Lieke Martens e Cristiano Ronaldo eleitos Jogadores do Ano da UEFA

Os prémios de Jogadores do Ano da UEFA foram entregues durante uma cerimónia especial no Mónaco.

©Sportsfile

030 - Os prémios por posição da UEFA Champions League foram entregues a Buffon, Ramos, Modrić and Ronaldo

Lieke Martens foi eleita Jogadora do Ano da UEFA de 2016/17 numa cerimónia que teve lugar durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2017/18 no Mónaco.

A vencedora do UEFA Women’s EURO 2017, que recentemente foi contratada pelo FC Barcelona ao FC Rosengård, somou um total de 95 pontos. Pernille Harder, atacante do VfL Wolfsburg e da Dinamarca, ficou no segundo lugar com 81 pontos, enquanto no terceiro posto terminou a médio do Olympique Lyonnais e da Alemanha, Dzsenifer Marozsán, com 47 pontos.

O júri foi composto pelos 16 treinadores das selecções que participaram recentemente no UEFA Women’s EURO 2017 na Holanda, juntamente com os oito treinadores dos clubes que disputaram os quartos-de-final da UEFA Women’s Champions League de UEFA 2016/17 e ainda por 20 jornalistas especializados em futebol feminino e seleccionados pelo grupo European Sports Media (ESM). O resultado final foi baseado no número total de pontos dos votos expressos por treinadores e jornalistas.

Martens, de 24 anos, esteve em palco para receber o prémio e afirmou:

“É incrível, uma grande honra, estou muito orgulhosa, mas isto não seria possível sem as minhas colegas de equipa. Estou muito grata por tudo. Estou sem palavras. Sinto-me imensamente feliz, obrigado".

Cristiano Ronaldo, avançado português do Real Madrid CF, foi eleito Jogador do Ano da UEFA de 2016/17 na cerimónia que decorreu no Mónaco. O madeirense, principal responsável pelo inédito segundo título consecutivo na UEFA Champions League, ganhou este prémio pela terceira vez depois de já ter sido eleito Melhor Jogador da UEFA na Europa em 2013/14 e 2015/16.

O júri que participou na votação foi composto pelos 80 treinadores dos clubes que participaram da fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League em 2016/17, juntamente com 55 jornalistas selecionados pelo grupo ESM, representando cada uma das federações-membro da UEFA. O resultado final assenta no número total de pontos dos votos expressos por treinadores e jornalistas.

O português recebeu um total de 482 pontos, com Lionel Messi (141 pontos), argentino do FC Barcelona, e Gianluigi Buffon (109 pontos), guarda-redes italiano da Juventus, a ficarem no segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Ronaldo, de 32 anos, esteve em palco para receber o prémio e afirmou:

"Estou muito feliz por estar aqui e sinto-me honrado por voltar a ganhar este troféu. Tenho de agradecer aos meus colegas de equipa que também estão de parabéns, estou muito feliz por eles e também pela seleção nacional. Sei que não é um troféu para a seleção nacional, mas tinha de dizer isto pois, quando vou para estágio, dão-me sempre motivação para continuar e trabalhar sempre intensamente. Sinto-me abençoado. Estou muito feliz. Estou muito contente pelos adeptos do Real Madrid e por todos que me ajudaram a conquistar este troféu. Obrigado a todos".

Os prémios de Jogador do Ano da UEFA baseiam-se nas exibições dos jogadores durante a época de 2016/17 em todas as competições, nacionais e internacionais, ao nível de clubes e de selecções.

Enquanto isso, quatro jogadores foram distinguidos com os novos prémios por posição da UEFA Champions League 2016/17 durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2017/18 que decorreu no Fórum Grimaldi, no Mónaco.

O júri para estes prémios foi composto pelos treinadores dos 32 clubes presentes na fase de grupos da UEFA Champions League de 2016/17 e por 55 jornalistas escolhidos pelo grupo ESM. O resultado final foi baseado no numero total de votos expresso por técnicos e jornalistas.

Gianluigi Buffon (Itália, Juventus FC) foi eleito o Melhor Guarda-redes da UEFA Champions League de 2016/17, somando um total de 342 pontos e terminando à frente a Jan Oblak (Eslovénia, Club Atlético de Madrid) com 128 pontos, e de Manuel Neuer ( Alemanha, FC Bayern München) com 105 pontos.

Sergio Ramos (Espanha, Real Madrid CF) foi distinguido como o Melhor Defesa da UEFA Champions League de 2016/17 com um total de 206 pontos. Leonardo Bonucci (Itália, Juventus FC, actualmente no Milan) somou 150 pontos e Marcelo (Brasil, Real Madrid CF) teve 109 pontos, ficando no segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Luka Modrić (Croácia, Real Madrid CF) foi escolhida como o Melhor Médio da UEFA Champions League de 2016/17, totalizando 225 pontos, enquanto Toni Kroos (Alemanha, Real Madrid CF), com 164 pontos, e Casemiro (Brasil, Real Madrid CF), com 38, ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Cristiano Ronaldo (Portugal, Real Madrid CF) foi considerado o Melhor Avançado da UEFA Champions League de 2016/17, somando um total de 359 pontos. Lionel Messi (Argentina, FC Barcelona) ficou em segundo lugar com 147 pontos, enquanto Paulo Dybala (Argentina, Juventus FC) terminou em terceiro com 64 pontos.

Finalmente, a cerimónia no Mónaco serviu também para o lendário italiano Francesco Totti receber o Prémio do Presidente da UEFA de 2017 das mãos de Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, pela longa carreira e serviços extraordinários prestados ao futebol, tanto na selecção como no clube.