O "site" oficial do futebol europeu

Montesilvano mais forte em Almaty

Estreante na prova, o Città di Montesilvano tornou-se na primeira formação italiana a conquistar a Taça UEFA de Futsal, batendo em Almaty o Benfica nas meias-finais e o Sporting na final.
por Paul Saffer
Montesilvano mais forte em Almaty
O Montesilvano festeja a conquista do troféu depois de bater o Sporting na final, em Almaty ©Sportsfile

Montesilvano mais forte em Almaty

Estreante na prova, o Città di Montesilvano tornou-se na primeira formação italiana a conquistar a Taça UEFA de Futsal, batendo em Almaty o Benfica nas meias-finais e o Sporting na final.

A décima edição da Taça UEFA de Futsal acabou por se revelar num ano de novas afirmações. Pela primeira vez, a fase final de uma competição europeia teve lugar no Cazaquistão e o ASD Città di Montesilvano C/5, uma época depois de o Benfica ter dado o primeiro triunfo a Portugal, juntou o nome da Itália à lista de países com clubes vencedores da prova, da qual constam ainda Espanha, Rússia e Bélgica.

Na sua primeira presença na competição, o Montesilvano venceu os três jogos do seu grupo na Fase Principal, mas encontrou algumas dificuldades na Ronda de Elite, que disputou no recinto do MFK Viz-Sinara Ekaterinburg, campeão em 2008, e onde teve ainda como adversário o Araz Naxçivan, terceiro classificado em 2010, para além do AGBU Ararat Nicosia FC, único sobrevivente da Fase Preliminar. Contudo, a formação italiana superou as expectativas e venceu o grupo. Com um golo ao cair do pano, bateu o Ekaterinburg por 2-1, antes de empatar 2-2 com o Araz num jogo em que esteve por duas vezes em vantagem no marcador, e de golear o AGBU Ararat por 10-0, em grande parte graças aos cinco golos de Cleyton Baptistella.

Na Fase Final foi acompanhado pelo Kairat Almaty – eleito como anfitrião -, Benfica, campeão em título, e Sporting, que ao afastar o ElPozo Murcia FS na Ronda de Elite garantiu que, pela primeira vez na história da competição, não chegassem à fase decisiva da prova equipas oriundas de Espanha ou da Rússia. As surpresas, porém, não se ficaram por aqui.

Após a realização do sorteio das meias-finais, esperava-se que Kairat e Benfica levassem a melhor sobre os adversários, respectivamente Sporting e Montesilvano. Mas a formação "leonina", depois de ter deixado escapar uma vantagem de dois golos a menos de quatro minutos do final da partida, voltou a marcar por intermédio de Caio Japa e bateu a turma da casa por 3-2. Foi a quarta vez em outras tantas participações que o Kairat se viu afastado na meia-final. Depois, o Montesilvano, graças a golos de Leandro Cuzzolino, Cristian Borruto e do guarda-redes Stefano Mammarella, bateu por 3-0 o Benfica, que viu Joel Queirós desperdiçar um livre de dez metros antes do intervalo.

Após um bem disputado jogo de atribuição do terceiro lugar, no qual o Kairat bateu o Benfica por 5-3 no desempate por penalties, depois de um empate a três golos no tempo regulamentar, a final acabou por ser comandada pelo Montesilvano praticamente desde o apito inicial. Hernan Garcias - que falhou grande parte da temporada - inaugurou o marcador logo aos 59 segundos e, ainda antes do intervalo, os italianos aumentaram a vantagem com um bis de Adriano Foglia e um golo de Fabricio Calderolli. O Sporting teve alguns bons momentos na primeira parte e, sobretudo, na segunda, porém viu Leandro Cuzzolino fazer, de penalty, o 5-0, à passagem da meia hora de jogo. Leitão ainda bisou nos instantes finais da partida, mas apenas evitou que a vitória do Montesilvano, por 5-2, fosse a mais dilatada da história das finais da Taça UEFA de Futsal.

http://pt.uefa.com/futsalcup/history/season=2011/index.html#montesilvano+mais+forte+almaty