O "site" oficial do futebol europeu

Mourinho, uma lenda aos 50 anos

Publicado: Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013, 9.20CET
José Mourinho comemora 50 anos este sábado, talvez como o mais conceituado treinador na Europa, e o UEFA.com descobre que o melhor poderá ainda estar para vir.
Mourinho, uma lenda aos 50 anos
José Mourinho comemora hoje 50 anos ©AFP/Getty Images
 
 
 
Publicado: Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013, 9.20CET

Mourinho, uma lenda aos 50 anos

José Mourinho comemora 50 anos este sábado, talvez como o mais conceituado treinador na Europa, e o UEFA.com descobre que o melhor poderá ainda estar para vir.

Com José Mourinho a festejar o seu 50º aniversário no sábado, já alcançou mais sucedo que a maior parte dos treinadores conseguem na vida inteira, nomeadamente como parte de um lote de apenas seis que conquistaram a UEFA Champions League duas vezes desde a sua criação, em 1992/93.

O português também conta no seu currículo com sete campeonatos, quatro taças nacionais e uma Taça UEFA – um palmarés impressionante, que é ainda mais espectacular pelo facto de o técnico português nunca ter praticado futebol a nível profissional. Facto curioso, o único treinador a ganhar a principal competição europeia de clubes mais do que duas vezes – Bob Paisley, do Liverpool FC – só se ter tornado treinador principal aos 55 anos.

No entanto, ao verificar o que esses treinadores, duas vezes vencedores da UEFA Champions League, alcançaram nos seus primeiros 50 anos de vida, o UEFA.com constata que os grandes treinadores da era moderna desenvolveram-se a diferentes velocidades. Aqui ficam os diferentes registos dos técnicos quando atingiram os 50 anos.

José Mourinho
UEFA Champions League: 2
Taça dos Vencedores das Taças: 0
Taça UEFA: 1
SuperTaça Europeia: 0
Campeonatos: 7
Taças nacionais: 4

É difícil traçar o panorama do futebol europeu sem ele, mas passaram apenas 11 anos desde que um típico Mourinho anunciou em grande estilo a sua chegada ao FC Porto, prometendo o título de campeão na temporada seguinte. E não desiludiu; raramente desilude. De facto, também conquistou a Taça UEFA na sua primeira época completa nos "dragões", feito remetido para segundo plano um ano depois, quando ganhou a UEFA Champions League. Transferiu-se para o Chelsea FC, intitulando-se de "especial", e esteve à altura das expectativas, guiando o clube à conquista do seu primeiro campeonato inglês em 50 anos.

Em 2008 seguiu-se o FC Internazionale Milano, onde falou italiano na sua primeira conferência de imprensa, depois de ter aprendido a língua "em três semanas". Rapidamente mostrou a sua capacidade no futebol jogado, comandando os "nerazzurri" à conquista de dois títulos consecutivos e, em 2010, a UEFA Champions League, antes de assumir o comando técnico do Real Madrid CF. Seria capaz de interromper a hegemonia do FC Barcelona? Sim. Na sua segunda época, a equipa quebrou todos os recordes na caminhada rumo ao título da Liga espanhola. O que se seguirá?

Ottmar Hitzfeld
UEFA Champions League: 1
Taça dos Vencedores das Taças: 0
Taça UEFA: 0
SuperTaça Europeia: 0
Campeonatos: 4 (mais dois como jogador) 
Taças nacionais: 3 (mais uma como jogador)

Hitzfeld foi um dos – senão o – mais conceituados treinadores alemães quando completou 50 anos. Após passar grande parte da sua carreira como jogador na Suíça, onde ganhou dois campeonatos e uma taça ao serviço do FC Basel 1893, foi apropriado conquistar o seu primeiro troféu como treinador no mesmo país. Começando no SC Zug, da segunda divisão, em 1983, imediatamente subiu de escalão, no entanto depois saiu para o rival FC Aarau, onde ganhou a Taça da Suíça na época de estreia.

Entre 1988 e 1991, somou mais cinco títulos internos com o Grasshopper-Club, antes de assumir o aflito Borussia Dortmund, em 1991. O Dortmund perdeu a final da Taça UEFA em 1993, mas Hitzfeld conduziu-o ao triunfo na UEFA Champions League, frente à Juventus, em 1997. Após um breve período como director-desportivo do Dortmund, Hitzfeld rumou ao FC Bayern München em 1998, ganhando o campeonato na época de estreia – com 50 anos. Em 2001 levou os bávaros à conquista da UEFA Champions League, na final com o Valencia CF. Actual treinador da Suíça, com um total de sete títulos da Bundesliga, o lema de Hitzfeld é: "O sucesso não é tudo, mas tudo não é nada sem sucesso."

Alex Ferguson
UEFA Champions League: 0
Taça das Taças: 2
Taça UEFA: 0
SuperTaça Europeia: 1
Campeonatos: 5
Taças nacionais: 1

Quando completou 50 anos, em Dezembro de 1991, Alex Ferguson ainda não tinha o título de "Sir", e ainda não tinha conquistado o futebol inglês. Tinha alcançado um sucesso fenomenal na Escócia antes de chegar ao Manchester United FC, em Novembro de 1986, com 45 anos - ganhou um campeonato da segunda divisão com o Saint Mirren FC e três do principal escalão com o Aberdeen FC, com quem também venceu a Taça das Taças em 1982/83. No entanto, Inglaterra era um desafio mais difícil, e em Dezembro de 1989 esteve perto de ser despedido: "Três anos de desculpas e a porcaria continua", podia e numa tarja exibida em Old Trafford.

