Dortmund - Mónaco: encontros anteriores, estatísticas e reacções

Borussia Dortmund e Mónaco nunca se encontraram nas provas da UEFA, mas o reencontro de Pierre-Emerick Aubameyang com o seu antigo clube tem todos os ingredientes para ser uma grande espectáculo. 

Pierre-Emerick Aubameyang (Monaco)
©Getty Images

Quando são os jogos?
Primeira mão: 11 de Abril
Segunda mão: 19 de Abril

Confrontos directos 
Nunca se defrontaram

Sabia que?

  • O registo total do Dortmund frente a clubes franceses é de V6 E5 D5; só uma destas derrotas correu em casa, onde os alemães somam V4 E3 D1. Em França, a equipa de Raphael Guerreiro totaliza duas vitórias, dois empates e quatro derrotas.
  • O Dortmund perdeu apenas um de 12 jogos em casa (V9 E2) nas competições europeias desde o início da época passada.
  • A equipa de Thomas Tuchel sofreu apenas três derrotas nos 12 jogos europeus disputados desde o início da época passada (V7 E2 D3).
  • O conjunto de Leonardo Jardim já perdeu esta época na Alemanha, quando foi batido por 3-0 na sexta jornada pelo Bayer Leverkusen, depois de o jogo no principado ter terminado com 1-1 no marcador. O registo total do clube da Ligue 1 frente a clubes alemães é de V7 E5 D4; V4 E3 D2 na Alemanha, V3 E2 D1 em França.
  • Nas três rondas a eliminar disputadas esta época, incluindo a pré-eliminatória, o Mónaco perdeu sempre na primeira mão, mas venceu o segundo jogo em casa e continuou em prova.
  • O Mónaco está invicto nos seis desafios europeus disputados esta época em casa (V5 E1).

Cara bem conhecida

  • Aubameyang passou a primeira metade de época de época de 2010/11 emprestado ao Mónaco, tendo marcado dois golos em 23 jogos.

Reacções
Thomas Tuchel, treinador do Dortmund

É um desafio motivador, mas muito complicado. O Mónaco eliminou o  Manchester City em dois jogos espetaculares. É uma uma equipa muito coesa, com grandes individualidades e um excelente treinador. Para os conseguirmos vencer teremos de fazer duas das nossas melhores exibições.

Marcel Schmelzer, capitão do Dortmund
É um desafio interessante para nós, mas vai ser muito exigente. O Mónaco tem jogadores fortes individualmente, mas também joga em equipa, de forma compacta e determinada. São estas as qualidades que também temos de mostrar nos dois jogos para termos hipóteses. Já mostrámos em edições anteriores da Champions League que somos capazes de o fazer.

Valère Germain, Capitão do Mónaco
Vai ser um grande duelo. Vamos desafiar a parede amarela num estádio simbólico. É positivo jogar a primeira mão fora. Tinha adivinhado que íamos defrontar o Dortmund. É uma eliminatória de 50-50, embora o Borussia esteja mais habituado do que nós a este tipo de desafios. Provámos frente ao City que podemos lutar com qualquer adversário. Vai ser agradável rever o Aubameyang.