O "site" oficial do futebol europeu

Estádios e segurança

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...

Documentos

Calendário

Nunca é apenas mais uma semana nas competições da UEFA. A cada semana, dezenas de adeptos deslocam-se para jogos da UEFA em busca de entretenimento, com partidas de futebol emocionantes. Estes adeptos são a essência do futebol. Devem poder desfrutar da atmosfera festiva e celebração sem preocupações acerca da sua segurança ou bem-estar.

Não obstante, qualquer evento desportivo de massas acarreta riscos e desafios. A segurança de espectadores e de todos os envolvidos deve por isso vir em primeiro lugar. Mas preservar este princípio depende do trabalho conjunto da UEFA com federações nacionais, clubes, proprietários de estádios e directores, autoridades nacionais e locais e polícia, para garantir condições seguras e acolhedoras para todos os jogos de futebol organizados na Europa.

Dentro da UEFA, a unidade de estádios e segurança da UEFA tem a tarefa de garantir que esta parceria europeia entre governo, polícia e clubes é forte e capaz de lidar com os vários desafios relacionados com estádios e segurança. A parceria europeia está agora bem evidente a nível estratégico, em operações em dia de jogo a nível local e no apoio prestado aos organizadores de jogos da UEFA.

Desenvolvimento estratégico
O melhor lugar para se ver o que há de novo no campo da segurança no futebol é a conferência anual UEFA/UE, que se realiza todos os anos no início de cada época. Esta conferência reúne oficiais de segurança das federações nacionais, directores de segurança de estádios, oficiais de segurança de clubes e representantes da polícia de todos os clubes europeus que se apuraram para a UEFA Champions League e a Europa League da próxima época.

Mais de 350 delegados analisam a época anterior, trocam boas práticas e discutem preparativos para os próximos jogos. A elevada afluência reflecte a cada vez maior abrangência dos assuntos de segurança e a importância que a eles é atribuída por autoridades e família do futebol por toda a Europa. A última conferência teve lugar em Bucareste, em Setembro de 2016.

Os eventos futebolísticos nunca devem resultar em tragédia humana. Movida pelos horrores de tragédias anteriores em estádios, a promessa de garantir segurança no futebol europeu tem sido seguida por uma estratégia pan-europeia partilhada por todos os parceiros-chave europeus. A UEFA, União Europeia e Conselho da Europa trabalham juntos em várias estratégias e no financiamento de iniciativas no campo da segurança no futebol. A UEFA é parceiro fundador do programa de trabalho conjunto UEFA/UE, em vigor desde 2007. Em 2010, o Comité Executivo da UEFA e o Conselho de Ministros da UE aprovaram a melhoria do programa para os anos seguintes. Esta parceria internacional público-privada entre governos e autoridades desportivas é único no seu género e abrangência.

O contributo da UEFA para a parceria é representar os interesses da família do futebol na segurança na modalidade, ao mesmo tempo que estimula todos aqueles preocupados em prevenir incidentes, cumprir regulamentos de segurança e assegurar policiamento e vigilância adequados.

A unidade de estádios e segurança da UEFA acolhe painéis de peritos em construção e gestão de estádios, bem como na área da segurança, para garantir que as melhores práticas actuais estão disponíveis para a UEFA e os seus parceiros, e que este conhecimento é reflectido nos regulamentos da UEFA.

Juntamente com o Comité de Estádios e Segurança da UEFA, a unidade desenvolveu os regulamentos de Infra-estruturas dos Estádios e Segurança da UEFA, pelos quais se regem as competições europeias. Desta forma, a UEFA promove e assegura que todos os locais e clubes mantêm os padrões elevados para receberem jogos europeus. Em 2010, a Unidade publicou os recentemente revistos regulamentos de Infra-estruturas de Estádios.

A unidade publicou uma série de boas práticas em relação a estádios e segurança, que vão desde a organização segura de torneios da UEFA (guia do UEFA EURO 2004), a organização da segurança de finais da UEFA (orientação Multimédia, 2008), o guia de boas práticas Acesso para Todos, da UEFA e do CAFE (2011), entre vários outros tópicos.