Ilhas Faroé

Ilhas FaroéFederação de Futebol das Ilhas Faroé

O "site" oficial do futebol europeu

Futebol em boas mãos

O futebol continuar a ser o desporto mais popular nas Ilhas Faroé.
Futebol em boas mãos
Rógvi Jacobsen festeja um golo frente à Itália, em 2007 ©Getty Images

Futebol em boas mãos

O futebol continuar a ser o desporto mais popular nas Ilhas Faroé.

O futebol é, de longe, o desporto mais popular nas Ilhas Faroé, sendo que as instalações desportivas abundam nestas ilhas situadas no Oceano Atlântico, entre a Escócia e a Islândia. O número de jogos de futebol disputados por praticantes de ambos os sexos é muito maior do que em qualquer outro desporto.

A cobertura dada ao futebol pelos meios de comunicação social é igualmente significativa, o que é surpreendente num país cuja primeira divisão, a Effodeildin, tem dez clubes, e que possui uma população de apenas 50 mil habitantes. Os futebolistas que jogam no escalão principal são amadores, apesar de nos últimos anos se ter assistido a um aumento nas compensações e no reembolso das despesas, ao mesmo tempo que se normalizaram as transferências de jogadores entre clubes.

A modalidade percorreu um longo caminho nas Ilhas Faroé desde que o seu primeiro clube, o Tvoroyrar Boltfelag TB, foi fundado, em 1892. Os clubes defrontavam-se em jogos amigáveis num campeonato não oficial, com encontros fora e em casa, dependendo das condições atmosféricas e do estado dos terrenos (normalmente em más condições). Demorou 50 anos até o campeonato nacional ter a sua primeira edição, em 1942, três anos após a formação da Federação dos Desportos das Ilhas Faroé (ISF).

Em 1955 foi criada a Taça das Ilhas Faroé, prova ainda organizada pela ISF, que deu lugar à Federação de Futebol das Ilhas Faroé (FSF - Fótbóltssamband Føroya), a 13 de Janeiro de 1979. A FSF estava incumbida do planeamento e organização de todas as competições nacionais, bem como de dar melhores condições de treino e trabalho a todos os agentes do futebol. A introdução da relva artificial nos anos 80 é vista como a mais visível medida da FSF, pela sua decisiva contribuição para o aumento de popularidade do futebol e para o fomento do mesmo nas camadas jovens. Hoje em dia todos os jogos importantes são disputados em relvados artificiais.

As Ilhas Faroé tornaram-se membro da FIFA a 2 de Julho de 1988, e da UEFA a de 18 de Abril de 1990. Antes de ser reconhecida internacionalmente, a selecção nacional costumava jogar, ocasionalmente, com equipas representativas dos arquipélagos de Shetland, Orkney e Islândia. A selecção nacional começou oficialmente a competir nas fases de qualificação para o Campeonato do Mundo de 1990 e para o Campeonato da Europa de 1992 e os clubes estão desde 1992 envolvidos na Taça UEFA e, subsequentemente, na qualificação para a Champions League e para a UEFA Europa League. Além disso, vários treinadores foram contratados para liderar a selecção nacional, o últimos dos quais Lars Olsen, capitão da equipa da Dinamarca vencedora do EURO '92.

A ligação às instâncias internacionais resultou em visíveis melhorias, quer no terreno de jogo, quer fora dele, a nível administrativo. Nos anos 90, construíram-se os dois primeiros estádios com relva natural e, depois disso, os jogadores começaram a tentar a sua sorte noutras Ligas, especialmente em países vizinhos, como a Dinamarca, Islândia e Noruega. Ainda assim, para muitos dos adeptos das Ilhas Faroé, o desenvolvimento do futebol jovem é tão importante como a primeira Liga nacional. As competições para os mais novos são organizadas em seis diferentes escalões etários, de maneira a assegurar que o futuro da modalidade continue no bom caminho.

