O "site" oficial do futebol europeu

Solskjær pronto para pôr teoria em prática

Publicado: Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011, 1.00CET
Após ter aprendido a arte de treinar junto de Alex Ferguson e Egil Olsen, Ole Gunnar Solskjær está pronto para seguir a solo e embarcar na primeira aventura como treinador principal ao leme do Molde.

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

Publicado: Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011, 1.00CET

Solskjær pronto para pôr teoria em prática

Após ter aprendido a arte de treinar junto de Alex Ferguson e Egil Olsen, Ole Gunnar Solskjær está pronto para seguir a solo e embarcar na primeira aventura como treinador principal ao leme do Molde.

Faltam ainda três meses para o arranque da nova temporada de futebol na Noruega, mas nas conversas que se vão escutando é já notória a ansiedade com que é aguardada a época de 2011.

O regresso de Ole Gunnar Solskjær, como treinador do Molde FK, fez com que a venda de bilhetes subisse em flecha no Molde Stadion e trouxe renovado interesse à Liga novamente dominada pelo Rosenborg BK. O antigo ponta-de-lança, de 37 anos, iniciou o seu primeiro trabalho como treinador principal sénior na segunda-feira e, dado o sucesso que alcançou com a camisola do Manchester United FC, é natural que aponte, desde já, à conquista de troféus. "Voltei de Inglaterra para conquistar a Liga norueguesa; acredito que conseguiremos chegar ao título enquanto estiver neste clube", afirmou.

Solskjær deixou o Molde em 1996 e fez de Old Trafford a sua casa, tendo entrado em definitivo para a história do United ao marcar um dos golos na emocionante vitória na final da UEFA Champions League de 1999. Uma lesão forçou-o a abandonar prematuramente os relvados, depois de ter conquistado o seu sexto título de campeão de Inglaterra ao serviço dos "red devils" em 2007. Orientava a formação de reservas do United desde 2008, até que atendeu à chamada do Molde.

Trabalhar ao lado de Alex Ferguson traz, naturalmente, enormes benefícios a um jovem técnico que dá os primeiros passos na profissão. "Tem sido extraordinário segui-lo de perto... Possui enorme entusiasmo, uma vontade de retirar sempre o melhor dos seus jogadores. Sempre a mesma mentalidade ganhadora... E, quando a equipa passa por dificuldades e perde um par de jogos consecutivos, nunca entra em pânico", destacou Solskjær ao UEFA.com.

"Ele acredita nos seus jogadores e no seu sistema, pois tem uma grande confiança nos seus adjuntos e na capacidade de julgamento destes. E isso é algo que só se adquire com a experiência. Tive um período muito, muito bom de aprendizagem. É um motivador fantástico, um extraordinário líder; julgo que sabe lidar melhor do que ninguém com as grandes estrelas. Aprendi bastante com ele ao longo dos últimos 14 anos e meio."

Oportunidade no United
O apetite voraz de Ferguson pelo trabalho contagiou inevitavelmente o seu jovem discípulo. "Prometi à minha mulher que ia voltar ao normal quando deixasse de jogar... mas Ferguson ofereceu-me trabalho logo 20 segundos depois", recorda Solskjær. "Eu disse: 'Não posso continuar a jogar futebol', e ele respondeu-me de imediato: 'Não te preocupes, és uma pessoa extraordinária, tiveste uma excelente grande carreira, porque não te juntas à minha equipa técnica?'. Apenas 20 segundos depois de ter posto fim à minha carreira de jogador, arranjei emprego. Pensei logo que se tratava de uma grande oportunidade e que iria ser fantástico para mim trabalhar ao seu lado todos os dias."

Solskjær poderá também, agora que abraça a carreira de treinador principal, aproveitar a experiência de ter trabalhado sob as ordens de Egil Olsen. O antigo ponta-de-lança integrou a selecção da Noruega orientada por Olsen que bateu o Brasil na fase final do Campeonato do Mundo de 1998 e, tal como Ferguson, também o antigo seleccionador norueguês impressionou Solskjær pela forma como tirava o melhor de cada jogador.

"Egil era fantástico a motivar os jogadores e a fazer com que eles acreditassem no seu calor. A sua forma de treinar era diferente de qualquer outra que conheci. Era, claro, bastante excêntrico, mas sempre muito directo: 'Se fizeres isto, vai correr tudo bem, mas se fizeres aquilo, não tens hipóteses'. Era sempre bastante específico."

"Só tinha de fazer o que ele me dizia. Fomos criticados por actuarmos de uma forma demasiado defensiva, apostando nas bolas longas, mas é preciso ter em conta os jogadores que tínhamos, o tempo que ele teve à frente da selecção e os resultados alcançados pela Noruega nos seus dois reinados como seleccionador; é incrível".

Solskjær não é o único antigo internacional norueguês a tirar partido dos conhecimentos de Olsen. Ståle Solbakken, que jogou ao lado de Solskjær na selecção principal da Noruega e que vai substituir Olsen no cargo de seleccionador principal do país após 2012, está a alcançar excelentes resultados ao leme do FC København. Solbakken acredita que o seu antigo colega tem o que é preciso para ser, também ele, bem sucedido no comando de uma equipa, embora alerte que talvez seja necessário algum tempo para que Solskjær se volte a habituar ao futebol norueguês.

Conselhos de Solbakken
"Ele tem, à maneira dele, de ser mais paciente com os jogadores que não tenham as mesmas capacidades técnicas e tácticas que tinham os do United, mas creio que ele terá perfeita noção disso", referiu Solbakken ao UEFA.com. "Penso que terá de dar tempo ao tempo e aos jogadores."

Solskjær, acrescenta Solbakken, não mudou muito desde os tempos em que fazia vibrar os adeptos dos clubes e selecção com os seus golos. "Ele é tal e qual como conheci na selecção nacional – tem uma excelente cabeça para o futebol, sempre com os pés bem assentes na terra, e teve, provavelmente, em Ferguson o melhor mentor com que poderia sonhar", destacou o actual técnico do Copenhaga.

"Ele sabe como pensam os jogadores e se se juntar tudo isso e se lembrar a pressão que viveu ao alinhar num clube como o Manchester United, estou certo de que terá um grande futuro pela frente como treinador." Os adeptos do Molde, em correria desenfreada para as bilheteiras, esperam que seja verdade.

Conteúdos relacionados
Tive um período muito, muito bom de aprendizagem. É um motivador fantástico, um extraordinário líder
Ole Gunnar Solskjær sobre Alex Ferguson
Ele é tal e qual como conheci na selecção nacional – tem uma excelente cabeça para o futebol, sempre com os pés bem assentes na terra, e teve, provavelmente, em Ferguson o melhor mentor com que poderia sonhar
Ståle Solbakken
Última actualização: 17-02-12 4.41CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/memberassociations/association=nor/news/newsid=1585197.html#solskjær+pronto+para+teoria+pratica

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.