Montenegro

MontenegroFederação de Futebol do Montenegro

O "site" oficial do futebol europeu

Montenegro dá cartas

Montenegro tornou-se membro da UEFA apenas em 2007, mas existem já imensos sinais promissores.
Montenegro dá cartas
Stevan Jovetić (Montenegro) ©AFP/Getty Images

Montenegro dá cartas

Montenegro tornou-se membro da UEFA apenas em 2007, mas existem já imensos sinais promissores.

A 8 de Março de 1931, em Cetinje, capital histórica do Montenegro, foi fundada a Federação de Futebol de Cetinje, organização que operou sob a alçada da Federação Jugoslava de Futebol como um dos dez órgãos responsáveis pelo futebol no Reino da Jugoslávia.

Entre essa data de fundação e o começo da II Guerra Mundial, encontravam-se registados no Montenegro 105 clubes. Dos cinco que venceram o campeonato montenegrino até 1941, três ainda existem: o FK Budućnost Podgorica, FK Arsenal (oriundo de Tivat) e FK Lovćen (de Cetinje). Fundado em 1913, o Lovćen é mesmo um dos mais antigos emblemas dos Balcãs.

O fim do conflito mundial trouxe alterações à gestão do futebol montenegrino, então a mais pequena das seis repúblicas que constituíam a República Socialista Federal da Jugoslávia, surgindo o Conselho de Futebol do Montenegro a 5 de Agosto de 1945. Mais tarde, a 6 de Dezembro de 1948, tornou-se na Federação Montenegrina de Futebol (Fudbalski savez Crne Gore – FSCG) e a entidade continuou em função debaixo da alçada da federação jugoslava.

Depois de conquistar o campeonato local em 1946, ao levar a melhor sobre Lovćen, FK Sutjeska (oriundo de Niksic) e Arsenal, o Budućnost Podgorica teve oportunidade de disputar a primeira edição pós-guerra do escalão principal da Liga jugoslava, em 1946/47, e acabaria mesmo por se afirmar como a mais bem sucedida formação montenegrina da era jugoslava. Duas vezes finalista da Taça da Jugoslávia, o Budućnost viu-se derrotado (2-1) pelo Dinamo Zagreb em 1965 e pelo HNK Hajduk Split (2-0) em 1977. O Sutjeska foi a única outra equipa do Montenegro a disputar o primeiro escalão da Liga jugoslava e, tal como o Budućnost, chegou a jogar na Taça Intertoto anos mais tarde.

Os clubes do Montenegro, e o Budućnost em particular, eram talvez mais reconhecidos como fornecedores de bons jovens jogadores para as principais formações jugoslavas. Dejan Savićević e Predrag Mijatović foram dois dos mais notáveis exemplos. Savićević conquistou duas Taças dos Clubes Campeões Europeus, uma no FK Crvena zvezda em 1991 e outra pelo AC Milan, em 1994. Mijatović apontou o golo da vitória na final da UEFA Champions League de 1998, que deu ao Real Madrid CF o seu primeiro título de campeão europeu em 32 anos. Entre outros talentos de nível internacional formados no Budućnost encontram-se nomes como Branko Rašović, Zoran Filipović, Ante Miročević, Branko e Dragoljub Brnović, Dragoje Leković e Željko Petrović.

Após o desmembramento da República Socialista Federal, o Montenegro passou a integrar a Jugoslávia, antes de esta passar a ser formada apenas pela união entre Sérvia e Montenegro. Ao longo desse período, mais formações montenegrinas disputaram o escalão principal, com destaque para o FK Zeta. O conjunto oriundo de Golubovci atingiu a segunda pré-eliminatória da Taça UEFA em 2005 e disputou a Taça Intertoto em 2006. O Zeta foi, também, o primeiro campeão do Montenegro como estado independente, depois de o país ter ganho esse estatuto depois de um referendo realizado em 2006. O Zeta venceu o campeonato dessa temporada de 2006/07, composto por 12 equipas, organizado sob a égide da agora autónoma Federação Montenegrina de Futebol (FSCG), que passou a integrar a lista de membros da UEFA e da FIFA a partir de 26 de Janeiro e 29 de Maio de 2007, respectivamente.

