O "site" oficial do futebol europeu

Histórico favorece Braga em casa

Publicado: Terça-feira, 30 de Outubro de 2012, 9.45CET
O Braga recebe o Manchester United pela primeira vez na quarta jornada, mas o seu registo recente ante clubes ingleses sugere que não se vai deixar intimidar pelo ilustre visitante.
Histórico favorece Braga em casa
A alegria do Braga na terceira jornada foi de curta duração ©Getty Images

Estatísticas da prova

BragaMan. United

Golos marcados7
 
11
à baliza57
 
71
para fora42
 
46
Cantos26
 
55
Foras-de-jogo15
 
27
Faltas cometidas92
 
92
Cartões amarelos12
 
12
Cartões Vermelhos1
 
1
 
Publicado: Terça-feira, 30 de Outubro de 2012, 9.45CET

Histórico favorece Braga em casa

O Braga recebe o Manchester United pela primeira vez na quarta jornada, mas o seu registo recente ante clubes ingleses sugere que não se vai deixar intimidar pelo ilustre visitante.

O SC Braga recebe o Manchester United FC, rival no Grupo H, pela primeira vez, com um registo recente frente a clubes ingleses que sugere que não se vai deixar intimidar pelo ilustre visitante.

• A equipa de José Peseiro deixou escapar uma vantagem madrugadora de dois golos, acabando por perder por 3-2 em Old Trafford na jornada anterior, mas ganhou os últimos quatro jogos em casa frente a equipas inglesas, apesar do desempenho anterior no Estádio Municipal de Braga esta época ter resultado numa derrota frente ao CFR 1907, por 2-0, em Setembro.

Retrospectiva
• O Braga não sofreu golos nas vitórias sobre Birmingham City FC (1-0), Liverpool FC (1-0), Arsenal FC (2-0) e Portsmouth FC (3-0) ao longo dos últimos cinco anos.

• Essa vitória sobre o Arsenal, graças a dois golos de Matheus, aconteceu na edição 2010/11 da UEFA Champions League e contou com a participação de Alan, Leandro Salino e Hugo Viana. O Braga tinha perdido por 6-0 em casa dos "gunners" na sua estreia na fase de grupos, dois meses antes. Alan, Viana, Hélder Barbosa, Paulo César, Mossoró e Barbosa alinharam naquela que continua a ser a derrota mais pesada do Braga nas competições europeias, igualando a derrota por 6-0 sofrida frente ao Tottenham Hotspur FC na primeira eliminatória da edição 1984/85 da Taça UEFA.

• Alan converteu o penalty que garantiu ao Braga um triunfo total por 1-0 sobre o Liverpool FC nos oitavos-de-final da edição 2010/11 da UEFA Europa League, para além de também ter marcado frente ao Portsmouth na fase de grupos da edição 2008/09 da Taça UEFA.

• O primeiro confronto do Braga frente a adversários ingleses terminou com derrotas em casa e fora na segunda eliminatória da edição 1978/79 da Taça UEFA, frente ao West Bromwich Albion FC, orientado pelo futuro treinador do United, Ron Atkinson, e que incluía Bryan Robson, actual embaixador dos "red devils".

• O registo do United em Portugal é de cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas. Não perde há quatro jogos, desde uma derrota por 2-1 frente ao SL Benfica, em Dezembro de 2005.

• Na fase de grupos da época passada, o United de Alex Ferguson empatou 1-1 no terreno do Benfica e depois 2-2 em Old Trafford ante os "encarnados". A equipa lisboeta - pela qual Ruben Amorim jogou em ambas as partidas - venceu o grupo, tendo o United terminado no terceiro posto.

• O United venceu a primeira das suas três Taças dos Clubes Campeões Europeus ao derrotar o Benfica por 4-1, após prolongamento, na final de 1968 realizada em Wembley.

Ligações entre as equipas
• O Sporting Clube de Portugal dirigido por José Peseiro eliminou o Middlesbrough FC e o Newcastle United FC rumo à final da Taça UEFA de 2004/05. Peseiro foi adjunto do antigo número dois de Ferguson, Carlos Queiroz, no Real Madrid CF, em 2003/04.

• Johnny Evans participou no jogo da Irlanda do Norte frente a Portugal (1-1), de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014, no dia 16 de Outubro. Rúben Micael, do Braga, alinhou de início por Portugal, ao passo que Ruben Amorim e Éder entraram no decorrer da partida. Beto e Custódio ficaram no banco, enquanto Nani, do United, foi titular.

• Nani estreou-se oficialmente na equipa principal do Sporting numa pré-eliminatória da UEFA Champions League, frente à Udinese Calcio, em Agosto de 2005. Participou três vezes como substituto antes da demissão do técnico, em Outubro de 2005.

• Nani era colega do suplente Custódio quando o Sporting derrotou o CF Belenenses, onde actuava Ruben Amorim, por 1-0, na final da Taça de Portugal de 2007. Nani apontou o único golo no triunfo do Sporting, em Braga, por 1-0, em Abril de 2007.

• Nani foi substituído por Ruben Amorim na selecção portuguesa para o Campeonato do Mundo de 2010, após o jogador do Manchester United se ter lesionado numa clavícula.

• Custódio integrou a selecção portuguesa que derrotou a Holanda de Robin van Persie, por 2-1, na fase de grupos do UEFA EURO 2012.

• Anderson cumpriu duas temporadas no FC Porto (2005-07), pelo qual se sagrou campeão português em 2006/07. Foi companheiro de equipa de Alan em ambas as temporadas e de Hélder Barbosa em 2005/06.

• Ao serviço do Newcastle (2002-04), Hugo Viana foi suplente-utilizado em dois jogos caseiros frente ao United, perdendo por 6-2 em Abril de 2003 e por 2-1 em Setembro desse ano. Paul Scholes apontou um "hat-trick" no primeiro encontro e fez o tento da vitória no segundo.

• Viana foi também suplente utilizado quando Portugal derrotou a Inglaterra, de Rio Ferdinand e do entretanto expulso Wayne Rooney, nos quartos-de-final do Mundial de 2006, no desempate por grandes penalidades, apesar de o próprio Hugo Viana ter desperdiçado a sua tentativa de conversão.

• Quim fez parte da equipa do Benfica derrotada por 3-1 em Old Trafford na fase de grupos de 2006/07, com Nemanja Vidić e Ryan Giggs a marcarem. Na época anterior, apesar de ter sofrido um golo apontado por Scholes, ajudou o Benfica a ganhar por 2-1 em casa, eliminando o United na fase de grupos.

Última actualização: 02-11-12 13.46CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009543/prematch/background/index.html#braga+ambiciona+derrotar+united

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.