Aleksander Čeferin torna-se presidente da Fundação da UEFA para as Crianças

Aleksander Čeferin sucede a José Manuel Durão Barroso como presidente da Fundação da UEFA para as Crianças.

Fundação da UEFA para as Crianças
Fundação da UEFA para as Crianças ©UEFA.com

Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, foi eleito novo líder máximo da Fundação da UEFA para as Crianças. A organização, cujo objectivo é ajudar crianças em circunstâncias difíceis e defender os seus direitos, fez o anúncio esta quarta-feira, após uma reunião da direcção na sua sede, em Nyon.

"Estou encantado por ter a oportunidade de trabalhar de forma ainda mais próxima com a nossa fundação, que desempenha um papel crucial na ajuda a crianças que vivem em condições difíceis um pouco por todo o Mundo", disse Aleksander Čeferin.

Os jogadores do United e do Real aprenderam linguagem gestual na Supertaça Europeia de 2017, numa iniciativa apoiada pela Fundação da UEFA para as Crianças
Os jogadores do United e do Real aprenderam linguagem gestual na Supertaça Europeia de 2017, numa iniciativa apoiada pela Fundação da UEFA para as Crianças©UEFA

Čeferin sucede ao português José Manuel Durão Barroso como presidente da Fundação para as Crianças. O antigo presidente da Comissão Europeia liderou a organização de solidariedade social desde a sua criação, em 2015.

"Senti-me honrado por ter sido convidado pela UEFA para ser o primeiro presidente da fundação", disse Durão Barroso. "Espero que a Fundação da UEFA para as Crianças continue, e inclusive aumente, o importante apoio que dá a tantas crianças desfavorecidas no Mundo."

A assembleia aproveitou a oportunidade para agradecer a Durão Barroso pelo seu excelente trabalho ao longo dos últimos dois anos e meio, bem como a Sándor Csányi, presidente da Federação de Futebol da Hungria e membro do Comité Executivo da UEFA, que também anunciou que vai deixar o cargo de membro fundador da direcção.

Čeferin é uma das três novidades na direcção. Terá a companhia de Kairat Boranbayev, presidente do Comité Paralímpico do Cazaquistão, e Kevin Lamour, director do Gabinete Executivo e do Presidente da UEFA.

Aleksander Čeferin ajudou a inaugurar um campo de futebol no campo de refugiados de Za'atari, apoiado pela Fundação da UEFA para as Crianças
Aleksander Čeferin ajudou a inaugurar um campo de futebol no campo de refugiados de Za'atari, apoiado pela Fundação da UEFA para as Crianças©UEFA.com

"É uma enorme honra para mim, mas também uma grande responsabilidade", disse Boranbayev. "As crianças são o bem mais precioso que temos na vida. São o nosso futuro, e a forma como esse futuro se vai desenvolver depende bastante de nós e do apoio que damos no presente."

Após a reunião de direcção na quarta-feira, foi revelado que a Fundação para as Crianças vai investir em mais 28 projectos. Desta forma, o número de iniciativas apoiadas pela organização aumenta para 107 e significa que está activa nos seis continentes.

"É importante que a Fundação da UEFA para as Crianças tenha uma influência global, e que possa dar a jovens desfavorecidos a oportunidade de terem acesso a educação e desporto", explicou Čeferin. "Fico satisfeito por ver que estamos envolvidos em mais projectos, pois isso significa que temos potencial para ajudar cada vez mais jovens em todo o Mundo."

Topo