Câmara Adjudicatória do CFCB toma decisão sobre Panathinaikos

A 12 de Dezembro de 2017, Câmara Adjudicatória do Comité de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB), presidida por José Narciso da Cunha Rodrigues, tomou uma decisão sobre o caso do Panathinaikos FC relativa a pagamentos em atraso.

©UEFA

A Câmara Adjudicatória do Comité de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) constatou que o Panathinaikos FC violou os requisitos de pagamentos em dívida estipulados pelo Regulamento de Licenciamento e Fair Play Financeiro da UEFA e tinha decidido impedir o clube de participar na próxima competição de clubes da UEFA para a qual se qualificasse nas próximas três (3) épocas (ou seja, 2018/19, 2019/20 e 2020/21), a menos que conseguisse provar até 1 de Março de 2018 que tinha pago os montantes em atraso ou chegado a acordo com os credores relativamente aos valores identificados como contas por pagar vencidas a 30 de Setembro de 2017.

A Câmara Adjudicatória tinha imposto ainda uma multa de €200.000, dos quais 100.000 ficavam suspensos e seriam apenas cobrados caso o clube não conseguisse cumprir as condições acima estipuladas.

A 19 de Março de 2018, a Câmara Investigatória do CFCB conduziu uma avaliação e concluiu que o Panathinaikos FC não satisfez as condições estabelecidas.

Como consequência, a Câmara Adjudicatória ordenou que as exclusões referidas na decisão de 12 de Dezembro de 2017 deverão ter efeito de imediato e confirmou que o Panathinaikos FC fica impedido de participar na próxima competição de clubes da UEFA para a qual se qualifique durante as próximas três temporadas (ou seja, temporadas de 2018/19, 2019/20 e 2020/21). A Câmara Adjudicatória ordenou igualmente o pagamento do montante de €100.000 da multa total de €200.000 que tinham ficado suspensos e devem agora ser pagos de imediato.

A decisão será publicada na íntegra no UEFA.com no devido tempo.

Topo