O "site" oficial do futebol europeu

Bolas de jogo da adidas

Publicado: Quinta-feira, 3 de Março de 2011, 10.53CET
A adidas Starball tem sido sinónimo de UEFA Champions League desde a sua introdução, em 2001, quando o Bayern de Munique derrotou o Valência.

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

 
 
 
Publicado: Quinta-feira, 3 de Março de 2011, 10.53CET

Bolas de jogo da adidas

A adidas Starball tem sido sinónimo de UEFA Champions League desde a sua introdução, em 2001, quando o Bayern de Munique derrotou o Valência.

A adidas Starball tem sido sinónimo da UEFA Champions League desde a sua introdução, em 2001, quando o FC Bayern München derrotou o Valencia CF, em Milão, na primeira final na qual foram utilizadas estas bolas verdadeiramente icónicas.

Essas primeiras bolas eram cosidas à mão, mas a tecnologia tem, desde então, evoluído época após época, com a bola 2004 Finale - lançada antes da final da UEFA Champions League de 2004, em Gelsenkirchen, na qual o FC Porto bateu o AS Monaco FC - a representar uma enorme inovação. A bola de 32 painéis adoptou a construção da Roteiro e, numa quebra com a tradição, usou uma tecnologia de ligação termal dos gomos, em vez de serem cosidos à mão.

Na época seguinte, as bolas usadas nas finais da UEFA Champions League passaram a ser utilizadas nos restantes jogos da competição – com a Starball a ter cores diferentes de época para época. Contudo, em 2006, iniciou-se uma nova tradição com o lançamento da Finale Paris – a primeira bola desenhada especificamente para a final, para ser utilizada em exclusivo pela equipa vencedora na época seguinte.

Com ligação termal, tal como todas as bolas de finais que se seguiram, a Finale Paris representou uma quebra com a tradição do design, apresentando um novo desenho de 14 painéis que tornou a bola mais redonda, macia e, assim, mais fácil de controlar do que qualquer outra.

A Finale 7, usada na final de Atenas, de 2007, melhorou ainda mais estes desenvolvimentos, com a Finale 8, usada na final de 2008, em Moscovo, a introduzir a PSC-Texture, com a sua superfície a melhorar ainda mais o controlo. A inovação continuou com a Finale Roma, para a final de 2009, aguardando-se novos desenvolvimentos para as que se seguem. Tal como as bolas das finais anteriores, incorporou elementos relacionados com a identidade visual do jogo decisivo e foi marcada com o local de realização deste.

O "design" da Finale Madrid, em 2010, celebrava o evento da décima final, incluindo a dessa época, com os motivos exclusivos de cada um desses jogos desenhados em dourado dentro dos característicos painéis em estrela da bola, enquanto o vermelho e branco que compõem o "design" da Finale London reflectem a cruz de São Jorge, santo padroeiro de Inglaterra. A bola inclui igualmente uma estrela em tons de laranja e o logótipo da final, que mostra dois leões a segurarem o troféu da UEFA Champions League.

Como fornecedora oficial da UEFA, a adidas continuará a trazer as melhores inovações de design e tecnológicas às bolas que vier a desenhar, criando uma nova Starball para cada nova edição da prova, assim como uma bola especial para todas as finais.

Última actualização: 27-11-12 11.49CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1467352.html#bolas+jogo+adidas

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.