O "site" oficial do futebol europeu

Arsenal perde na Grécia e fica no segundo posto

Publicado: Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012, 22.45CET
Olympiacos FC 2-1 Arsenal FC
A vitória daria o primeiro lugar no Grupo B ao Arsenal, mas Giannis Maniatis e Kostas Mitroglou tinham planos diferentes.
por Graham Wood
de Estádio Georgios Karaiskakis
Arsenal perde na Grécia e fica no segundo posto
Giannis Maniatis (à esquerda) fez o empate depois de Tomáš Rosický ter inaugurado o marcador e iniciou a reviravolta do Olympiacos ©AFP/Getty Images

Estatísticas dos jogos

OlympiacosArsenal

Golos marcados2
 
1
à baliza10
 
5
para fora5
 
2
Cantos6
 
2
Foras-de-jogo2
 
2
Faltas cometidas15
 
19
Cartões amarelos1
 
4
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)55
 
45

Classificação

Última actualização: 19/06/2013 22:15 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012, 22.45CET

Arsenal perde na Grécia e fica no segundo posto

Olympiacos FC 2-1 Arsenal FC
A vitória daria o primeiro lugar no Grupo B ao Arsenal, mas Giannis Maniatis e Kostas Mitroglou tinham planos diferentes.

O Olympiacos FC derrotou o Arsenal FC, por 2-1, em Atenas e impediu os "gunners" de vencerem o Grupo B, tendo terminado a sua carreira na UEFA Champions League da melhor maneira.

Tomáš Rosický, que foi titular pela primeira vez desde o UEFA EURO 2012, inaugurou o marcador contra a corrente de jogo. No entanto, os golos na segunda parte de Giannis Maniatis e do entrado Kostas Mitroglou deram aos campeões gregos a vitória e obrigaram o Arsenal a ficar no segundo posto do grupo. O triunfo ter-lhe-ia dado a liderança no Grupo B devido ao empate a uma bola do FC Schalke 04 contra o Montpellier Hérault SC. A equipa de Leonardo Jardim vai disputar os 16 avos-de-final da UEFA Europa League.

Com vários jogadores da primeira equipa de fora, o jovem de 20 anos, Jernade Meade, fez a sua estreia a defesa-esquerdo no jogo 150 de Arsène Wenger na UEFA Champions League match. Rosický e Marouane Chamakh foram titulares pela primeira vez na edição desta temporada da competição.

Depois de um começo forte do Arsenal foi de Gervinho o primeiro remate da partida, a que se seguiu um lance com Chamakh, mas o internacional marroquino atrapalhou-se e a oportunidade gorou-se. Depois disto os da casa pegaram no jogo. Depois de Vassilis Torossidis ter estado perto com um cabeceamento, que foi salvo em cima da linha por Carl Jenkinson, Djamel Abdoun destacou-se como o cérebro dos lances atacantes do Olympiacos, obrigando Wojciech Szczęsny a aplicar-se a um poderoso disparo.

Rafik Djebbour cabeceou para as mãos do guarda-redes do Arsenal do canto subsequente, antes de mais um grande lance de Abdoun ter colocado o golo nos pés de Torossidis, mas o seu remate passou por cima do alvo. O Arsenal resistiu e adiantou-se no marcador no minuto 38 quando Gervinho ganhou espaço na direita e soltou Rosický, que disparou colocado, na passada. Foi o primeiro golo do checo desde 6 de Março, altura em que marcou na vitória por 3-0 em casa sobre o AC Milan.

Andrey Arshavin entrou para o lugar de Rosický ao intervalo e o russo cabeceou muito perto do alvo, a centro de Chamakh, com o Arsenal a começar bem de novo. Roy Carroll foi obrigar a boa intervenção a remate de Arshavin, numa fase em que os "gunners" procuravam aumentar a vantagem, enquanto no outro lado, Szczęsny fez uma grande defesa a um cabeceamento de Paulo Machado.

No entanto, o guarda-redes do Arsenal nada podia fazer para impedir o remate à boca da baliza de Maniatis no minuto 64, quando o médio marcou o merecido tento do empate, após passe de Kostas Manolas. Mitroglou entrou para o lugar de Abdoun no minuto 72 e seria dele o golo da vitória, no minuto seguinte, ao marcar com um remate em arco, à entrada da área.

Última actualização: 06-12-12 1.22CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009579/postmatch/report/index.html#arsenal+perde+grecia

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.