Pelo meio, entre essas duas datas históricas, a selecção do Montenegro estreou-se a nível internacional, num encontro amigável em que bateu a Hungria, por 2-1, em 24 de Março de 2007. Mirko Vučinić e Igor Burzanović apontaram os golos da selecção montenegrina orientada por Zoran Filipović. Montenegro estreou-se em jogos oficiais na fase de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2010, numa partida frente à Bulgária, em Podgorica, a 6 de Setembro de 2008, cujo resultado terminou empatado a dois golos. A primeira vitória em encontros oficiais surgiu a 10 de Outubro de 2009, por 2-1, sobre a Geórgia. Com uma selecção composta por talentos como o ponta-de-lança Mirko Vučinić e Stevan Jovetić, a selecção alcançou o "play-off" do UEFA EURO 2012, onde foi afastada pela República Checa. Este foi o maior feito alcançado até agora pela selecção principal montenegrina, terceira classificada no respectivo grupo de qualificação para o Campeonato do Mundo da FIFA de 2014 e quarta no apuramento para o UEFA EURO 2016.

https://pt.uefa.com/insideuefa/member-associations/association=mne/news/newsid=948782.html#montenegro+cartas

Passar ao topo  

Presidente

 

Dejan Savićević

Dejan Savićević

Nacionalidade: Montenegrina
Data de nascimento: 15 de Setembro de 1966
Presidente da Federação desde: 2004

• Nomeado o melhor jogador da história do Montenegro, Dejan Savićević começou a carreira no FK Budućnost Podgorica, mas afirmou-se definitivamente na equipa do FK Crvena Zvezda que venceu a Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1990/91. A visão de jogo que exibia nos relvados levou o médio-ofensivo a ser contratado pelo AC Milan, ao serviço do qual marcou um dos golos no triunfo sobre o FC Barcelona, por 4-0, na final da UEFA Champions League de 1993/94.

• Tendo terminado a carreira no FK Austria Wien, o jogador 56 vezes internacional pelo seu país orientou a selecção da Sérvia e Montenegro entre 2001 e 2003. Foi eleito presidente da Federação de Futebol do Montenegro (FSCG) em 2004 e foi durante o seu reinado que a organização se tornou membro da FIFA e da UEFA, como nação independente, em 2007. Foi eleito membro do Conselho da FIFA em Abril de 2017.

• "Vou sempre escutar os clubes, os jogadores e os treinadores, mas também vou exigir que respeitem as regras e o 'fair-play'. Esta vai ser a minha prioridade a nível nacional", disse Savićević, reeleito em Julho de 2017 para um quinto mandato até de 2021.

Secretário-Geral

 

Momir Djurdjevac

Momir Djurdjevac

Nacionalidade: Montenegrino
Data de nascimento: 5 de Abril de 1962
Secretário-geral da federação desde: 2001

• Momir Djurdjevac formou-se em Jornalismo na Universidade de Ciência Política de Sarajevo, em 1986.

• De 1987 a 2001, trabalhou na estação de televisão do Montenegro (RTCG) antes de tornar-se Secretário-geral da federação de futebol daquele país (FSCG), na altura ainda parte integrante da federação de futebol da Sérvia e Montenegro.

• É membro do Comité Executivo da UEFA. "Como nação pequena e jovem do futebol, ainda estamos em fase de desenvolvimento", disse Djurdjevac, acrescentando: "Mas estamos na direcção certa, com grandes passos em frente, ajudando os nossos clubes a melhorar as suas instalações e dando a melhor assistência possível às nossas selecções."

Dados da Federação

  • Fundação: 1931
  • Afiliação à UEFA: 2007
  • Afiliação à FIFA: 2007
  • Morada: Ulica "19. decembra" 13 81000 PODGORICA
  • Telefone: +382 20 445 609
  • Fax: +382 20 445 640

Coeficiente de clubes por país

PaísClubesPts
42EstóniaEstónia0/45.500
43LituâniaLituânia0/45.375
44MontenegroMontenegro0/45.000
45GeórgiaGeórgia0/45.000
46ArméniaArménia0/44.875
Última actualização: 03/11/2017 09:38 CET

Palmarés das Selecções Nacionais

Nenhum troféu

Competições domésticas

Liga do Montenegro 2017

ClubesJPts
1FK Sutjeska1539
2FK Budućnost Podgorica1528
3FK Zeta1520
4OFK Grbalj1520
5FK Kom1519
6FK Mladost Podgorica1518
7FK Iskra1517
8FK Rudar Pljevlja1516
9OFK Petrovac1513
10FK Dečić1511
Última actualização: 20/11/2017 10:48 CET