O "site" oficial do futebol europeu

Falcao, T'Pau e o adepto nº1 da Udinese

Publicado: Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012, 12.00CET
Radamel Falcao marcou cinco golos num jogo, Louis van Gaal mostrou um pouco da sua cultura musical e um adepto da Udinese esteve no centro das atenções, eis as histórias da semana.
Falcao, T'Pau e o adepto nº1 da Udinese
Arrigo Brovedani: o exército de um jogador da Udinese em Génova ©Getty Images

Especiais UEFA.com

Desforras: Recuperações sonantes à quarta jornada
  • Desforras: Recuperações sonantes à quarta jornada
  • Masterclass: Dzagoev e o passe decisivo
  • Melhores golos de Messi na UEFA Champions League
  • Melhores golos de Ronaldo na UEFA Champions League
  • Buffon elogiado ao cumprir 500 jogos pela Juve
  • Melhores marcadores da UEFA Youth League
  • Real Madrid mais forte que o Barcelona
  • Factos e números da UEFA Europa League
  • Onde classifica o golo de Lamela na Europa League?
  • Chuva de golos: O melhor da terceira jornada
1 de 10
Publicado: Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012, 12.00CET

Falcao, T'Pau e o adepto nº1 da Udinese

Radamel Falcao marcou cinco golos num jogo, Louis van Gaal mostrou um pouco da sua cultura musical e um adepto da Udinese esteve no centro das atenções, eis as histórias da semana.

Jogador: Falcao (Club Atlético de Madrid)
Ao dar o seu melhor para não ser ofuscado por aquele pequeno argentino que joga no FC Barcelona, Falcao tornou-se apenas no segundo avançado do Atlético a apontar cinco golos num jogo da Liga espanhola, após o brasileiro Vavá, em 1958. "Marquei quatro pelo FC Porto frente ao Villarreal [na segunda mão das meias-finais da edição 2010/11 da UEFA Europa League], mas nunca cinco num jogo profissional", explicou o internacional colombiano, de 26 anos, depois de os seus golos terem ajudado os "colchoneros" a somar uma vitória caseira sobre o RC Deportivo La Coruña, por 6-0, no domingo. "Enquanto miúdo, em Bogotá, claro que o fiz, mas isto é inesquecível". Os golos de Falcao elevaram para 31 o seu total no campeonato em 2012, mais três que o anterior melhor registo do clube, estabelecido por Diego Forlán em 2009.

Equipa: Bradford City AFC
A derrota do Arsenal FC frente ao Bradford City, da quarta divisão, nos quartos-de-final da Taça da Liga inglesa, aumentou ainda mais a tristeza no conjunto de Arsène Wenger, apesar da avaliação do treinador, que disse que a derrota de terça-feira em Yorkshire, por 3-2, nos penalties, após empate a um golo, não foi uma humilhação para os seus jogadores. "Sentimo-nos envergonhados quando não damos o nosso melhor", afirmou. "Penso que eles ficarão mais desiludidos e frustrados". De forma notável, foi o nono triunfo consecutivo dos "Bantams" no desempate por penalties, com a celebridade local, o mágico Dynamo, desejoso de receber crédito por ter obrigado os "gunners" a capitularem com o poder da sua mente. "Gostaria de pensar que o penalty falhado pelo Thomas Vermaelen possa ter algo a ver comigo", explicou a estrela de 29 anos.

Golo: Dmitri Payet (LOSC Lille)
O avançado de 25 anos marcou através de um espectacular remate em arco frente ao Toulouse FC, na terça-feira. "Marcamos grandes golos", disse, com um sorriso, após a vitória caseira do Lille por 2-0, a contar para a Ligue 1. "É bom. Ultimamente, estávamos mais habituados a acertar nos ferros da baliza".

Número: 88
Ele está banido das Escolhas da Semana, mas sabem quem é e quantos golos marcou em 2012, e como quebrou o recorde de 85 golos de Gerd Müller, alcançado em 1972. A lenda do FC Bayern München – que, foi revelado esta semana, esteve perto de assinar pelo Barcelona, até uma alegada interferência política ter levado o clube a optar por Johan Cruyff – ficou feliz por ver o seu recorde quebrado. "O meu recorde durou 40 anos – 85 golos em 60 jogos. Agora, o melhor jogador do Mundo quebrou-o", disse o ex-jogador, de 67 anos. "Estou satisfeito por ele. É um jogador incrível, enorme".

Frase
"Haverá desempate hoje? Não. É um jogo a eliminar? Não."
O actor Robert Duvall não conseguiu compreender as regras do jogo, após acompanhar Tom Cruise no derby de Manchester, no domingo passado.