Ganhar a Taça de lnglaterra em 1989/90 ajudou a acalmar a contestação, e na final da Taça das Taças em 1990/91, dois golos de Mark Hughes garantiram ao United uma vitória por 2-1 sobre o FC Barcelona. No entanto, a campanha no campeonato da época seguinte viria a terminar em nova delusão, e Ferguson teve que esperar até aos 51 anos para conquistar o primeiro dos seus 12 títulos da Premier League. Entretanto, o sucesso na UEFA Champions League só chegou aos 57 anos.

Carlo Ancelotti
UEFA Champions League: 2 (mais duas Taças dos Clubes Campeões Europeus como jogador)
Taça das Taças: 0
Taça UEFA: 0
SuperTaça Europeia: 2 (mais duas como jogador)
Campeonatos: 1 (mais três como jogador)
Taças nacionais: 1 (mais quatro como jogador)

Ancelotti festejou o 50º aniversário em Junho de 2009, apenas alguns dias após terminar a sua passagem bem-sucedida pelo AC Milan, antes de assinar pelo Chelsea. Tinha dirigido o triunfo dos "rossoneri" na UEFA Champions League em 2003, ao bater na final a Juventus, sua antiga equipa, nos penalties, antes de vingar uma dolorosa derrota frente ao Liverpool FC, em 2005, no jogo decisivo, dois anos depois. "Passámos oito anos maravilhosos juntos", disse na despedida do Milan. "Não é um dia triste, é apenas estranho. Habitualmente, quando um treinador e um clube seguem caminhos diferentes, é porque houve um conflito, mas não foi o caso. A minha relação especial com o Milan nunca vai mudar".

Antigo médio da selecção italiana, Ancelotti ajudou o Chelsea a ganhar a dobradinha" na sua época de estreia em Londres, e agora tenta ser campeão nacional no terceiro país diferente, ao serviço do Paris Saint-Germain FC. Mudou-se para França em Dezembro de 2011, a convite do director-desportivo Leonardo, que o tinha substituído como treinador do Milan em 2009.

Vicente del Bosque
UEFA Champions League: 2
Taça das Taças: 0
Taça UEFA: 0
SuperTaça Europeia: 1
Campeonatos: 2 (cinco como jogador)
Taças nacionais: 0 (quatro como jogador)

Antes de liderar o Real à conquista do seu oitavo título europeu, aos 50 anos, o "Homem Tranquilo" – como Del Bosque é conhecido – já tinha ganho reputação como médio de vocação ofensiva no clube onde chegou com 17 anos. Del Bosque tem uma carreira de sucesso nos "merengues", com 27 golos em 335 jogos, ao mesmo tempo que ganhou cinco campeonatos e quatro Taças de Espanha.

Como treinador dos escalões de formação do Real, mais tarde Del Bosque tornou-se famoso como uma espécie de "pronto-socorro", pois dirigiu a equipa principal brevemente em 1994 e 1996. No entanto, agarrou a oportunidade quando lhe ofereceram o cargo a tempo inteiro, pouco tempo depois, liderando a equipa à glória na final da UEFA Champions League, frente aos compatriotas do Valencia CF, em Paris, em 2000. Os posteriores títulos ganhos ao serviço do Real foram eclipsados pelos seus feitos sem precedentes com a selecção espanhola.

Josep Guardiola
UEFA Champions League: 2 (mais uma Taça Europeia como jogador)
Taça das Taças: 0 (uma como jogador)
Taça UEFA: 0
SuperTaça Europeia: 2 (mais duas como jogador)
Campeonatos: 3 (mais seis como jogador)
Taças nacionais: 2 (mais duas como jogador)
 
Tal como Mourinho, o antigo apanha-bolas do Barcelona ganhou duas UEFA Champions League como treinador antes dos 50 anos. No entanto, e ao contrário do seu antigo rival no Real, Guardiola tem mais oito anos para ganhar a terceira antes de ser sexagenário.

Enqaunto médio-defensivo, "Pep" ergueu a Taça Europeia pela primeira vez como jogador do Barça em 1991/92, ajudando os "blaugrana" a conquistarem seis títulos nacionais antes de encerrar a carreira e passar a orientar a equipa B do clube. Surpreendentemente promovido à equipa principal em 2008, substituindo Frank Rijkaard, recompensou a confiança depositada pela direcção quando ganhou três campeonatos consecutivos, duas UEFA Champions Leagues, uma SuperTaça Europeia, um Mundial de Clubes e uma Taça de Espanha. Após tirar um ano sabático, vai tentar alcançar feitos idênticos no Bayern, que assume a partir do Verão. "Pep já está a aprender alemão", disse o presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge.

Última actualização: 26-01-13 18.25CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis dos treinadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1913657.html#mourinho+lenda+anos

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.