O "site" oficial do futebol europeu

Portugal sempre a crescer

Publicado: Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015, 13.20CET
O futebol chegou a Portugal na segunda metade do século XIX e tem-se desenvolvido desde então.
Portugal sempre a crescer
Cristiano Ronaldo ergue o troféu Henri Delaunay após a vitória de Portugal no UEFA EURO 2016 ©Getty Images
Publicado: Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015, 13.20CET

Portugal sempre a crescer

O futebol chegou a Portugal na segunda metade do século XIX e tem-se desenvolvido desde então.

O futebol foi trazido para Portugal, na segunda metade do século XIX, por jovens lusos educados nas melhores escolas de Inglaterra e por súbditos de Sua Majestade que trabalhavam nas principais cidades portuguesas. Os registos mais credíveis dizem que o primeiro jogo disputado em Portugal decorreu em Cascais, em Outubro de 1888.

Os primeiros movimentos associativos tendo em vista a criação de competições e a estruturação do futebol nacional tiveram lugar na primeira década do século XX, com a primeira associação regional – a Associação de Futebol de Lisboa – a ser fundada em 1910. Nessa altura, contava apenas com três clubes filiados: Sport Clube Campo de Ourique, Sport Clube Império e Sport Lisboa e Benfica. Dois anos depois, já outras duas associações haviam sido fundadas: as de Portalegre e do Porto.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) – nome oficial desde 28 de Maio de 1926 –  ganhou vida sob a denominação de União Portuguesa de Futebol (UPF), entidade fundada a 31 de Março de 1914 após iniciativa das três associações regionais existentes. Durante a I Guerra Mundial (1914-1918), as suas actividades resumiram-se à organização anual de jogos entre equipas representativas do Porto e de Lisboa, mas as suas ambições iam muito para além de tão redutor papel. O pedido de adesão da UPF à FIFA foi provisoriamente aceite em Agosto de 1914, mas a confirmação formal da filiação apenas surgiu em Maio de 1923. Só pouco depois foi adoptada a designação de Federação Portuguesa de Futebol, uma das entidades fundadoras da UEFA, em 1954.

O primeiro Campeonato de Portugal realizou-se em 1933, em Lisboa e no Porto. Um ano mais tarde, foi criado o campeonato nos moldes actuais, cuja primeira edição foi ganha pelo FC Porto. Desde então, o título tem sido conquistado por Sporting, Benfica e FC Porto, tendo Belenenses e Boavista conseguido romper, uma vez cada um, o monopólio dos chamados "três grandes".

O Benfica conquistou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em duas épocas consecutivas, ao vencer, em 1961, o FC Barcelona, por 3-2, e, no ano seguinte, o Real Madrid CF, por 5-3. Ainda nos anos de 1960, o Sporting necessitou de uma finalíssima para impor-se, por 1-0, ao MTK Budapeste e triunfar na Taça dos Vencedores de Taças. A partir da década de 1980 assistiu-se à emergência do FC Porto, que, em 1987, venceu a Taça dos Clubes Campeões Europeus ao bater o FC Bayern München, por 2-1, em Viena. Na temporada seguinte, os "dragões" venceram a SuperTaça Europeia derrotando o AFC Ajax em duas mãos e, mais recentemente, conquistaram a Taça UEFA de 2003 com 3-2 frente ao Celtic FC e a UEFA Champions League de 2004 graças ao triunfo por 3-0 sobre o AS Mónaco FC na final realizada na Arena AufSchalke, em Gelsenkirchen.

A estreia da selecção portuguesa aconteceu a 18 de Dezembro de 1921, num jogo particular realizado em Madrid, frente à Espanha, no qual os anfitriões venceram por 3-1. O primeiro grande feito da selecção lusa foi o apuramento para o Torneio Olímpico de 1928, que teve lugar em Amesterdão, mas foi necessário esperar quase quatro décadas para se assistir a nova grande proeza de Portugal: o apuramento para o Campeonato do Mundo de 1966, onde alcançou o terceiro lugar, muito por força da capacidade concretizadora de Eusébio da Silva Ferreira, o "Pantera Negra". O dianteiro do Benfica, nascido em Moçambique, sagrou-se o melhor marcador da prova com nove tentos, quatro dos quais apontados na partida dos quartos-de-final, ante a Coreia do Norte.

Portugal voltou a qualificar-se para o Campeonato do Mundo em 1986, 2002, 2006 e 2010. Na prova que teve lugar na Alemanha, a selecção nacional juntou duas gerações de grande talento, lideradas cada uma delas por Luís Figo e Cristiano Ronaldo, ambos agraciados com o troféu de Melhor Jogador do Mundo da FIFA. Registam-se ainda seis presenças em fases finais de Campeonatos da Europa. A selecção lusa participou em cinco fases finais do Campeonato da Europa, tendo-se estreado com uma presença nas meias-finais do EURO ’84, onde perdeu, nas meias-finais,  com a vencedora (e anfitriã) França, por 3-2, após prolongamento.

Em 1996, 2000, 2008 e 2012 Portugal atingiu, respectivamente, os quartos-de-final, as meias-finais, os quartos-de-final e as meias-finais. Foi em solo luso que a selecção portuguesa atingiu o seu primeiro momento alto, com a chegada à final do UEFA EURO 2004, perdida para a Grécia. Apesar de tudo, o Europeu em Portugal foi uma competição única, com grandes espectáculos de futebol realizados em modernos estádios e sob um constante ambiente de festa que só o hospitaleiro povo português sabe oferecer.

O ano de 2016 foi memorável para a FPF. Primeiro, com a inauguração, em Março, da Cidade do Futebol, uma infra-estrutura de alto nível que inclui a sede da federação e instalações de treino para as selecções nacionais de Portugal. Depois, veio o sucesso a nível desportivo – a começar com a conquista do Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA, em Maio, seguido, dois meses mais tarde, pela vitória no UEFA EURO 2016, em França – o primeiro grande troféu de selecções de futebol erguido por Portugal, conquistado com um triunfo frente à anfitriã na final disputada no Stade de France, com uma equipa coesa orientada por Fernando Santos a crescer em estatuto e confiança ao longo do torneio. Outro feito inédito coube à selecção principal feminina com a qualificação para o UEFA Women's EURO 2017, garantindo assim a estreia em fases finais da prova.

Última actualização: 06-08-17 16.13CET

Informação relacionada

http://pt.uefa.com/insideuefa/member-associations/association=por/news/newsid=947361.html#portugal+sempre+crescer