Chelsea conquista Premier League na primeira época de Conte

A vitória do Chelsea por 1-0 na visita ao West Brom valeu a conquista da Premier League na época de estreia do treinador Antonio Conte: o UEFA.com mostra-lhe como os "blues" conseguiram o feito.

©Getty Images

Como foi ganho
As derrotas consecutivas frente a Liverpool (2-1) e Arsenal (3-0) em Setembro fizeram o treinador italiano Antonio Conte optar por uma táctica de 3-4-2-1; este foi o ponto de viragem. Na verdade, os "blues" perderam apenas 13 pontos nos 30 jogos seguintes, com David Luiz, Marcos Alonso, N'Golo Kanté (Jogador do Ano na Premier League) e Eden Hazard a figurarem entre os que mais beneficiaram com a alteração táctica efectuada pelo treinador.

Número-chave: 13
Em consequência dessa mudança na equipa, o Chelsea somou 13 triunfos consecutivos no campeonato, menos um do que o recorde inglês no escalão principal. Essa sequência acabou com a derrota por 2-0 em casa do Tottenham.

A concorrência
Os "spurs" mantiveram-se como os concorrentes mais próximo do Chelsea desde esse triunfo no início de Janeiro, ainda assim estão a dez pontos de distância com três jogos por disputar. O Manchester City de Josep Guardiola liderou desde cedo – ganhou os primeiros seis encontros –, mas está agora no terceiro lugar. O Liverpool teve momentos em que impressionou, só que falhou na regularidade que faz os campeões.

Antonio Conte teve um impacto imediato no Chelsea
Antonio Conte teve um impacto imediato no Chelsea©Getty Images

Conseguirá a "dobradinha"?
É uma possibilidade. O Chelsea vai defrontar o Arsenal na final da Taça de Inglaterra, no sábado, dia 27 de Maio, em Wembley. Caso vença, Conte igualará o feito do seu compatriota Carlo Ancelotti em 2009/10, quando conseguiu a "dobradinha" na sua primeira época em Stamford Bridge.

Espaço para melhorar
Recentemente o Chelsea mostrou alguma permeabilidade – perdeu com Crystal Palace e Manchester United em Abril –, o que sugere que Conte terá de consolidar a equipa no Verão. No início da época, o italiano pediu aos seus pupilos para serem mais sólidos, se bem que, em certas ocasiões, os "blues" poderiam ter sido bastante mais dinâmicos no meio-campo.

Maior vitória: 5-0 frente ao Everton
Maior derrota: 3-0 frente ao Arsenal
Melhor marcador: Diego Costa (20)