Parlamento Europeu no combate à viciação de resultados

O Presidente da UEFA, Michel Platini, felicitou o Parlamento Europeu, após os seus deputados terem apoiado as pretensões da UEFA nas áreas das apostas e da viciação de resultados, numa votação em Estrasburgo.

O Parlamento Europeu apoiou as mais recentes pretensões da UEFA no que concerne a apostas e viciação de resultados
O Parlamento Europeu apoiou as mais recentes pretensões da UEFA no que concerne a apostas e viciação de resultados ©AFP

O Parlamento Europeu apoiou esta terça-feira todas as pretensões mais importantes defendidas pela UEFA quanto às áreas de apostas e viciação de resultados, após uma votação na sessão plenária do Parlamento Europeu, que decorreu em Estrasburgo.

O Presidente da UEFA, Michel Platini, disse: "Estou muito feliz com este relatório e gostaria de felicitar o Parlamento Europeu por permanecer firmemente ao lado da UEFA e contra os poderes criminais que procedem à viciação de resultados na Europa. Através do trabalho conjunto podemos acabar com a maior ameaça ao futuro deste desporto na Europa."

A resolução, votada pelos deputados do Parlamento Europeu, solicita medidas para a protecção da integridade do desporto através da cooperação entre organizações desportivas e entidades políticas relevantes, reconhece a mais-valia que uma abordagem pan-europeia pode trazer à área das apostas on-line e recomenda especificamente a penalização das fraudes relacionadas com as apostas ilegais, como ofensa criminal, por toda a Europa.

A resolução do Parlamento Europeu sobre as apostas ilegais apela ao reconhecimento dos direitos de propriedade das organizações desportivas, em relação às competições que organizam, através de um retorno financeiro justo proveniente das organizações de apostas. A França é o primeiro país na Europa a ter incluído este direito na sua legislação. Pretende-se que, em suma, estas medidas assegurem a cooperação entre organizadores de eventos desportivos e as empresas de apostas, o que levará a uma maior transparência, melhor monitorização e mecanismos de controlo, e que possam ajudar no combate à lavagem de dinheiro através das apostas.

A Comissão Europeia adoptara em Março um livro verde sobre apostas no mercado interno, que levou a um processo de consulta sobre, entre outros pontos, a viciação de resultados. A resolução votada esta terça-feira alinha o Parlamento Europeu com o livro verde da Comissão.

O Parlamento Europeu é o mais recente órgão político a unir-se aos esforços da UEFA no combate à viciação de resultados. O Conselho da Europa adoptou uma resolução sobre a viciação de resultados em Setembro. O Presidente da UEFA também se dirigiu sobre este assunto aos ministros do Desporto da União Europeia durante a sua reunião em Outubro, em Cracóvia. A presidência polaca da União Europeia pretende incluir o combate à viciação de resultados nas suas conclusões, mais perto do final do ano.