O "site" oficial do futebol europeu

Guia da cidade de Munique

Publicado: Quinta-feira, 1 de Março de 2012, 12.37CET
Famosa pelo seu festival da cerveja, Munique é a capital do maior Estado alemão, a Baviera, e casa do clube mais bem-sucedido do país, o Bayern.

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...
 
 
 
Publicado: Quinta-feira, 1 de Março de 2012, 12.37CET

Guia da cidade de Munique

Famosa pelo seu festival da cerveja, Munique é a capital do maior Estado alemão, a Baviera, e casa do clube mais bem-sucedido do país, o Bayern.

População: 1.353,000 habitantes
Área: 310,43 km²

Centro moderno de arte, cultura e consumismo, bem como defensor da tradição, o imaculado centro da cidade de Munique apresenta flechas medievais que se erguem rumo ao céu, cervejarias ressoantes e lojas de marcas famosas. O nome da cidade deriva dos monges da ordem beneditina que a fundaram, e que também são recordados pelo monge representado no seu brasão. Terceira maior cidade alemã, atrás de Berlim e Hamburgo, Munique permanece um local atraente e acolhedor, ilustrado pelo lema "München mag Dich" ("Munique gosta de si").

De volta ao menu

HISTÓRIA

O ano 1158 é a data mais antiga em que a cidade é mencionada, num documento assinado em Augsburgo. Por essa altura, já Henrique, o Leão, Duque da Saxónia e Baviera, tinha construído uma ponte sobre o rio Isar, próximo de uma povoação de monges beneditinos. Quase duas décadas depois, em 1175, Munique recebeu oficialmente o estatuto de cidade e foi fortificada. Em 1180, com o julgamento de Henrique, o Leão, Otto I Wittelsbach tornou-se Duque da Baviera e Munique foi entregue ao Bispo de Freising. A dinastia Wittelsbach governaria a Baviera até 1918, apesar de ter estado dividida em duas partes entre 1255 e 1506.

Em 1806, a cidade tornou-se na capital do novo Reino da Baviera, com o parlamento estatal e a nova arquidiocese de Munique e Freising a ficarem situados na cidade. Depois de um período de instabilidade entre as duas guerras mundiais, na primeira metade do século XX, Munique foi reconstruida após 1945, com base num meticuloso plano que preservou a sua rede de ruas pré-guerra. Em 1957, a população de Munique ultrapassou um milhão de habitantes e, 15 anos, depois a cidade acolheu os Jogos Olímpicos.

De volta ao menu

Economia

Munique tem a economia mais forte da Alemanha e é muito próspera devido à baixa taxa de desemprego entre as maiores cidades germânicas. Sete das 30 empresas listadas no índice bolsista alemão DAX estão sediadas em Munique. Entre elas está a BMW, fabricante automóvel,  Siemens, gigante da electrónica, Infineon, produtora de chips, MAN, fabricante de camiões, Linde, especialista em gás industrial, Allianz, maior companhia de seguros mundial, e a Muniche Re, maior resseguradora mundial.

De volta ao menu

NOMES NOTÁVEIS

• Richard Strauss, compositor (1864-1949) – especialmente conhecido pelas suas óperas, que incluem Der Rosenkavalier e Salomé.
• Carl Amery, autor e activista (1922-2005) – escreveu sobre o pseudónimo de Christian Anton Mayer, um activista ambiental, e fez parte do Gruppe 47.
• Franz Beckenbauer, futebolista (n1945-) – primeiro homem a ganhar o Campeonato do Mundo na qualidade de jogador e, depois, treinador, o "Kaiser" ficou famoso pelo seu estilo elegante e capacidade de liderança, permanecendo uma figura distinta no mundo do futebol.

De volta ao menu

A VER

A Frauenkirche é o símbolo gótico da cidade, onde as torres de abóbada arredondada da igreja original do século XV, na central Marienplatz, erguem-se sobre a Altstadt, o centro antigo da cidade. Reconstruida após a guerra, a igreja contém pinturas e túmulos do século XVI que, de forma incrível, resistiram aos bombardeamentos aliados.

