O "site" oficial do futebol europeu

Feitos assinaláveis, heróis e boas acções

Publicado: Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013, 10.58CET
A sensação causada pelo Bradford City em Inglaterra, um jogador que leva sanduíches a quem mais precisa e uma arriscada missão de salvamento estão entre as principais histórias da semana.
Feitos assinaláveis, heróis e boas acções
Rory McArdle e o capitão Gary Jones festejam a passagem do Bradford à final da Taça da Liga Inglesa ©Getty Images

Especiais UEFA.com

Veja a história de Xavi na UEFA Champions League
  • Veja a história de Xavi na UEFA Champions League
  • Mais desilusões para os visitantes em agenda?
  • Regresso do Inter satisfaz Ricardinho e Ortiz
  • "Masterclass": Ibrahimović sobre como ultrapassar adversários
  • Bulgária ansiosa pela visita do Real Madrid
  • Durmaz entusiasmado com regresso a Malmö
  • Desempates por penalties: pontapés para a história
  • Quem é o Paderborn?
  • Escolhas da Semana: Primeira jornada
  • Contas necessárias para o apuramento
1 de 10
Publicado: Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013, 10.58CET

Feitos assinaláveis, heróis e boas acções

A sensação causada pelo Bradford City em Inglaterra, um jogador que leva sanduíches a quem mais precisa e uma arriscada missão de salvamento estão entre as principais histórias da semana.

Equipa: Bradford City AFC
O clube de west Yorkshire voltou a surpreender e a contrariar o favoritismo do adversário, tornando-se na primeira equipa do quarto escalão a atingir a final da Taça da Liga Inglesa em 51 anos, depois de o Rochdale AFC ter alcançado igual feito em 1961/62. O velho ditado de que não há duas sem três confirmou-se mesmo em Birmingham, terça-feira, com a formação orientada por Phil Parkinson a selar um triunfo por 4-3 no conjunto das duas mãos do embate das meias-finais com o Aston Villa FC, afastando assim a terceira equipa da Premier League nesta sua caminhada de sonho até Wembley, depois de antes ter afastado Wigan Athletic FC e Arsenal FC.

James Hanson, o jogador que apontou, de cabeça, o golo fora que valeu ao Bradford o apuramento, na derrota no jogo da segunda mão, por 2-1, em Villa Park, costumava trabalhar como repositor de prateleiras de supermercado e é o único elemento do "onze" do Bradford XI a ter um preço estipulado. "Por que é que não havemos de poder ganhar a prova?", questionou o guarda-redes Matt Duke. "Deixem-nos sonhar. Acho que nunca vamos assimilar verdadeiramente aquilo que estamos a alcançar".

Jogador: Björn Vleminckx (Gençlerbirliği SK)
É complicado pensar numa forma de o primeiro dia num novo trabalho correr melhor do que correu a Vleminckx. A estreia do avançado internacional belga estreou-se pelo Gençlerbirliği, no passado domingo, foi um verdadeiro conto de fadas, que o levou directamente para o livro dos recordes. O jogador de 27 anos, que se encontra na formação turca por empréstimo do Club Brugge KV, marcou quatro golos no triunfo por 5-3 no terreno do Antalyaspor em jogo da Liga turca, com os seus três primeiros golos serem obtidos aos minutos 2, 4 e 28, constituindo o "hat-trick" mais rápido da história do escalão principal do futebol turco.

"Claro que não esperava marcar quatro golos logo no meu primeiro jogo", admitiu Vleminckx, com a atenção à volta do ponta-de-lança a crescer de imediato de tal forma que o treinador do Gençlerbirliği, Fuat Çapa,  se viu forçado a impedir que os órgãos de comunicação social marcassem presença nos treinos de quinta e sexta-feira, de forma a garantir que os seus jogadores se concentram convenientemente no jogo do próximo fim-de-semana, frente ao Akhisar Belediyespor, equipa que luta desesperadamente pela manutenção.

Golo: Paul Pogba (Juventus)
O imponente médio francês fez com que a sua equipa não sentisse, de todo, as ausências de Andrea Pirlo, Claudio Marchisio, Simone Pepe e Kwadwo Asamoah frente à Udinese Calcio, no último fim-de-semana. O jovem jogador de 19 anos assinou o dobro dos golos que tinha apontado até à data na Serie A ao bisar na partida, com dois poderosíssimos remates de pé direito - qual deles o melhor - ajudando a Juventus a somar uma tranquila vitória caseira, por 4-0.

O primeiro golo, com o qual Pogba inaugurou o marcador, à passagem do minuto 41, foi, porém, de cortar a respiração. Aproveitando da melhor forma um alívio de cabeça da defesa contrária, a 30 metros do alvo, o centrocampista gaulês captou a bola, ajeitando-a antes de desferir um potente remate que não deu quaisquer hipóteses de defesa e que levou o esférico a anichar-se no fundo das redes depois de tocar ainda na trave da baliza da Udinese.

