O "site" oficial do futebol europeu

Braga guerreiro conquista Istambul

Publicado: Terça-feira, 2 de Outubro de 2012, 22.44CET
Galatasaray AŞ 0-2 SC Braga
Rúben Micael e Alan asseguraram a primeira vitória do Braga no Grupo H num jogo dominado durante largo tempo pelo Galatasaray.

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

Estatísticas dos jogos

GalatasarayBraga

Golos marcados0
2
à baliza3
 
6
para fora10
 
3
Cantos7
 
2
Foras-de-jogo3
 
3
Faltas cometidas15
 
26
Cartões amarelos2
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)61
 
39

Classificação

Última actualização: 19/06/2013 21:53 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Terça-feira, 2 de Outubro de 2012, 22.44CET

Braga guerreiro conquista Istambul

Galatasaray AŞ 0-2 SC Braga
Rúben Micael e Alan asseguraram a primeira vitória do Braga no Grupo H num jogo dominado durante largo tempo pelo Galatasaray.

O SC Braga conseguiu os seus primeiros pontos no Grupo H da UEFA Champions League ao vencer no terreno do Galatasaray AŞ, por 2-0.

Depois de um início de maior domínio dos turcos nos primeiros 20 minutos, que actuavam perante o seu público e se apresentavam, tal como os bracarenses, sem qualquer ponto à partida para esta jornada, a equipa comandada por José Peseiro assentou o seu jogo e chegou mesmo ao intervalo em vantagem, através de Ruben Micael. Nos descontos do segundo tempo, Alan selou de vez o destino dos três pontos.

O Galatasaray começou o encontro com um domínio territorial, mas não conseguiu causar muito perigo à defesa do Sp. Braga, excepção feita a um cabeceamento, aos 11 minutos, de Burak Yilmaz por cima da trave.

O Sp. Braga dispôs mesmo da primeira ocasião de golo do primeiro tempo, quando, aos três minutos, Custódio, em boa posição, cabeceou ao lado, na resposta a livre de Hugo Viana.

Sacudida a pressão inicial dos turcos, os Guerreiros do Minho conseguiram chegar, inclusivamente, ao golo, na sequência de um rápido contra-ataque, quando estavam decorridos 27 minutos. Éder galgou terreno pelo lado esquerdo, tirou dois adversários do caminho e deixou a bola à disposição de Ruben Amorim, que rematou forte, para uma grande defesa de Fernando Muslera. No entanto, o guarda-redes uruguaio não conseguiu evitar a recarga fácil de Ruben Micael.

Cinco minutos depois, Éder teve o 2-0 nos pés, mas permitiu uma enormíssima defesa de Muslera já na pequena-área, depois de Dany Nounkeu ter falhado o alívio. Na sequência do canto, nova excelente defesa de Muslera, desta feita a cabeceamento de Paulo Vinicius, tendo valido aos turcos que Éder não acertou na bola, para a recarga.

O intervalo trouxe um Sp. Braga ainda mais tranquilo e um Galatasaray mais apostado num futebol directo, feito de transições rápidas e cruzamentos para a área. Aos 52 minutos, Semih Kaya surgiu na área a cabecear por cima da trave, na sequência de um canto de Emre Çolak.

Sete minutos depois, Beto deteve facilmente um cabeceamento de Burak Yilmaz, o mesmo acontecendo aos 71 minutos, após cruzamento de Albert Riera. O guardião bracarense, teve, depois, aos 76 minutos, o seu momento mais alto, ao efectuar uma espantosa defesa, desviando para a trave um remate em arco de Aydin.

Johan Elmander ainda cabeceou por cima da trave, mas a última palavra coube, já em período de descontos, ao capitão bracarense Alan, que após um velocíssimo contra-ataque conduzido por Éder, surgiu na pequena-área a desviar o cruzamento do internacional português.

Última actualização: 27-11-12 18.01CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009519/postmatch/report/index.html#braga+frustra+galatasaray

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.