O "site" oficial do futebol europeu

Rose e a maldição do Real

Publicado: Sexta-feira, 16 de Abril de 2010, 3.10CET
O jovem médio do Tottenham, Danny Rose, teve uma estreia memorável no campeonato inglês, numa semana em tudo correu bem ao Marselha e o número dez voltou a assombrar o Real.
por Paul Saffer
Rose e a maldição do Real
Danny Rose (ao centro) festeja o seu golo pelo Tottenham no derby londrino ©Getty Images

Especiais UEFA.com

Onde classifica o golo de Lamela na Europa League?
  • Onde classifica o golo de Lamela na Europa League?
  • Penalties: Como marcá-los e onde colocar a bola
  • Roma em ascensão impressiona Alonso
  • Benatia pronto para regresso emocional a Roma
  • Masterclass: Džeko ensina a cabecear
  • Melhores marcadores das qualificações europeias
  • Escolhas da Semana do Futebol
  • Dez coisas sobre Robbie Keane
  • A idade não importa para o jovem Ødegaard
  • Raţ pronto para centena de jogos pela Roménia
1 de 10
Publicado: Sexta-feira, 16 de Abril de 2010, 3.10CET

Rose e a maldição do Real

O jovem médio do Tottenham, Danny Rose, teve uma estreia memorável no campeonato inglês, numa semana em tudo correu bem ao Marselha e o número dez voltou a assombrar o Real.

Jogador: Danny Rose (Tottenham Hotspur FC)
O treinador dos "spurs", Harry Redknapp, optou por estrear na Premier League o médio Rose, de 19 anos, na recepção ao rival Arsenal FC. O Tottenham precisava de vencer para manter aspirações a estar presente na próxima edição da UEFA Champions League, bem como impedir o vizinho londrino de chegar ao título. E logo aos dez minutos, Rose estava atento, a 25 metros da baliza, para aproveitar um alívio do guardião do Arsenal, Manuel Almunia, no seguimento de um canto. O médio internacional Sub-21 encheu o pé esquerdo e disparou fulminante, de primeira, levando a bola a atravessar a multidão de jogadores que estava na área e a passar por entre as mãos do guarda-redes espanhol. O Tottenham venceu por 2-1 e Redknapp disse: "Foi um golo maravilhoso, que ele nunca vai esquecer".

Equipa: Olympique de Marseille
O Marselha não vence o campeonato francês desde que o título da época 1992/93 lhe foi retirado, mas depois de uma semana perfeita, esse longo jejum pode estar perto do fim. Vários dos seus principais rivais na renhida corrida ao título da Ligue 1 tiveram deslizes no fim-de-semana, permitindo ao OM consolidar o primeiro lugar no domingo, com uma vitória por 4-1 em casa do OGC Nice. Depois, na quarta-feira, o golo de Stéphane Mbia, aos 88 minutos, valeu ao Marselha um triunfo por 1-0 frente ao FC Sochaux-Montbéliard, e a equipa de Didier Deschamps tem mais cinco pontos do que o segundo classificado, a seis jornadas do fim.

Golo: Javi Martínez (Athletic Club)
O Athletic ambiciona participar na UEFA Champions League e Martínez mostrou credenciais para isso, quando fez o terceiro golo dos bascos na vitória por 4-1 sobre o UD Almería, no fim-de-semana. Partiu do flanco esquerdo, entrou na área e, com três defesas pela frente, passou por todos eles com classe, num curto espaço de terreno, para terminar a jogada com um remate junto ao poste direito da baliza do guarda-redes Diego Alves.

Citação: Claudio Ranieri (AS Roma)
"O Inter sentiu a nossa proximidade durante várias jornadas e agora é chegada a altura de dar o salto". Estas declarações do treinador da Roma aconteceram antes do fim-de-semana. E, na noite de domingo, a Roma já tinha ultrapassado o FC Internazionale Milano na classificação, a primeira vez, em quatro anos, que os "nerazzurri" não ocupam a liderança da Serie A com mais de 11 jornadas disputadas.

Número: 10 (Real Madrid CF)
No sábado passado, as esperanças do Real em conquistar a Liga sofreram um sério revés com a derrota caseira frente ao FC Barcelona, por 2-0. Mas vendo bem, o número 10 não costuma trazer boas recordações, já que o Real foi eliminado na UEFA Champions League pelo Olympique Lyonnais no dia 10 de Março, e da Taça de Espanha, pelo AD Alcorcón, no dia 10 de Novembro. E qual é o número da camisola de Lionel Messi?

