O "site" oficial do futebol europeu

FC Porto mantém registo perfeito

Publicado: Quarta-feira, 24 de Outubro de 2012, 23.30CET
FC Porto 3-2 FC Dynamo Kyiv
Os golos de Varela e de Jackson Martínez valeram aos "dragões" a terceira vitória em outras tantas jornadas do Grupo A.
por Nuno Tavares
de Estádio do Dragão

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

Estatísticas dos jogos

PortoDynamo Kyiv

Golos marcados3
 
2
à baliza5
 
5
para fora1
 
1
Cantos0
6
Foras-de-jogo5
 
2
Faltas cometidas17
 
17
Cartões amarelos1
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)56
 
44

Classificação

Última actualização: 19/06/2013 21:22 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Quarta-feira, 24 de Outubro de 2012, 23.30CET

FC Porto mantém registo perfeito

FC Porto 3-2 FC Dynamo Kyiv
Os golos de Varela e de Jackson Martínez valeram aos "dragões" a terceira vitória em outras tantas jornadas do Grupo A.

O FC Porto somou a terceira vitória consecutiva no Grupo A da UEFA Champions League, ao receber e bater o FC Dynamo Kyiv, por 3-2.

O registo perfeito dos anfitriões começou a ser garantido à passagem do primeiro quarto-de-hora, quando Silvestre Varela facturou. Oleh Gusev ripostou pouco depois para o Dínamo, mas Jackson Martínez bisou aos 36 e 78 minutos, de nada valendo aos visitantes o tento de Ideye Brown.

O FC Porto assumiu o controlo do encontro desde o apito inicial, com o conjunto ucraniano a limitar-se a tentar explorar a velocidade do sempre muito desacompanhado Ideye Brown. Apesar do domínio territorial dos "dragões", o primeiro lance de perigo surgiu na baliza de Helton, aos 13 minutos, com o guarda-redes brasileiro a ter de se aplicar a fundo para impedir que Miguel Veloso marcasse de canto directo.

O susto não inibiu o campeão português, que precisou apenas de mais dois minutos para inaugurar o marcador. Lucho González penetrou bem no último reduto do Dínamo e cruzou rasteiro para Varela que, solto de marcação, rematou fulminante e ao canto superior direito da baliza à guarda de Olexandr Shovkovskiy. O Dínamo parecia incapaz de parar a máquina "azul-e-branca", mas o omnipresente Miguel Veloso tratou de equilibrar as contas.

O internacional português lançou um primeiro aviso daquilo que estava para vir aos 20 minutos, quando obrigou Helton a uma vistosa defesa para canto, canto esse que ele próprio cobrou para colocar com perfeição a bola na cabeça de Gusev. Estava feito o tento do empate.

O FC Porto voltou a ter de começar do zero e, depois de um breve período inconsequente, a verdade é que os comandados de Vítor Pereira empurraram o adversário para a sua área. A contínua pressão rendeu dividendos a nove minutos do intervalo, altura em que uma combinação de luxo colombiana viu James Rodríguez assistir Jackson para o 2-1.

A etapa complementar não ofereceu a mesma qualidade dos primeiros 45 minutos, com as duas equipas a falharem muitos passes e a revelarem dificuldades para criar oportunidades de golo. O cenário foi-se "arrastando" até aos 71 minutos, altura em que Ideye Brown viu Helton negar-lhe o 2-2 com uma providencial defesa. No entanto, o avançado nigeriano não perdoou um minuto volvido, dando a melhor sequência ao brilhante passe picado de Andriy Yarmolenko.

O golpe ameaçava ganhar contornos definitivos no que à divisão de pontos diz respeito, mas Jackson tinha outras ideias e decidiu mesmo a contenda a 12 minutos dos 90, empurrando para o fundo da baliza a assistência magistral de Lucho. As duas equipas voltam a medir forças dentro de duas semanas, agora na Ucrânia.

Última actualização: 27-11-12 7.53CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009520/postmatch/report/index.html#fc+porto+bate+dinamo+kiev

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.