Seis primeiros países no ranking de clubes da UEFA confirmados

Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália têm garantidos os quatro primeiros lugares no ranking de coeficiente de clubes da UEFA, enquanto França e Rússia ocupam o quinto e sexto postos à frente de Portugal.

©AFP/Getty Images

A confirmação das equipas presentes nos quartos-de-final da UEFA Champions League e da UEFA Europa League significa que as seis primeiras posições no ranking de coeficiente de clubes da UEFA não irão sofrer mais alterações até ao final da temporada.

As posições das federações nacionais na lista de acesso à UEFA Champions League e à UEFA Europa League de 2018/19 são determinadas com base nos coeficientes estabelecidos no final da época de 2016/17, mediante os coeficientes dos clubes nas épocas de 2012/13 a 2016/17.

De acordo com as listas de acesso revistas para as renovadas competições europeias de clubes a partir de 2018, os quatro primeiros países do ranking terão quatro vagas na fase de grupos da UEFA Champions League, enquanto os países classificados em quinto e sexto terão dois clubes na fase de grupos e o terceiro classificado no “play-off”.

Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália têm garantidos os quatro primeiros lugares, independentemente do que acontecer a partir dos quartos-de-final nas duas competições de clubes. Portugal, apesar de ter terminado a época passada no quinto posto, caiu para fora dos seis primeiros e, com todos os seus clubes eliminados, não será capaz de ultrapassar a França ou a Rússia (presente entre os seis primeiros pela primeira vez desde 2010).

Os países classificados entre o sétimo e o décimo lugar, posições que são actualmente ocupadas por Portugal, Ucrânia, Bélgica e Turquia, terão uma equipa apurada directamente para a fase de grupos e uma nas pré-eliminatórias. A República Checa e a Suíça, nos 11º e 12º postos, terão os seus campeões a entrar em prova no “play-off” e também se juntam aos dez melhores com, pelo menos, um lugar garantido na fase de grupos da UEFA Europa League.

Os cálculos no ranking de clubes vão mudar para 2018, mas na próxima época continuarão a ser os mesmos. O Real Madrid mantém uma vantagem confortável na liderança com mais dez pontos do que o Bayern, ao passo que Barcelona, Atlético e Juventus ocupam as restantes posições entre os cinco primeiros. As maiores subidas pertencem ao Mónaco, em 32º depois de ter terminado a época passada em 58º, e ao Leicester, que se estreia em 59º.

PARA REFERÊNCIA: A lista de acesso que será utilizada para a atribuição das vagas nas competições de clubes 2017/18 baseia-se na classificação ranking de coeficiente de países da UEFA no final de 2015/16 (tendo também em conta os valores de 2011/12, 2012/13, 2013/14 e 2014/15). As classificações, incluindo os resultados de 2016/17, serão usadas para determinar as vagas em 2018/19.

O ordenamento para as competições de selecções da UEFA é determinado pelo Ranking de Coeficiente de Selecções Nacionais da UEFA. A última versão foi divulgada a 14 de Novembro e será utilizada para preparar o sorteio da qualificação para o UEFA EURO 2020.