"O primeiro golo foi extraordinário. Só de pensar no remate fico louco. Estou muito feliz por ter bisado, mas isso já faz parte do passado. Agora temos de nos concentrar em continuar o bom trabalho e em somar mais pontos", referiu Pogba, que misteriosamente, no dia seguinte, rapou da sua cabeça a famosa crista loura que costuma ostentar.

Número: 2000
O encontro dos 16 avos-de-final da Taça de França com o Toulouse FC, quarta-feira, constitui o 2000º jogo oficial disputado pelo Paris Saint-Germain FC desde a fundação do clube, em 1970. A turma orientada por Carlo Ancelotti assinalou a ocasião com um triunfo por 3-1 no Parc des Princes, obtendo assim a 930ª vitória da história do PSG.

Frase
"Não é problema ele ser um pouco mais baixo. Não contratamos jogadores de acordo com a sua altura. Se assim fosse, começava a mandar todos os nossos olheiros para os campos de basquetebol".
Jörg Schmadtke, director-desportivo do Hannover 96, reage à revelação de que o médio França, recém-contratado pelo clube, tem apenas 1,82m de altura, oito centímetros menos do que aquilo que pensavam.

Anjo-da-guarda: Ángel Rangel (Swansea City AFC)
O defesa do Swansea deu que falar nas redes sociais na última sexta-feira quando escreveu no Twitter aos seus cerca de 24 mil seguidores a perguntar onde naquela cidade galesa se podia deslocar para ajudar pessoas sem-abrigo. O jogador de 30 anos disse que tinha "comida de sobra", depois de, diz-se, ter estado horas antes numa casa de sandes, num dia em que o gerente desta se preparava para deitar fora produtos por vender.

"A minha esposa, Nikki, que se preocupa sempre muito com estas questões de solidariedade e é uma pessoa muito caridosa, perguntou-lhe se nós podíamos ficar com esses produtos para os levar para os sem-abrigo, em vez de serem deitados para o lixo", explicou Rangel. "Ele concordou e nós andámos mais de uma hora às voltas em Swansea, mas não conseguimos encontrar nenhum sem-abrigo, pois estava demasiado frio nas ruas, devido a toda esta neve que tem caído".

O casal Rangel acabou, enfim, por encontrar uma associação de apoio a sem-abrigo, depois de receber uma enorme quantidade de respostas ao twitt do jogador. "Obrigado a todos, mas tratou-se apenas de um pequeno gesto; passámos uma hora de carro à procura do local e valeu a pena", escreveu depois no Twitter.

Serviço de emergência: Luciano Zauri (S.S. Lazio)
O defesa da Lazio Luciano Zauri disputa com Rangel o título de santo da semana depois de ter salvado uma jovem rapariga de sete anos, nada mais nada menos do que a neta do antigo avançado polaco Zbigniew Boniek, que havia caído para um poço ornamental de quatro metros. O incidente ocorreu nas casas-de-banho de um restaurante em Roma, onde Zauri estava a almoçar quando uma tábua onde a jovem estava para se ver ao espelho acabou, repentinamente, por ceder.

"Já tínhamos quase terminado de almoçar quando eu vi muitas pessoas a correrem em pânico para a casa-de-banho e a gritarem que uma criança tinha caído", contou Zauri. "Havia um grande buraco debaixo do lavatório e a rapariga estava aos gritos, a chorar. Estava muito escuro. Debrucei-me de imediato, tentando iluminar o espaço com o meu telemóvel e vi que ela ainda conseguia ficar com a cabeça acima da água".

Com a ajuda dos presentes, o ex-internacional italiano Zauri desceu, depois, ao fundo do poço para trazer, sã e salva, a jovem, filha do antigo tenista italiano Vincenzo Santopadre e de Karolina Boniek. "O herói não sou eu, é ela", acrescentou Zauri, de 35 anos. "Ela aguentou-se até chegarmos até lá e, depois, tudo o que eu lhe disse".

Chamada inoportuna: Neil Lennon (Celtic FC)
O telemóvel de um jornalista a tocar durante uma conferência de imprensa. sabe-se, é motivo para irritar tanto os restantes jornalistas como os treinadores. Contudo, quando telemóvel de um jornalista escocês, que estava a ser usado como gravador, tocou durante a conferência de imprensa de Neil Lennon após o triunfo do Celtic por 4-1 sobre o Heart of Midlothian FC, no passado sábado o técnico da formação de Glasgow causou muitas gargalhadas ao interromper uma resposta para atender a chamada.

A responsável pela chamada desligou de imediato ao escutar a nada familiar voz de Lennon, que comentou para a sala repleta de jornalistas: "Ela não está nada contente". A mulher que, sabe-se agora, era a esposa do correspondente-chefe da secção de futebol do The Herald, tentou de novo a sua sorte pouco depois.

"Por favor, pode parar de interromper a minha conferência de imprensa", disse Lennon ao atender novamente a chamada. "Daqui fala Neil Lennon". Quando a mulher voltou a desligar, pela segunda vez, o treinador virou-se para o dono do telefone e acrescentou: "Não vais sair hoje à noite, Michael".

Última actualização: 25-01-13 16.53CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=1913712.html#feitos+assinalaveis+herois+boas+accoes

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.