Futebol europeu de luto pelo lendário Raymond Kopa

O Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, homenageou "uma verdadeira lenda do futebol europeu", após a morte, aos 85 anos, de Raymond Kopa, três vezes campeão europeu pelo Real Madrid.

Raymond Kopa conquistou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1967 com o Real Madrid
Raymond Kopa conquistou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1967 com o Real Madrid ©AFP

Raymond Kopa, o avançado francês que jogou nas primeiras quatro finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus – conseguindo três títulos ao serviço do Real Madrid – morreu aos 85 anos.

Brilhante organizador de jogo e auto de muitos golos, Kopa não evitou a derrota do Stade de Reims na edição inaugural da competição, em 1956, antes de se transferir para o Real Madrid, pelo qual venceu a mais prestigiada competição de clubes da Europa em 1957, 1958 e 1959, assim como dois títulos espanhóis. Também ajudou a França a atingir as meias-finais do Campeonato do Mundo de 1958, ano em que foi distinguido com a Bola de Ouro. Após terminar a carreira, tornou-se no primeiro jogador de futebol a receber a Legião de Honra francesa, em Novembro 1970.

Raymond Kopa com o Prémio Presidente da UEFA
Raymond Kopa com o Prémio Presidente da UEFA©AFP

Recebeu o Prémio Presidente da UEFA em 2010 pelas grandes conquistas, excelência profissional e qualidades pessoais exemplares.

"Raymond Kopa era um símbolo francês e uma verdadeira lenda do futebol europeu", destacou o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin. "Foi um grande organizador de jogo e marcou muitos golos importantes e um jogador fundamental na equipa do Real Madrid que conquistou três Taças dos Clubes Campeões Europeus consecutivas na década de 1950.”

"Em 2010 recebeu o Prémio Presidente da UEFA pela enorme contributo dado ao futebol, dentro e fora de campo.”

"Gostaria de transmitir as minhas sentidas condolências à sua família, à Federação Francesa de Futebol, ao Angers SCO, ao Stade de Reims e ao Real Madrid."

Nascido em Noeux-les-Mines numa família de imigrantes polacos (o nome de família na sua certidão de nascimento, Kopaszewski, foi encurtado para facilitar a sua integração), Kopa começou a trabalhar nas minas de carvão locais antes de passar com sucesso nos testes para jogador de futebol e assinar contrato com o Angers, que vendeu o seu passe ao Reims em 1951. Foi no novo clube foi duas vezes campeão de França e conseguiu a qualificação para a primeira Taça dos Campeões.

Kopa marcou 18 golos em 45 internacionalizações por França
Kopa marcou 18 golos em 45 internacionalizações por França©Getty Images

"O Reims tinha uma grande equipa, praticávamos um futebol maravilhoso de ataque, que foi apelidado de ‘futebol champanhe’. Éramos populares em toda a França", recordou. "Quando jogámos em Paris tínhamos o dobro dos adeptos da equipa da casa. Em 1953 vencemos o AC Milan por 3-0 na final da Taça Latina. O Milan tentou contratar-me, mas eu queria jogar no Real Madrid porque era a melhor clube do mundo."

A passagem pelo Bernabéu, entre 1956 e 59, foi tudo com que sonhou. "Foram três anos fantásticos, ganhámos três Taças dos Campeões Europeus, dois títulos espanhóis e só perdemos um jogo nesse período, infelizmente foi no único desafio que estávamos proibidos de perder, um ‘derby’ frente ao Atlético, uma verdadeira vergonha."

Kopa regressou a Reims em 1959 e pendurou as botas em 1967, fundando a marca de artigos desportivos Kopa antes de se reformar, em 1991, e ir viver para a Córsega.

Veja: os três títulos europeus de Kopa
Veja: os três títulos europeus de Kopa