Distribuição financeira da UEFA Europa League 2016/17

Mais de €423,1 milhões em pagamentos da UEFA foram divididos entre os 56 clubes participantes nas fases de grupos e/ou a eliminar da UEFA Europa League 2016/17.

Henrikh Mkhitaryan (22) comemora depois de marcar o segundo golo do Manchester United ao Ajax na final da UEFA Europa League de '2016/17
Henrikh Mkhitaryan (22) comemora depois de marcar o segundo golo do Manchester United ao Ajax na final da UEFA Europa League de '2016/17 ©Sportsfile

Mais de €423,1 milhões de euros em pagamentos da UEFA foram divididos entre os 56 clubes participantes nas fases de grupos e/ou a eliminar da UEFA Europa League 2016/17, um aumento em relação aos €411,1 milhões de 2015/16.

As receitas das competições de clubes da UEFA são centralizadas num único pote e alocadas aos clubes que competem a partir da fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League da seguinte forma: 60 por cento são distribuídos em montantes fixos, enquanto os restantes 40 por cento são distribuídos em valores variáveis calculados com base no valor comercial de cada mercado nacional.

Os montantes fixos levaram as que os clubes recebessem €2,6 milhões por participarem da fase de grupos; €360.000 para cada vitória na fase de grupos e €120.000 por cada empate, com qualquer montante não distribuído (por exemplo €120.000 por empate) a ser redistribuído por todos os clubes participantes na fase de grupos em proporção do número de vitórias conseguidas por cada um deles.

Cada vencedor dos grupos recebeu €600.000 e os segundos classificados €300.000. Todos os clubes que atingiram os 16 avos-de-final tiveram direito a €500.000, enquanto os que participaram nos oitavos-de-final receberam €750.000. As oito equipas presentes nos quartos-de-final receberam um milhão de euros cada uma e as quatro que marcaram presença nas meias-finais embolsaram €1,6 milhões. O vencedor Manchester United teve direito a um prémio de €6,5 milhões e o finalista vencido Ajax recebeu €3,5 milhões.

Os montantes do mercado foram distribuídos de acordo com o valor do mercado de televisão em cada país, entre outros factores.

O montante total de €423,1 milhões inclui um excedente de €23,5 milhões que no final da época foi dividido por todos os clubes participantes na fase de grupos, em proporção com os valores obtidos por cada clube durante a temporada.

Estes montantes não englobam os pagamentos de solidariedade feitos aos clubes que participaram nas fases de qualificação e também não incluem os pagamentos de solidariedade adicionais feitos às ligas nacionais aos clubes para os projetos de desenvolvimento jovem.