Prova clara do desenvolvimento do futebol nas Ilhas Faroé foi o apuramento da selecção masculina de sub-17 para a fase final do Campeonato da Europa de Sub-17 de 2017 da UEFA, na Croácia - a primeira selecção nacional de futebol das Ilhas Faroé a qualificar-se para um torneio final, comprovando que a federação está no caminho certo. Além disso, a selecção principal feminina das Ilhas Faroé ultrapassou a fase preliminar de qualificação para o Campeonato do Mundo Feminino de 2019 da FIFA.

http://pt.uefa.com/insideuefa/member-associations/association=fro/news/newsid=946708.html#futebol+boas+maos

Passar ao topo  

Presidente

 

Christian Andreasen

Christian Andreasen

Nacionalidade: Ilhas Faroé
Data de nascimento: 10 de Dezembro de 1959
Presidente da federação desde: 2010

• Guarda-redes do B68 Tofta Ítróttarfelag em jovem, Christian Andreasen estudou Direito na Universidade de Copenhaga e começou a exercer a profissão nas Ilhas Faroé; desde então integrou a Direcção de várias companhias de advogados de renome, em muitas delas como presidente.

• Eleito para o comité da direcção da Federação de Futebol das Ilhas Faroé, (FSF) pela primeira vez para um mandato de dois anos em 1986, trabalhou como conselheiro legal do organismo, antes de regressar ao comité em 2002; foi eleito presidente em 2010 e reeleito para um terceiro mandato em Fevereiro de 2017.

• Durante uma visita à sede da UEFA, Andreasen afirmou: "O interesse pelo futebol nas Ilhas Faroé é enorme. Temos uma população de 50 mil habitantes e cinco mil são jogadores de futebol no activo - corresponde a 10 por cento da população, o que constituirá, certamente, um recorde. O nosso objectivo é manter este interesse e oferecer melhores infra-estruturas para que possamos deixar a nossa marca no futebol internacional".

Secretário-Geral

 

Virgar Hvidbro

Virgar Hvidbro

Nacionalidade: Ilhas Faroé
Data de nascimento: 19 de Abril de 1968
Secretário-geral da federação desde: 2010

• Virgar Hvidbro jogou no KÍ Klaksvík enquanto jovem, licenciou-se em 1995 e trabalhou como professor até 2000, quando se tornou responsável pela formação e pelas relações públicas na administração da segurança e saúde no trabalho das Ilhas Faroé. Em 2001 começou a trabalhar na Federação de Futebol das Ilhas Faroé (FSF).

• A principal tarefa na FSF foi a gestão das competições, mas também foi o responsável pelo desenvolvimento e implementação do sistema de licenciamento de clubes da UEFA nas Ilhas Faroé.

• Foi nomeado secretário-geral interino em 2009 e assumiu oficialmente o cargo a 1 de Setembro de 2010.


Dados da Federação

  • Fundação: 1979
  • Afiliação à UEFA: 1990
  • Afiliação à FIFA: 1988
  • Morada: Gundadalur P.O. Box 3028 110 TÓRSHAVN
  • Telefone: +298 351 979
  • Fax: +298 319 079

Coeficiente de clubes por país

PaísClubesPts
49 LituâniaLituânia3/43.875
50 País de GalesPaís de Gales1/43.875
51 Ilhas FaroéIlhas Faroé1/43.625
52 GibraltarGibraltar0/33.000
53 AndorraAndorra0/31.331
Última actualização: 10/07/2017 10:20 CET

Palmarés das Selecções Nacionais

Nenhum troféu

Competições domésticas

Liga das Ilhas Faroé 2017

ClubesJPts
1Víkingur1429
2KÍ Klaksvík1429
3NSÍ Runavík1424
4B36 Tórshavn1420
5TB / FCS / Royn1420
6HB Tórshavn1418
7Skála ÍF1416
8EB/Streymur1414
907 Vestur1411
10ÍF Fuglafjørdur146
Última actualização: 03/07/2017 13:04 CET