O "site" oficial do futebol europeu

2014: Gabriel Lima

Quando foi necessário, o capitão Gabriel Lima deu um passo em frente e ajudou Itália a conquistar o primeiro título europeu de futsal em 11 anos.
por Paul Saffer
2014: Gabriel Lima
Gabriel Lima ©Sportsfile

2014: Gabriel Lima

Quando foi necessário, o capitão Gabriel Lima deu um passo em frente e ajudou Itália a conquistar o primeiro título europeu de futsal em 11 anos.

O UEFA Futsal EURO 2014 não começou bem para Itália e para o capitão Gabriel Lima, mas os italianos inspiraram-se na selecção que 32 anos antes tinha sido campeã do mundo de futebol e acabaram por conquistar o troféu.

Quando o Europeu começou em Antuérpia, a Espanha ambicionava garantir o quinto título consecutivo, já que tinha vencido todas as edições desde que a Itália foi campeã em casa em 2003. A derrota por 3-2 no jogo de estreia com a "outsider" Eslovénia levou a pensar que seria pouco provável que a formação "azzurra" viesse a terminar com o longo jejum, a verdade é que 11 dias depois foi campeã.

Os italianos contaram com a ajuda do Azerbaijão, que derrotou a Eslovénia por um emotivo 7-6 no segundo jogo do Grupo C. Este resultado permitiu à Itália terminar no primeiro lugar, depois de golear os azeris por 7-0, e evitar a Espanha nos quartos-de-final.

A Croácia, que tinha empatado 3-3 com a Espanha, não foi um adversário fácil e Lima teve de estar ao seu melhor nível nos quartos-de-final, apesar de já ter marcado frente ao Azerbaijão. O capitão mostrou todo o seu talento, ao atormentar a defesa croata e ao ajudar a organizar as acções defensivas na vitória por 2-1.

O jogador de 26 anos, que substituiu Marcio Forte como capitão de Itália em 2012, estava num grande momento e marcou nos minutos iniciais do encontro com Portugal nas meias-finais, tendo depois feito uma assistência e apontado mais um golo no triunfo por 4-3. Na discussão do título os italianos tiveram de medir forças com a Rússia, que tinha afastado a Espanha nas meias-finais, mas Lima voltou a inaugurar o marcador e ofereceu um golo a Murilo, com a "azzurra" a vencer por 3-1 e o capitão a receber a Bola de Bronze como segundo melhor marcador do Europeu.

Subi de rendimento nos últimos jogos do Europeu", explicou Lima ao UEFA.com. "Percebi que os meus colegas precisavam que eu jogasse melhor e foi o que fiz."

Quanto à sua equipa, acrescentou: "A história do futebol italiano é assim. Basta pensar no que aconteceu no Campeonato do Mundo de 1982, quando a Itália começou com três empates e depois foi campeã. Se jogarmos com o coração e com espírito combativo, podemos alcançar qualquer objectivo."

Última actualização: 23-09-14 14.55CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores

http://pt.uefa.com/futsaleuro/history/season=2014/goldenplayer/index.html#2014+gabriel+lima