O "site" oficial do futebol europeu

2013: Veneto repete vitória

Veneto tornou-se a primeira equipa a vencer a Taça das Regiões da UEFA pela segunda vez, após o triunfo nas grandes penalidades em Abano Terme.
2013: Veneto repete vitória
Paolo Gagno ergue o troféu após o segundo triunfo do Veneto da Taça das Regiões da UEFA ©Sportsfile

2013: Veneto repete vitória

Veneto tornou-se a primeira equipa a vencer a Taça das Regiões da UEFA pela segunda vez, após o triunfo nas grandes penalidades em Abano Terme.

"Esta é a melhor coisa que podia acontecer", disse Francesco Gasparato, do Veneto, após a sua equipa ter derrotado a Selleción Catalana nos penalties para vencer a edição 2013 da Taça das Regiões da UEFA. "Mas, amanhã, regressaremos às nossas vidas normais, trabalhando já na segunda-feira ainda que com um sorriso ainda maior nos lábios".

A final 2013 dos amadores contou com a presença de algumas das equipas mais fortes que competiram na Taça das Regiões da UEFA, com Veneto e a Selección Catalana a revelarem-se uns dignos finalistas. No entanto, a final traduziu-se num teste de resistência para ambas as equipas; não houve golos durante os 120 minutos, mas sim uma expulsão, para Alberto Mantovani, de Veneto. Nas grandes penalidades, Albert Vivo falhou o alvo para os espanhóis, deixando para o capitão Paolo Gagno a marcação do penalty vencedor e que permitiu a Veneto reclamar o segundo troféu, depois de em 1999 terem triunfado na primeira edição da prova.

Abano Terme, Piove di Sacco, Bagnoli di Sopra e Este foram os locais onde decorreu a fase final, que contou com a participação de equipas das Irlanda do Norte, Hungria, Azerbaijão, Bulgária, Rússia e Bielorrússia, bem como as duas finalistas. Ainda na fase de grupos, seis equipas tinham, no último dia, chances de chegar à final, um registo que mostra a alta qualidade da edição deste ano.

Fabrizio Toniutto, de Veneto, fez o pleno na fase de grupos, ajudando a derrotar o Eastern Region da Irlanda do Norte por 4-1, o Qarachala, do Azerbaijão, e os húngaros do Keleti Régió, ambos por 1-0, para assegurar a presença no jogo decisivo. O animado atacante Franco Ballarini marcou quatro dos seus golos no Grupo A, pelo que foi notada a sua ausência da final, suspenso depois de ter visto um cartão no derradeiro jogo da fase de grupos.

A Selección Catalana, poderosa equipa orientada por Toni Almendros, era a favorita no seu grupo para estar na final; depois de derrotar por 2-0 o Isloch, da Bielorrússia, empatou 2-2 ante o Yugoiztochen Region, da Bulgária, tendo que bater o Olimp Moscow por 1-0 para assegurar a presença no jogo decisivo.

Segundos classificados nos respectivos grupos, Keleti Régió e Isloch receberam ambos a medalha de bronze.


http://pt.uefa.com/regionscup/history/season=2013/index.html#segundo+triunfo+para+veneto