O "site" oficial do futebol europeu

Olisadebe orgulhoso do sucesso polaco

Publicado: Terça-feira, 8 de Janeiro de 2013, 15.25CET
"Quem sabe? Talvez um dia regresse à Polónia, como treinador-adjunto", disse Emmanuel Olisadebe ao UEFA.com, após decidir pendurar as chuteiras aos 34 anos e enveredar pela carreira de treinador.
por Piotr Kozmiński
de Varsóvia
Olisadebe orgulhoso do sucesso polaco
Emmanuel Olisadebe festeja um dos seus golos favoritos com a camisola da Polónia ©AFP
Publicado: Terça-feira, 8 de Janeiro de 2013, 15.25CET

Olisadebe orgulhoso do sucesso polaco

"Quem sabe? Talvez um dia regresse à Polónia, como treinador-adjunto", disse Emmanuel Olisadebe ao UEFA.com, após decidir pendurar as chuteiras aos 34 anos e enveredar pela carreira de treinador.

O avançado Emmanuel Olisadebe, que ajudou a Polónia a apurar-se para o Campeonato do Mundo de 2002, anunciou a sua retirada, aos 34 anos, tendo agora como objectivo seguir uma carreira de treinador.

Nunca vou esquecer esta bela experiência. Foi muito importante para o povo polaco o apuramento para o Mundial, após um interregno de 16 anos
Emmanuel Olisadebe

Nascido em Warri, na Nigéria, a carreira de Olisadebe tomou um rumo inesperado quando trocou o Jasper United pelo KSP Polonia Warszawa, em 1997, com o seu sucesso no campeonato conquistado em 1999/2000 a incitá-lo a adquirir a cidadania polaca, o que aconteceu em Julho de 2000. Escolhido para a selecção pelo treinador Jerzy Engel, foi o melhor marcador da equipa na fase de qualificação para o Mundial de 2002, com oito golos, ajudando a formação do Leste da Europa a atingir a prova que decorreu na Coreia do Sul e no Japão.

"Estou muito grato à Polónia", disse Olisadebe ao UEFA.com. "Pode dizer-se que a minha carreira propriamente dita começou aqui, foi onde conheci a minha mulher e é o país que representei. Nunca vou esquecer esta bela experiência. Foi muito importante para o povo polaco o apuramento para o Mundial, após um interregno de 16 anos. E apesar de termos sido eliminados na fase de grupos, tenho boas memórias. Participar num torneio desta dimensão foi algo especial."

Os 25 jogos de Olisadebe pela Polónia incluem 11 golos, apesar de não ter dúvidas quanto ao seu preferido. "Como é óbvio, foi aquele frente aos Estados Unidos, no Mundial", disse. "Ganhámos por 3-1 e inaugurei o marcador nos instantes iniciais. Agora que vivo na Nigéria, consigo perceber o respeito que as pessoas nutrem por aqueles jogadores que participaram num Mundial e marcaram."

O sucesso na Polónia valeu a Olisadebe uma transferência para o Panathinaikos FC, em 2001, mas após duas boas temporadas – coroadas com mais um "golo favorito", no triunfo por 2-1 sobre o Arsenal FC, em Highbury –, várias lesões num joelho travaram a sua evolução. Com passagens por China, Chipre e vários outros clubes gregos, nunca mais voltou a evidenciar a boa forma do início de carreira, mas "Oli" não guarda rancores.

"Se não fossem as lesões no joelho, poderia ter feito melhor, mas ainda assim estou satisfeito com aquilo que alcancei", disse. "Sou um rapaz da Nigéria que conseguiu dar nas vistas na Europa e conseguiu singrar no futebol. Tenho vários momentos fantásticos na memória e isso ninguém me pode tirar. Agora gostaria de ser treinador – planeio ingressar num curso de treinadores este ano, em Lagos. Quem sabe? Talvez um dia regresse à Polónia, como treinador-adjunto."

Última actualização: 09-01-13 12.53CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/association=pol/news/newsid=1910827.html#olisadebe+orgulhoso+sucesso+polaco

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.