1891186
Vassiliki Papantonopoulou
por
Vassiliki Papantonopoulou
de
Atenas

Olympiacos continua a diminuir o fosso

Duas vitórias sobre o Montpellier fizeram o Olympiacos, de Leonardo Jardim e Paulo Machado, reentrar na luta pelo apuramento, mas terá capacidade para bater os favoritos Schalke e Arsenal?
 
 
Publicado: Sexta-feira, 9 de Novembro de 2012, 12.07CET

Olympiacos continua a diminuir o fosso

Duas vitórias sobre o Montpellier fizeram o Olympiacos, de Leonardo Jardim e Paulo Machado, reentrar na luta pelo apuramento, mas terá capacidade para bater os favoritos Schalke e Arsenal?

Que diferença faz um mês! No início de Outubro, o Olympiacos FC tinha poucas hipóteses de êxito no Grupo B da UEFA Champions League. Uma derrota em casa frente ao FC Schalke 04, por 2-1, no arranque da fase de grupos e novo desaire no terreno do Arsenal FC, por 3-1, deixou o campeão da Grécia sem qualquer ponto e pôs em dúvida a capacidade da equipa do Pireu em afirmar-se na Europa.

Por isso, a dupla jornada seguida de jogos frente ao Montpellier Hérault SC não podia ser desperdiçada. Mais experiente nestas andanças europeias do que o conjunto da Ligue 1, o Olympiacos mostrou-se implacável em ambos os encontros, tendo ganho 2-1 em França e 3-1 em casa.

©AFP/Getty Images

Kostas Mitroglou (à esquerda) está a começar a mostrar todo o seu potencial

Mas, para lá dos seis pontos e da esperança reavivada na qualificação, os triunfos sobre o Montpellier responderam igualmente a outras perguntas levantadas durante a campanha. Sim, há vida na defesa depois de Olof Mellberg. Sim, as novas contratações Paulo Machado e Leandro Greco são jogadores astutos tacticamente e fixaram-se entre os pares. E sim, Kostas Mitroglou tem justificado o epíteto de ser o melhor ponta-de-lança no futebol grego.

Além disso, o estatuto do treinador Leonardo Jardim saiu reforçado. O técnico português sucedeu a Ernesto Valverde, bem visto por adeptos e jogadores, e todas as suas decisões são analisadas de acordo com isso. Contratado em Junho, Jardim, de 38 anos, disputa pela primeira vez a UEFA Champions League, mas mostrou recentemente alguma flexibilidade em dar sangue novo à equipa devido às lesões de Rafik Djebbour, Pablo Contreras, Ariel Ibagaza e David Fuster.

Para gáudio do Olympiacos, Jardim optou por uma abordagem de ataque nos dois jogos contra o Montpellier. Tem feito valer as suas decisões, confiante de que acabarão por render dividendos, e Machado é exemplo disso. Algo nervoso nos primeiros meses em Atenas, o médio internacional por Portugal amadureceu ajudado pela inabalável crença do técnico.

Euforia à parte, aproximam-se partidas decisivas e o Olympiacos está ciente de que as dificuldades no Grupo B estão apenas a começar: a viagem a Gelsenkirchen para defrontar o líder Schalke, na quinta jornada, antes de receber o Arsenal. Terá o Olympiacos capacidade para levar a melhor sobre os dois favoritos? A resposta não irá demorar.

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/blogs/blog=ucl_blog_around/postid=1891186.html#olympiacos+diminui+fosso

Última actualização: 09-11-12 13.02CET
  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.