O "site" oficial do futebol europeu

Brandão garante apuramento em final emocionante

Publicado: Terça-feira, 13 de Março de 2012, 22.55CET
FC Internazionale 2-1 Marseille (total: 2-2, OM apurado devido aos golos marcados fora)
Um golo do substituto Brandão nos descontos apurou os franceses.
por Richard Aikman
de Stadio Giuseppe Meazza
Brandão garante apuramento em final emocionante
Brandão (Olympique de Marseille) ©AFP/Getty Images

Estatísticas dos jogos

InternazionaleMarseille

Golos marcados2
 
1
Remates à baliza7
 
4
Remates para fora5
 
5
Cantos7
 
4
Foras-de-jogo3
 
0
Faltas cometidas24
 
16
Cartões amarelos3
 
3
Cartões vermelhos0
1
Possessão (%)50
 
50

Classificação

 
Publicado: Terça-feira, 13 de Março de 2012, 22.55CET

Brandão garante apuramento em final emocionante

FC Internazionale 2-1 Marseille (total: 2-2, OM apurado devido aos golos marcados fora)
Um golo do substituto Brandão nos descontos apurou os franceses.

O Olympique de Marseille apurou-se, 19 anos depois, para os quartos-de-final da UEFA Champions League. Um golo crucial de Brandão nos descontos desempatou a eliminatória que, entretanto, Diego Milito empatara para o FC Internazionale Milano. Ainda assim, os milaneses chegariam ao triunfo na partida no derradeiro lance, por intermédio de Gianpaolo Pazzini.

A atravessar uma profunda crise de resultados, o Inter apresentou-se perante o seu público apostado em recuperar a desvantagem de um golo trazida de Marselha logo nos instantes iniciais.

Logo aos oito minutos, Wesley Sneijder teve nos pés a melhor ocasião de golo de toda a primeira parte, quando, com Steve Mandanda já no chão, rematou, à entrada da pequena-área, para uma miraculosa defesa do guardião gaulês.

O capitão dos marselheses voltaria a salvar a sua equipa três minutos depois, quando respondeu com uma defesa por instinto a um desvio com o peito de Diego Milito, na resposta a um cruzamento de primeira do lado direito de Sneijder.

Os comandados de Didier Deschamps somente conseguiram responder pela primeira vez aos 18 minutos, com Loïc Rémy, de regresso à equipa com Stéphane Mbia, a cabecear ao lado do poste direito, após cruzamento de direita de Morgan Amalfitano.

Até ao intervalo, e apesar de toda a animação que a partida foi conhecendo, só em mais duas ocasiões voltou a chegar à área do Marselha, com Sneijder, de livre directo, e Diego Forlán - este já no último minuto - a cabecear ao lado da baliza dos marselheses.

Na segunda parte, o Marselha apostou mais na contenção, enquanto Ranieri viu-se obrigado a retirar Sneijder por lesão trocando-o por Joel Obi. Já a ineficácia de Forlán fez com que o uruguaio fosse rendido por Pazzini. Este estaria mesmo ligado ao golo do Inter, que chegaria aos 75 minutos, por intermédio de Diego Milito. O argentino surgiu solto na área a recargar um primeiro remate de Pazzini contrariado por Jérémy Morel, após canto de Esteban Cambiasso, que também já entrara na segunda parte.

Com o golo apontado aos marselheses, Milito facturou pelo terceiro jogo consecutivo, depois dos dois tentos durante o fim-de-semana ao Chievo Verona e um na partida anterior, com o Calcio Catania. O compatriota do argentino, Cambiasso, também esteve perto de marcar e, assim, decidir a eliminatória a favor dos italianos, mas o seu cabeceamento da pequena área saiu sobre a trave.

Já em período de descontos, o Marselha acabou por chegar ao empate e garantir o apuramento, num lance convertido por Brandão, que entrara instantes antes. O brasileiro acorreu a um livre longo do guarda-redes Mandanda, ganhou nas alturas a Dejan Stankovic, foi mais rápido do que Walter Samuel a acorrer ao ressalto e, depois, rematou à meia-volta, batendo Júlio César com um remate pelo centro.

No entanto, o Inter chegaria à vitória no encontro na transformação de uma grande penalidade no sexto minuto dos descontos, com Pazzini a converter e a punir derrube a si próprio de Mandanda, que viu o segundo cartão amarelo, sendo assim expulso. Dezanove anos depois (precisamente no ano de 1993, em que conquistaram o troféu), os marselheses apuraram-se para os quartos-de-final da UEFA Champions League, agora a expensas do campeão europeu de 2010.

Última actualização: 15-03-12 0.26CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2012/matches/round=2000264/match=2007674/postmatch/report/index.html#brandao+apura+marselha