O "site" oficial do futebol europeu

A história até ao momento: Juventus

Publicado: Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012, 9.40CET
Impelida pelo esplêndido tridente no meio-campo, a Juventus, uma das quatro equipas invictas, somou três vitórias seguidas a caminho do topo do Grupo E e deve ter em conta.
por Paolo Menicucci
de Milão
A história até ao momento: Juventus
A Juventus teve muitos motivos para festejar na fase de grupos ©AFP/Getty Images
 
 
 
Publicado: Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012, 9.40CET

A história até ao momento: Juventus

Impelida pelo esplêndido tridente no meio-campo, a Juventus, uma das quatro equipas invictas, somou três vitórias seguidas a caminho do topo do Grupo E e deve ter em conta.

De regresso à fase de grupos da UEFA Champions League após ausência de três anos, a Juventus garantiu a passagem aos oitavos-de-final de forma impressionante. Embora só tenham assegurado o apuramento na última jornada, os “bianconeri” terminaram no primeiro lugar do Grupo E à frente do sensacional FC Shakhtar Donetsk e do campeão europeu Chelsea FC.

A história até ao momento
A Juve, que na época passada conquistou o “scudetto” sem qualquer derrota, começou a fase de grupos no terreno do Chelsea e imediatamente mostrou determinação em deixar boa imagem no regresso ao convívio dos grandes da Europa. Os italianos estiveram a perder por 2-0 em Stamford Bridge, mas forçaram o empate com golos de Arturo Vidal e Fabio Quagliarella. A equipa de Turim voltou a somar apenas um ponto na ronda seguinte, na recepção ao Shakhtar, e ficou em dificuldades ao empatar 1-1 frente ao FC Nordsjaelland. No entanto, revelou-se implacável na altura das decisões e seguiu em frente com três triunfos seguidos sem sofrer golos na segunda volta.

Momento-chave
O golo de Victor Moisés, nos descontos, que deu o triunfo ao Chelsea sobre o Shakhtar na quarta jornada, veio anular o efeito do bom resultado conseguido pela Juve ao bater o Nordsjælland por 4-0. Os italianos ficavam obrigados a derrotar o Chelsea e responderam de forma sensacional, com uma exibição descrita por Giorgio Chiellini como "quase perfeita". Será que teriam conseguido jogar assim se não estivessem entre a espada e a parede?

Jogador-chave
O "guerreiro" justificou a alcunha no jogo de estreia ao marcar ao Chelsea apesar de estar visivelmente a coxear na sequência de uma pancada. Vidal terminou a fase de grupos com três golos e duas assistências, mas mostrou ser mais do que um jogador perigoso no ataque, exibindo uma atitude determinada em campo que honra a tradição do emblema de Turim. "Estamos a mostrar a mesma atitude do que na época passada", destacou Vidal, bem apoiado no meio-campo pelo talentoso Andrea Pirlo e por Claudio Marchisio.

Estrela em ascensão
Com forte concorrência no meio-campo, não surpreende que Paul Pogba tenha tido poucas oportunidades na equipa principal. No entanto, o jovem de 19 anos mostrou que a Juve pode contar com ele sempre que precisar. Talentoso com os dois pés, forte fisicamente, dotado tecnicamente e com sentido de baliza, o internacional francês nos escalões jovens mostrou todo o seu valor quando substituiu de forma exemplar o castigado Marchisio em Donetsk. "Pogba é duro, fisicamente forte e muito bom a colocar-se em situações para marcar", afirmou Pirlo. "Faz-me lembrar o Patrick Vieira."

Estatística
Depois de começar com três empates seguidos, atingindo uma série de nove nas competições europeias, a Juve terminou com três vitórias consecutivas, o que significa que é uma das quatro equipas que encerrou a participação na fase de grupos sem derrotas.

Frase
"Foi uma demonstração de força, enviámos uma mensagem forte a toda a Europa. Se alguém duvidava de nós, penso que dissipamos qualquer dúvida com esta exibição."
O guarda-redes Gianluigi Buffon considera que a Juve pode sonhar alto depois da impressionante campanha na fase de grupos.

Última actualização: 19-12-12 9.53CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1906982.html#a+historia+momento+juventus

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.