O "site" oficial do futebol europeu

Anderlecht resiste em San Siro

Publicado: Terça-feira, 18 de Setembro de 2012, 22.47CET
AC Milan 0-0 RSC Anderlecht
O guardião dos visitantes, Silvio Proto, teve uma noite fantástica, com a equipa comandada por Massimiliano Allegri a deixar muito a desejar neste começo de Grupo C.
por Paolo Menicucci
de Stadio Giuseppe Meazza
Anderlecht resiste em San Siro
Philippe Mexès e Massimo Bruno disputam um lance em San Siro ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

MilanAnderlecht

Golos marcados0
 
0
à baliza11
 
6
para fora8
 
6
Cantos4
 
3
Foras-de-jogo3
 
1
Faltas cometidas11
 
13
Cartões amarelos2
 
2
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)51
 
49

Classificação

Última actualização: 19/06/2013 21:53 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Terça-feira, 18 de Setembro de 2012, 22.47CET

Anderlecht resiste em San Siro

AC Milan 0-0 RSC Anderlecht
O guardião dos visitantes, Silvio Proto, teve uma noite fantástica, com a equipa comandada por Massimiliano Allegri a deixar muito a desejar neste começo de Grupo C.

Uma sólida exibição colectiva e várias grandes defesas do guardião Silvio Proto deram ao RSC Anderlecht um nulo em San Siro, no jogo de abertura do Grupo C, com o AC Milan a continuar sem marcar em casa ao fim de três jogos esta temporada.

Os visitantes estiveram melhor na primeira parte, com os "rossoneri" a melhorarem depois do intervalo, mas depois apareceu Proto que, com várias intervenções de qualidade, negou o golo a Mathieu Flamini e ao entrado Stephen El Shaarawy, dando assim aos belgas um merecido ponto.

Depois de perder os dois primeiros jogos em casa na Serie A, o Milan mostrou estar com pouca confiança nos instantes iniciais, situação que permitiu ao médio do Anderlecht, Lucas Biglia, controlar o jogo a partir do meio-campo. Sacha Kljestan teve a primeira oportunidade de golo, obrigando Christian Abbiati a aplicar-se para defender um remate rasteiro de fora da área.

Proto foi depois obrigado a uma defesa apertada, ao defender com a perna um remate à queima-roupa de Flamini, depois de, num ressalto, a bola ter ido parar aos pés do médio francês em plena grande área. O Anderlecht respondeu de pronto e Guillaume Gillet teve um lance grande individual, tendo, depois de dois dribles na direita, rematou forte, obrigando Abbiati a defesa atenta.

Um lançamento de Urby Emanuelson colocou a bola nos pés de Kevin-Prince Boateng na área do Anderlecht, mas o atacante ganês, depois de controlar com o peito, disparou de pé direito, mas, de novo, Proto, mostrou estar lá.

Sem um verdadeiro "playmaker", o Milan apostou nos lançamentos longos e Antonio Nocerino conseguiu colocar a bola por cima do muro do Anderlecht nos pés de Emanuelson. O médio holandês conseguiu captar a bola, mas não a controlou em condições, não conseguindo incomodar Proto.

Seis minutos depois do intervalo, o Anderlecht teve uma grande oportunidade para marcar, mas Biglia disparou por cima depois do sempre perigoso Dieudonné Mbokani o ter solicitado na direita.

Allegri trocou Boateng por El Shaarawy em cima da hora de jogo, uma decisão que quase deu golo logo a seguir, mas Proto esteve fantástico ao negar o remate de cabeça à queima-roupa do jovem avançado. Emanuelson e El Shaarawy remataram por cima em boa posição num encontro em que o Milan foi dominador, mas nunca o suficiente para derrubar o resiliente Anderlecht.

Última actualização: 20-09-12 1.14CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009501/postmatch/report/index.html#anderlecht+segura+milan

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.