A Residenz, antiga e vistosa residência dos reis da Baviera, alberga actualmente museus e um teatro, que juntos formam um complexo situado no centro da cidade. Extravagantes tesouros reais estão em exibição nos 130 quartos do extenso Residenzmuseum, lado a lado com a Colecção Estatal de Arte Egípcia e o Teatro Cuvillies, em estilo rococó.

O belo Englischer Garten, perto do centro da cidade, cobre cinco quilómetros quadrados e engloba jardins de cerveja, uma casa de chá japonesa, uma Torre Chinesa e um templo neoclássico. Na sua extremidade sul está o Museu de Arte Moderna e o Museu Nacional da Baviera.

Festival dos Campeões: Olympiapark
Construído para os Jogos Olímpicos de 1972, este vasto complexo desportivo contém o Olympiastadion, um pavilhão desportivo e piscina, lago artificial e a Torre Olímpica, com quase 300 metros de altura. Um restaurante panorâmico oferece uma vista soberba sobre a cidade e os Alpes.

De volta ao menu

TRANSPORTES

De e para
O aeroporto internacional Franz Josef Strauß recebeu muitos prémios pela sua arquitectura. Situado 28,5 quilómetros a Nordeste de Munique, foi inaugurado em Maio de 1992, depois do antigo Aeroporto München-Riem ter atingido o seu limite máximo de expansão. Quase 100 companhias aéreas ligam o aeroporto a 230 destinos em mais de 70 países. Entretanto, a estação de comboios de Munique tem 32 linhas superiores e duas subterrâneas, recebendo 350.000 passageiros por dia.

Dentro e arredores
A melhor forma de circular em Munique é utilizando o sistema de transportes públicos MVV. Existem autocarros, eléctricos, o S-Bahn e o U-Bahn. Também há o Deutsche Bahn se quiser deslocar-se dentro da Alemanha. Para além disso, Munique tem alguns eléctricos. Alguns deles funcionam desde o início da manhã até à uma ou duas horas da madrugada. Existem igualmente autocarros e eléctricos nocturnos (Nachtlinien) que fazem viagens a cada meia-hora, durante toda a noite, à sexta-feira e sábado.

De volta ao menu

FUTEBOL

Graças ao Bayern, Munique tem sido a cidade dominante na história da Bundesliga, com o clube a desfrutar de amplo sucesso a nível nacional e internacional. O Bayern sagrou-se campeão alemão 22 vezes e ergueu a Taça da Alemanha em 23 ocasiões, para além de quatro Taças dos Clubes Campeões Europeus consecutivas, entre 1975 e 1976, e uma UEFA Champions League, em 2000/01. O Bayern também conta no seu currículo com uma Taça UEFA, em 1995/96, e a Taça dos Vencedores das Taças, em 1967, fazendo dele um de apenas quatro clubes (juntamente com FC Barcelona, AFC Ajax e Juventus) a conquistar as três principais competições europeias.

O TSV 1860 München também ganhou um campeonato, em 1966, e duas Taças da Alemanha, o que perfaz 44 títulos no palmarés da cidade. O Munique 1860 foi finalista-vencido da Taça das Taças em 1964/65.

Em 2000/01, Munique teve três equipas na primeira divisão, após a subida do SpVgg Unterhaching, que disputou a Bundesliga entre 1999 e 2001, mas que desde então desceu ao terceiro escalão.

Munique recebeu jogos durante os Mundiais de 1974 e 2006, com a final da primeira dessas edições a decorrer no Olympiastadion. O recinto também foi palco da final do Campeonato da Europa de 1988, enquanto a nova Fußball Arena München acolheu seis jogos do Mundial de 2006, incluindo a vitória da França sobre Portugal, nas meias-finais. O ano de 2012 assinala a quarta vez que a final da principal competição europeia de clubes tem lugar em Munique, depois de 1979, 1993 e 1997.

De volta ao menu

OUTROS DESPORTOS

O futebol é a principal modalidade, mas o Bayern também tem a sua própria equipa de basquetebol, enquanto o EHC München compete na principal divisão de hóquei no gelo alemã.

De volta ao menu

Última actualização: 05-12-13 9.21CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1767051.html#guia+cidade+munique

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.