordagem a um cruzamento largo, antes de rematar de primeira, para boa defesa de Hart por cima da barra.

O guardião da selecção inglesa voltou a mostrar qualidade para negar o remate de Kevin Grosskreutz, junto ao primeiro poste, após boa combinação com Moritz Leitner, mas Hart nada pôde fazer aos 57 minutos, quando o suplente Jakub Błaszczykowski fez um cruzamento tenso para a área, onde Schieber se limitou a encostar, estreando-se a marcar na competição.

O antigo avançado do VfB Stuttgart podia ter bisado quando se isolou, momentos depois, mas Hart foi inteligente para prever e deter o chapéu do jovem de 23 anos. Oportunidades desperdiçadas por Leitner e pelo suplente Robert Lewandowski podiam ter dado outro brilho ao resultado, já que o City tinha dificuldades e responder, o que significa que o AFC Ajax permanece no terceiro lugar e transita para a UEFA Europa League, apesar da derrota com o Real Madrid CF.

Última actualização: 06-12-12 1.25CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009582/postmatch/report/index.html#dortmund+vence+city

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.