O "site" oficial do futebol europeu

Veneto vence troféu nos penalties

Publicado: sábado, 29 de Junho de 2013, 20.05CET
Veneto 0-0 Selección Catalana (ap, Veneto vence por 5-4 nos penalties)
O capitão Paolo Gagno converteu o remate decisivo e conquistou o troféu para o Veneto, que terminou a partida reduzido a dez jogadores.
por Jim Wirth
de Stadio di Monteortone
Veneto vence troféu nos penalties
Os jogadores do Veneto fazem a festa ©Sportsfile
Publicado: sábado, 29 de Junho de 2013, 20.05CET

Veneto vence troféu nos penalties

Veneto 0-0 Selección Catalana (ap, Veneto vence por 5-4 nos penalties)
O capitão Paolo Gagno converteu o remate decisivo e conquistou o troféu para o Veneto, que terminou a partida reduzido a dez jogadores.

Paolo Gagno deu o toque final para o Veneto conquistar a sua segunda Taça das Regiões, após um jogo cansativo frente à Selección Catalana, em Abano Terme.

O capitão da equipa anfitriã manteve a calma ao converter o penalty decisivo no desempate, com Albert Vivo a ser o único que falhou para o representante espanhol, com um remate ao lado na segunda tentativa da sua equipa. Foi apenas a segunda edição da Taça das Regiões a ser decidida nos penalties, com o Veneto a prevalecer, apesar de ter terminado os 120 minutos reduzido a dez jogadores.

Parecia que o Veneto seria desfeiteado, já que a equipa de Toni Almendros criou espaço e dominou a posse da bola no período inicial. Menção especial para Isacco Tegon, por ter cortado com a ponta do pé um lance em que Oscar Muñoz acorreu a um passe longo. Por outro lado, Guillem Cornella, desmarcado na esquerda, não conseguiu incomodar seriamente Paolo De Carli.

O Veneto equilibrou os acontecimentos de forma gradual, com a qualidade de Federico Andres Lorenzatti a pontuar o meio-campo, mas a equipa da casa sentiu a falta do castigado Franco Ballarini. Igor Furlan fez o seu melhor para suprir essa ausência no ataque; com poucos minutos da segunda parte, e a passe de Paolo Gagno, rematou à barra, para mais tarde obrigar Carlos Miguel a trabalho atento para deter o seu cabeceamento.

No entanto, converter posse de bola em pressão genuína foi um desafio para as duas equipas. De Carli esteve à altura para evitar o golo de Pol, após o avançado da Selección Catalana aparecer na área. Do lado contrário, o habilidoso lateral-esquerdo do Veneto, Prince Yarboye, deu esperanças à equipa da casa, avançando no flanco antes de atirar à barra. De facto, era um jogo destinado a prolongamento.

Tegon repetiu o seu feito da primeira parte ao desarmar Alejandro Cano na área, no único lance digno de registo dos primeiros 15 minutos. O defesa Alberto Mantovani foi expulso no início da segunda parte do prolongamento, por falta sobre Xabier Puerto, e Cano desperdiçou uma oportunidade flagrante para derrotar o Veneto, ao cabecear à barra em excelente posição. Na lotaria dos penalties, sortes distintas para as duas formações: Ao falhar o único remate da Selección Catalana, Vivo permitiu a Gagno decidir o vencedor, não falhando a conversão da sua tentativa.

Última actualização: 29-06-13 22.24CET

http://pt.uefa.com/regionscup/season=2013/matches/round=2000342/match=2012171/postmatch/report/index.html#veneto+vence+trofeu+penalties