Messi eleito Melhor Jogador da UEFA na Europa pela segunda vez

©AFP

O papel determinante de Lionel Messi na conquista da "tripla" por parte do FC Barcelona em 2014/15 foi reconhecido com a eleição do internacional argentino como Melhor Jogador da UEFA na Europa. Trata-se da segunda vez que o atacante é distinguido com o prémio, o qual vai apenas no seu quinto ano de história.

Messi recebeu o troféu das mãos do Presidente da UEFA, Michel Platini, no Fórum Grimaldi, no Mónaco. Depois de ter já vencido a edição inaugural do galardão, em 2011, Messi terminou desta feita à frente de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e do colega de equipa Luis Suárez, numa votação em directo levada a cabo junto de 54 jornalistas que escolheram, através de um sistema electrónico, o seu favorito entre os três finalistas anunciados a 12 de Agosto.

Em declarações após o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League, Messi afirmou: "Somos uma equipa bastante unida, que trabalhou muito para atingir os objectivos que alcançou. Estou muito feliz e quero agradecer o contributo dos meus colegas – sem eles isto nunca seria possível."

Luis Suárez e Lionel Messi erguem o troféu da UEFA Champions League
Luis Suárez e Lionel Messi erguem o troféu da UEFA Champions League©Sportsfile

O jogador de 28 anos ultrapassou na última época Telmo Zarra como o melhor marcador de sempre da Liga espanhola e terminou a temporada com 58 golos marcados no conjunto de toda as provas, total atingido com os dois golos que apontou pela turma catalã na vitória sobre o Athletic Club na final da Taça de Espanha. O "camisola 10" do Barcelona foi ainda, com dez golos marcados, um dos melhores marcadores da última edição da UEFA Champions League, a par do colega Neymar e de Ronaldo.

Messi, Ronaldo e Suárez tinham, antes, somado o maior número de pontos na segunda ronda de votos levada a cabo junto dos jornalistas acima mencionados, e que representam todas as federações-membro da UEFA; os três faziam parte de um respeitoso lote de dez jogadores revelado em meados de Julho, depois uma primeira votação realizada pelos mesmos jornalistas.

As posições do quarto ao décimo lugar tinham já sido fixadas aquando da segunda votação, depois de cada jornalista ter escolhido os seus três jogadores preferidos de entre os dez, atribuindo três pontos ao primeiro, dois ao segundo e um ao terceiro.

Restantes posições
4 Gianluigi Buffon (Itália – Juventus) 24 pontos
5 Neymar (Brasil – Barcelona) 23
6 Eden Hazard (Bélgica – Chelsea) 21
7 Andrea Pirlo (Itália – Juventus) 12
8 Arturo Vidal (Chile – Juventus, agora no Bayern München) 11
9 Carlos Tévez (Argentina – Juventus, agora no Boca Juniors) 8
10 Paul Pogba (França – Juventus) 5

Últimas notícias