O "site" oficial do futebol europeu

Celtic espera melhorar na visita ao Benfica

Publicado: Terça-feira, 13 de Novembro de 2012, 9.45CET
O Benfica empatou no terreno do Celtic na primeira jornada, mas as exibições dos escoceses no Grupo G deram-lhes ânimo para a deslocação ao local onde perderam os três jogos lá disputados.
Celtic espera melhorar na visita ao Benfica
Miku numa pausa durante o nulo do Celtic frente ao Benfica, em Setembro ©Getty Images

Estatísticas da prova

BenficaCeltic

Golos marcados5
 
9
à baliza55
 
46
para fora56
 
32
Cantos53
 
44
Foras-de-jogo8
 
12
Faltas cometidas95
 
109
Cartões amarelos16
 
16
Cartões Vermelhos0
 
0
 
Publicado: Terça-feira, 13 de Novembro de 2012, 9.45CET

Celtic espera melhorar na visita ao Benfica

O Benfica empatou no terreno do Celtic na primeira jornada, mas as exibições dos escoceses no Grupo G deram-lhes ânimo para a deslocação ao local onde perderam os três jogos lá disputados.

O Celtic FC pode garantir o apuramento para a fase a eliminar da UEFA Champions League pela terceira vez quando regressar a Lisboa, cidade onde ganhou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1967.

• Segundo classificado do Grupo G, o Celtic perdeu nas três deslocações anteriores ao terreno do SL Benfica mas, desta vez, viaja moralizado após ter vencido o FC Barcelona na jornada anterior. Com vantagem de três pontos sobre o anfitrião, garante o apuramento com uma vitória. Um empate será suficiente caso o FC Spartak Moskva não vença o Barcelona na mesma jornada.

• O Benfica alcançou a primeira vitória no Grupo G frente ao FC Spartak Moskva na ronda anterior e ultrapassa o Celtic na classificação se ganhar, depois de ter empatado a zero, em Glasgow, na primeira jornada.

Encontros anteriores
• Os clubes encontraram-se pela primeira vez em 1969/70, altura em que a moeda ao ar decidiu a passagem à segunda eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus. Tommy Gemmell, Willie Wallace e Harry Hood deram vantagem ao Celtic de 3-0 na primeira mão, mas o Benfica respondeu na mesma moeda em casa graças aos golos de Eusébio, Jaime Graça e Diamantino. O Celtic chegou até então à final e foi derrotado pelo Feyenoord, por 2-1.

• Os resultados em casa foram iguais nos encontros da UEFA Champions League que se seguiram. Na fase de grupos de 2006/07, o Celtic venceu por 3-0 graças aos tentos de Kenny Miller (2) e Stephen Pearson, enquanto em Lisboa o Benfica ganhou pela mesma margem, mercê de um golo na própria baliza de Gary Caldwell e os restantes da autoria de Nuno Gomes e Andrei Karyaka.

• Em 2007/08, o golo de Óscar Cardozo aos 87 minutos valeu ao Benfica uma vitória em casa por 1-0, antes de Aiden McGeady, agora ao serviço do Spartak, rival no Grupo G, fazer o mesmo para o Celtic. As equipas desse jogo em Lisboa, a 24 de Outubro de 2007, foram as seguintes:
Benfica: Quim, Pereira, Luisão, Katsouranis, Léo, Nuno Assis (Di María 62), Binya, Rui Costa, Rodríguez (Luís Felipe 84), Bergessio (Adu 62), Cardozo. Celtic: Boruc, Naylor, Caldwell, Kennedy, McManus, Hartley, Jarošík, Brown, Donati (Sno 63), McGeady, Killen (McDonald 74).

• As duas passagens anteriores do Celtic aos oitavos-de-final da UEFA Champions League aconteceram nas épocas em que fez parte do mesmo grupo do Benfica.

Retrospectiva
• Depois de afastar HJK Helsinki e Helsingborgs IF na qualificação, o Celtic somou a primeira vitória fora nos últimos 21 jogos na fase de grupos da UEFA Champions League frente ao Spartak e só perdeu com o Barcelona devido a um golo apontado nos descontos.

• O registo global fora do Celtic frente a equipas de Portugal é 2V 1E LD. O último triunfo em Portugal aconteceu diante do Boavista FC, por 1-0, nas meias-finais da edição 2002/03 da Taça UEFA, em que Henrik Larsson apontou o tento solitário, apesar de ter perdido a final para outro clube lusitano, o FC Porto.

• O Celtic perdeu por 3-0 frente ao SC Braga no jogo europeu de estreia de Neil Lennon como treinador na fase de qualificação da edição 2010/11 da UEFA Champions League.

• No outro encontro ante adversários da Escócia, o Benfica bateu o Heart of Midlothian FC por 3-0, em Lisboa, na ronda preliminar da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1960/61, num jogo que marcou o início da caminhada até à conquista do seu primeiro troféu.

• O Celtic venceu o FC Internazionale Milano por 2-1 no Estádio Nacional, nos arredores de Lisboa (Oeiras), em 1967, tornando-se na primeira equipa britânica a conquistar a Taça dos Clubes Campeões Europeus.

Ligações entre as equipas
• Lennon alinhou nas duas partidas do Celtic frente ao Benfica, em 2006/07 – tal como Luisão – e estava na equipa que derrotou o Boavista em 2002/03. Pela Irlanda do Norte, defrontou o actual director do Benfica, Rui Costa, num empate 0-0, em casa, em jogo de apuramento para o Campeonato do Mundo de 1998.

• O treinador-adjunto do Benfica, Minervino Pietra, defrontou a Escócia duas vezes ao serviço da selecção de Portugal, tendo vencido em casa por 1-0 no apuramento para o Campeonato da Europa de 1980, e empatado a zero fora num encontro de qualificação para o Mundial de 1982. Shéu, outro dirigente do Benfica, actuou também nesses dois encontros, bem como na derrota por 4-1, em Glasgow, na primeira dessas fases de apuramento.

• Lima jogou pela equipa do Braga que eliminou o Celtic em 2010/11, enquanto Artur estava no banco.

• Eduardo Salvio jogou pelo Club Atlético de Madrid na vitória por 1-0 frente ao Celtic, em Glasgow, na fase de grupos da UEFA Europa League da época passada.

• Miku defrontou o argentino Ezequiel Garay e o uruguaio Maxi Pereira pela selecção da Venezuela e ficou no banco de suplentes na vitória sobre o Paraguai de Cardozo, em jogo de qualificação para o Mundial, realizado em Setembro. Miku esteve no Valencia CF na mesma altura em que Pablo Aimar, mas nunca chegou a jogar com o argentino na primeira equipa.

Última actualização: 19-11-12 16.25CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009565/prematch/background/index.html#celtic+moralizado+ante+benfica

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.