Carácter único: Jonathan Legear (RSC Anderlecht)
Legear tem sido fonte de inspiração para a mais do que provável conquista do campeonato belga por parte do Anderlecht. E as competições europeias são mesmo o que o extremo de 23 anos precisa, já que a Bélgica é demasiado pequena para um homem com os seus gostos sofisticados. "Prefiro usar roupas que mais ninguém usa, e é por isso que não faço compras na Bélgica", disse. "Vou a Amesterdão, Maastricht ou Paris. Gosto de ter coisas que mais ninguém tem. Tal como o meu carro. É um BMW X6, mas no interior fiz muitas alterações, que o tornam único. Quero ser eu próprio e não cruzar-me com alguém que se pareça comigo. Quando a minha mãe vê o meu guarda-roupa diz sempre que sou pior que uma mulher". E existem poucas coisas piores que isso, certo?

A ferro e fogo: Ross County FC
O Ross, equipa da segunda divisão, surpreendeu o Celtic FC, ao vencer por 2-0 no sábado, apurando-se para a sua primeira final da Taça da Escócia. Nada mau para uma equipa cuja cidade, Dingwall, tem uma população que é um décimo da capacidade de Hampden Park, que leva 50 mil espectadores. No entanto, o êxodo para Glasgow acabou por deixar a histórica localidade do Norte do país quase deserta. O Serviço de Incêndio e Salvamento das Terras Altas e Ilhas recebeu uma queixa, já que a partir das 19h00 de sábado não estavam de serviço bombeiros sedeados em Dingwall. No entanto, Richard Durham, vereador local e membro da Direcção do Serviço de Incêndio e Salvamento das Terras Altas e Ilhas, disse: "Apesar de todo o regimento de Dingwall ter ido ao jogo, em caso de incêndio teria havido ajuda por parte de outros quartéis próximos".

Arte: Cesc Fàbregas, Wayne Rooney & Cia.
Antes de o Arsenal receber o Barcelona, Arsène Wenger disse: "Acredito que quando se faz alguma coisa, seja escrever, dançar ou jogar futebol, se for feito ao melhor nível, torna-se arte". E como os artistas não devem confinar a sua inspiração a apenas um meio, mais de 40 jogadores e treinadores da Premier League, entre eles Fàbregas, Rooney e Alex Ferguson, doaram auto-retratos para um livro, destinado a fins de solidariedade, intitulado "A Arte do Futebol", leiloado na noite de segunda-feira, por 36.500 euros. A Premier League está a exibir os desenhos no seu site oficial e pediu a Emma Bache, especialista em Grafologia, para os analisar. E esta elogiou Rooney da seguinte forma: "Ele pode não ser conhecido pelas capacidades para as artes plásticas, mas a forma como fez o seu retrato recorda-me o estilo de Picasso".

O salvador: Ventsislav Stefanov (PFC Slavia Sofia)
O presidente do clube, Ventsislav Stefanov, estava a assistir ao jogo da equipa de juniores frente ao PFC Levski Sofia quando Radomir Nikov, jogador do Slávia, desmaiou no relvado. O jogo continuou a decorrer, mas Stefanov não perdeu tempo a socorrer Nikob, que estava inconsciente, evitando o pior. "Vi o nosso jogador a desmaiar e nem pedi autorização ao árbitro para entrar em campo para o ajudar", disse Stefanov. "Não hesitei. Mas num momento como este, faria o mesmo por qualquer outra pessoa, não apenas por um jogador do Slávia".

Quebra-recordes: AFC Aldermaston
A pacata aldeia de Aldermaston, no Sul da Inglaterra, é conhecida por ser o local onde está situado o aterro nuclear do Reino Unido, mas a sua equipa tem sido tudo menos perigosa esta época. De facto, o AFC Aldermaston, da décima divisão, estabeleceu um recorde indesejável, depois de perder 40 jogos consecutivos, a pior série na história do futebol sénior britânico. A isso não deve ser alheia a pausa forçada, de mais de um mês, devido à neve. Estranhamente, depois de ter quebrado o recorde anterior, de 39 jogos, na passada quinta-feira, o Aldermaston regressou ao momento de forma antigo dois dias depois, ao empatar 1-1 em casa com o Warminster Town FC. Adie Heath, que foi nomeado treinador há cinco semanas, disse: "É um recorde que ninguém deseja ter, mas acho que foi uma chamada de atenção para o clube. Estamos desejosos que esta época chegue ao fim, para começarmos do zero a partir do Verão".

Última actualização: 16-04-10 15.34CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=1477082.html#rose+maldicao+real

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.