Melhor defesa na Europa: FK Grbalj
O FC Bayern München tem o direito de sentir-se convencido, já que lidera o campeonato alemão, com apenas seis golos sofridos em 16 jogos da Bundesliga, mas ficou a saber-se que não é a defesa menos batida no futebol europeu. Essa honra pertence a uma equipa que ocupa o quinto lugar da Primeira Liga montenegrina – o Grbalj, da vila de Radanovici – com seis golos sofridos em 17 jogos, o que significa que sofre um golo a cada 255 minutos. Em Novembro, o guarda-redes Mileta Radulović quebrou um recorde do campeonato, ao não sofrer golos durante nove jogos consecutivos. "Estou muito orgulhoso", disse o treinador do Grbalj, Aleksandar Nedović, de 34 anos, eleito Jogador Montenegrino do Ano em 2007. "No entanto, não somos uma equipa defensiva. Durante a minha carreira como jogador, apercebi-me que um bom desempenho defensivo é o mais importante. Estou feliz por os meus jogadores terem levado essa ideia para dentro de campo".

Adepto nº1: Arrigo Brovedani (Udinese Calcio)
O empresário vinícola Brovedani tem recebido elogios de toda a Europa por ter sido o único adepto da Udinese a marcar presença no jogo da sua equipa frente à UC Sampdoria, na Serie A, esta segunda-feira. O tempo frio e a longa viagem até Génova – para além de o jogo ter sido transmitido na televisão – garantiram uma noite tranquila para os "stewards" encarregues de controlar os adeptos visitantes no Stadio Luigi Ferraris. Com a bancada por sua conta, Brovedani viu a sua equipa ganhar por 2-0, e inclusive festejou o segundo golo com o capitão Antonio De Natale. "Foi estranho ser a única pessoa na bancada reservada aos visitantes", disse. No entanto, enquanto os adeptos da casa saudaram o seu empenho – o capitão da Sampdória, Daniele Gastaldello, deu a sua camisola a Brovedani após o fim jogo – Brovedani admitiu: "Estava em Génova para uma reunião de trabalho. Foi mera coincidência a Udinese jogar na cidade ao mesmo tempo".

Dilema: Dave Webber (Dolgellau Athletic FC)
Numa idade em que os seus colegas estão concentrados em namoradas e aulas de condução, Webber, um estudante universitário, foi escolhido para treinar o Dolgellau, da terceira divisão do País de Gales – e o clube afirma que é o técnico mais jovem a orientar uma equipa principal no futebol britânico. A sua equipa ocupa o último lugar da classificação, sendo que os seus primeiros três jogos no cargo terminaram com derrotas, mas o jovem de 19 anos disse: "Não é o pior conjunto de jogadores no campeonato, mas jogam como a pior equipa". Com pelo menos um dos elementos do plantel a ter o dobro da sua idade, por vezes Webber encontra-se do lado errado da diferença geracional. "Treino jogadores mais velhos do que eu e eles continuam a dizer-me o que fazer", concluiu.

Alegria natalícia: Nikica Jelavić (Everton FC)
A interpretação assombrosa da canção Jingle Bells por parte de Aleksandar Kolarov, num vídeo do Manchester City FC, provocou sorrisos dissimulados, mas, em Merseyside, o avançado croata Jelavić apercebeu-se que a sua cantoria natalícia, num anúncio à loja do Everton, pode ter sido um bom presságio. No vídeo vê-se um jovem adepto a desembrulhar um presente gigante, descobrindo que é Jelavić. No espaço de poucas horas após o seu lançamento, o jogador de 27 anos pôs fim a um jejum de quatro jogos, ao marcar o golo da vitória, ao cair do pano, do Everton sobre o Tottenham Hotspur FC, por 2-1, no domingo. O Liverpool Echo escreveu: "Seja num vídeo no YouTube ou em Goodison Park, Jelavić tem sempre potencial para surpreender – e deu a sua própria prenda festiva, catapultando o Everton para o quarto lugar da Premier League".

DJ de sucesso: Louis van Gaal (Holanda)
O antigo treinador de AFC Ajax e FC Barcelona, de 61 anos, inesperadamente revelou uma faceta desconhecida na segunda-feira, ao ser um dos apresentadores de uma emissão das 1000 Melhores Canções de Sempre, da Radio Veronica, revelando as suas preferências musicais. "Prefiro canções em holandês, porque automaticamente ficamos a perceber o sentido da letra", explicou Van Gaal, que também gosta do francês Charles Aznavour, Neil Diamond, Viva La Vida (dos Coldplay) e as canções dos Queen – especialmente We Are The Champions e Barcelona, dueto de Freddie Mercury com Montserrat Caballé. Foi um pouco mais vago em relação aos seus conhecimentos sobre música pop dos anos 80, comentando, a propósito do êxito de 1987 de T'Pau, China In Your Hand: "É uma boa canção. Pena ter tido apenas um sucesso". Então e Heart And Soul, Louis? Ou Valentine?.

Última actualização: 14-12-12 9.51CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=1906926.html#falcao+tpau+adepto+udinese

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.