O "site" oficial do futebol europeu

Carrick abate Galatasaray determinado

Publicado: Quarta-feira, 19 de Setembro de 2012, 23.00CET
Manchester United FC 1-0 Galatasaray AŞ
O golo madrugador de Michael Carrick garantiu os pontos em Old Trafford, mas a equipa de Alex Ferguson teve que aguentar o ímpeto visitante.
por Simon Hart
de Old Trafford
Carrick abate Galatasaray determinado
Michael Carrick festeja o golo que colocou o Manchester United em vantagem ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

Man. UnitedGalatasaray

Golos marcados1
 
0
à baliza10
 
5
para fora8
 
8
Cantos7
 
7
Foras-de-jogo1
 
3
Faltas cometidas21
 
11
Cartões amarelos3
 
1
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)48
 
52

Classificação

Última actualização: 19/06/2013 21:52 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Quarta-feira, 19 de Setembro de 2012, 23.00CET

Carrick abate Galatasaray determinado

Manchester United FC 1-0 Galatasaray AŞ
O golo madrugador de Michael Carrick garantiu os pontos em Old Trafford, mas a equipa de Alex Ferguson teve que aguentar o ímpeto visitante.

O golo madrugador de Michael Carrick deu ao Manchester United FC um início vitorioso no Grupo H, mas teve que trabalhar muito para ultrapassar uma equipa do Galatasaray AŞ que se apresentou voluntariosa em Old Trafford.

O golo de Carrick aos sete minutos, o seu primeiro na UEFA Champions League nos últimos três anos, fez a diferença numa noite em que Nani falhou um penalty, na segunda parte, e o Galatasaray acertou duas vezes no ferro da baliza. Foi um duelo interessante e não a vitória confortável que o golo de Carrick prometia.

Fernando Muslera já tinha negado o golo a Nani, depois de ter irrompido pela área, mas não conseguiu parar Carrick quando este se isolou, depois de uma combinação com Shinji Kagawa. O médio enganou Muslera na perfeição e manteve a compostura para encaminhar a bola para a baliza deserta.

Não era o início desejado por Fatih Terim e piorou quando Umut Bulut, a atravessar bom momento de forma, teve que ser substituído por Johan Elmander. Ainda assim, os adeptos do Galatasaray presentes na bancada mantiveram o seu apoio ruidoso e Nordin Amrabat quase fez um golo para celebrarem, flectindo da esquerda para o meio e rematando à barra.

Old Trafford não tem sido a fortaleza impenetrável de campanhas europeias anteriores – o United ganhou três dos últimos nove jogos na fase de grupos antes desta partida – e Alex Ferguson tinha pedido à sua equipa para ser menos "descuidada". No entanto, o United não parecia totalmente seguro e o Galatasaray quase aproveitou.

À passagem da meia-hora, Hamit Altıntop solicitou Emmanuel Eboué na direita da área, mas o seu remate foi desviado e saiu ao lado. O próprio Altıntop esteve perto de marcar, à medida que o intervalo se aproximava. Perto da linha-de-fundo, Selçuk İnan marcou um livre, passando a bola para a entrada da área, e o médio rematou rasteiro ao poste.

A etapa complementar começou com um penalty a favor do United, após queda de Rafael em duelo individual com Burak Yılmaz, mas Muslera esteve à altura e defendeu o remate de Nani. O português travou a sua marcha, e quando rematou, Muslera foi hábil a estirar-se para a sua direita.

Era difícil prever qual das duas equipas marcaria. Para o United, Nemanja Vidić ameaçou com um cabeceamento, Patrice Evra fez a bola passar à boca da baliza e o suplente Javier Hernández falhou duas ocasiões, só com Muslera pela frente. Ainda assim, o Galatasary também podia ter marcado. Num rápido contra-ataque, o cabeceamento de Selçuk, a cruzamento de Altıntop, passou a centímetros do poste, enquanto os remates de Burak e Emre Çolak foram defendidos por David de Gea. Dessa forma, o golo de Carrick foi suficiente.

Última actualização: 21-09-12 0.14CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000347/match=2009494/postmatch/report/index.html#united+sobrevive+susto

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.