De Rossi encabeça lista moderna de jogadores de um só clube

Na sua 17ª época na primeira equipa da Roma, Daniele De Rossi é o jogador em actividade mais fiel a um único clube nas principais ligas da Europa.

©Getty Images

Francesco Totti jogou na Roma durante 25 temporadas até retirar-se em 2017, mas tem um sucessor à altura em Daniele De Rossi, jogador em actividade há mais tempo num clube das principais ligas europeias.

"A relação com um clube começa quando se é miúdo e para mim aconteceu com a Roma," disse ao UEFA.com no começo da temporada. "Depois tornou-se no meu emprego, mas o meu imenso amor por este clube ainda cá está.

"Comecei a apoiar a Roma em miúdo e penso que a minha personalidade me levou a ser adepto desde clube com este fervor. O meu pai sempre apoiou a Roma, mas não de forma tão fanática como eu."

Critério

Os jogadores têm de ter cumprido toda a carreira como seniores no mesmo clube e não podem ter representado outra equipa, nem por empréstimo. Esta lista inclui os jogadores no activo nas oito principais ligas, de acordo com os coeficientes da UEFA.

Itália: Daniele De Rossi (Roma)
17 épocas, 588 jogos na primeira equipa
Conhecido como o "oitavo rei de Roma", atingiu a primeira meia-final da UEFA Champions League na 17ª temporada ao serviço da primeira equipa da Roma. O médio de 34 anos estreou-se com Fabio Capello em Outubro de 2001, entrando na equipa logo após a conquista do seu mais recente Scudetto.

A lenda do Barcelona, Andrés Iniesta
A lenda do Barcelona, Andrés Iniesta©Getty Images

Espanha: Andrés Iniesta (Barcelona)
16 épocas, 669 jogos na primeira equipa
Marcar o golo da vitória na final do Campeonato do Mundo de 2010 confirmou o estatuto de super-estrela a Iniesta, mas o jogador de 33 anos foi um jogador de uma só camisola, a do Barcelona, com quem se estreou na principal equipa em Outubro de 2002. Anunciou a 27 de Abril que esta época será a última ao serviço do clube.il.

Rússia: Igor Akinfeev (CSKA Moscovo)
15 épocas, 562 jogos na primeira equipa
O guarda-redes Akinfeev (32), os defesas Aleksei e Vasili Berezutski (ambos 35) e Sergei Ignashevich (38) somam 62 temporadas ao serviço do CSKA entre eles. Os irmãos Ignashevich estrearam-se na equipa em 2002 – um ano antes de Akinfeev, que chegou à primeira equipa em Maio de 2003 – mas ambos haviam jogado anteriormente no Torpedo-ZIL.

O sempre Verde Loïc Perrin
O sempre Verde Loïc Perrin©Getty Images

França: Loïc Perrin (St-Étienne)
15 épocas, 380 jogos na primeira equipa
Perrin estreou-se pela equipa da sua cidade natal em Agosto de 2003, quando Les Verts estavam na Ligue 2, e não mais vestiu outra camisola, sendo capitão do St-Étienne na última década. O defesa-central foi convocado para a selecção principal em 2014 e 2015, mas, aos 32 anos, ainda não chegou a internacional pela França.

Portugal: Rui Patrício (Sporting)
12 épocas, 448 jogos na primeira equipa
Chegado à primeira equipa do Sporting em Novembro de 2006 devido a uma crise de lesões, Rui Patrício deixou a sua marca ao defender um penalty na vitória por 1-0 na visita ao Marítimo. O guardião de 30 anos, vencedor do  UEFA EURO 2016 por Portugal, confirmou-se como dono da baliza na época seguinte e não mais a perdeu.

Thomas Müller: sempre Bayern
Thomas Müller: sempre Bayern©Getty Images

Alemanha: Thomas Müller (Bayern)
10 épocas, 436 jogos na primeira equipa
Müller ingressou no Bayern em 2000, com dez anos, estreando-se em Agosto de 2008 – marcou o primeiro golo na vitória por 7-1 sobre o Sporting, no Março seguinte. "Nem sempre dou nas vistas, mas sou sempre perigoso", explicou Müller, de 28 anos, que soma 175 golos em todas as competições.

Ucrânia: Yaroslav Rakitskiy (Shakhtar)
9 épocas, 272 jogos na primeira equipa
Filho de um mineiro, Rakitskiy passou, naturalmente, toda a carreira ao serviço dos “mineiros. O defesa-central ganhou um lugar na equipa em 2009, quando Dmytro Chygrynskiy saiu para o Barcelona, e aos 28 anos já venceu seis campeonatos e cinco Taças da Ucrânia. "O Shakhtar é a minha vida", disse ao UEFA.com.

Inglaterra: James Ward-Prowse (Southampton) 
7 épocas, 202 jogos na primeira equipa
As 11 temporadas de Andy King sempre ao serviço do Leicester terminaram com um empréstimo ao Swansea, pelo que Ward-Prowse – que se estreou pela equipa principal em Outubro de 2011 – é agora o representante inglês neste capítulo. No Southampton desde 2003, o jogador de 23 anos cresceu a apoiar o rival local dos "Saints", o Portsmouth.

Topo