Alemanha e Inglaterra qualificadas, Polónia tem de esperar

Alemanha e Inglaterra carimbaram esta quinta-feira o passaporte para a fase final do Campeonato do Mundo da FIFA de 2018, mas a Polónia terá de esperar até domingo, apesar do brilho de Robert Lewandowski.

A festa do terceiro golo da Alemanha em Belfast
A festa do terceiro golo da Alemanha em Belfast ©Getty Images

Apurados: Alemanha, Bélgica, Inglaterra, Rússia (anfitriã)

Grupo C

Irlanda do Norte 1-3 Alemanha

A Alemanha apenas precisava de um ponto para selar o apuramento, diante da única selecção que ainda a podia alcançar, mas 21 minutos de jogo bastaram para os campeões do mundo em título marcarem por duas vezes e garantirem, com o nono triunfo em nove jogos no grupo, o carimbar do passaporte para a Rússia. A Irlanda do Norte, por seu lado, visita domingo a Noruega com o segundo lugar garantido, mas apostada em melhorar as suas hipóteses tendo em vista o "play-off".

Azerbaijão 1-2 República Checa

A República Checa ultrapassou o Azerbaijão no terceiro lugar. Um golo de cabeça de Antonín Barák a 24 minutos do fim, após cruzamento de Vladimír Darida, ditou o triunfo dos checos num embate entre duas equipas já fora da luta pelo apuramento.

San Marino 0-8 Noruega

Joshua King marcou dois dos três golos madrugadores com que a Noruega se lançou para a goleada e Mohamed Elyounoussi assinou um "hat-trick". Os noruegueses subiram ao quarto lugar do grupo, dois pontos atrás da República Checa, terceira classificada, mas estão fora da corrida pelo apuramento.

Grupo E

Arménia 1-6 Polónia

Com um "hat-trick", Robert Lewandowski fixou um novo recorde de golos em Qualificações Europeias, 15, mas embora o triunfo tenha garantido à Polónia, no mínimo, um lugar no "play-off", a vitória da Dinamarca em Montenegro adia para domingo a decisão do primeiro lugar do grupo.

Montenegro 0-1 Dinamarca

Um golo solitário de Christian Eriksen aos 16 minutos, o seu quinto consecutivo pela Dinamarca, garantiu à sua selecção um triunfo que lhe permite sonhar com o primeiro lugar do grupo graças à diferença de golos em caso de vitória, domingo, sobre a Roménia e de derrota da Polónia ante o Montenegro. O Montenegro, por seu lado, deixou de ter hipóteses de vencer o grupo, mas uma vitória na Polónia na derradeira jornada e uma derrota da Dinamarca poderá oferecer-lhe o segundo lugar, graças à diferença de golos, e até um lugar no "play-off".

Roménia 3-1 Cazaquistão

A Roménia garantiu o quarto lugar no grupo e condenou o Cazaquistão ao sexto posto, atrás da Arménia, com Constantin Budescu em destaque ao apontar dois dos golos romenos.

Grupo F

Inglaterra 1-0 Eslovénia

Um golo ao cair do pano assinado pelo capitão Harry Kane ofereceu à Inglaterra uma vitória que deu mais brilho ao selar de uma qualificação para a qual, em função do triunfo da Escócia sobre a Eslováquia, um empate era suficiente. Para terminar no segundo lugar, a Eslovénia precisa de, domingo, derrotar a Escócia e esperar que a Eslováquia não bata Malta.

Escócia 1-0 Eslováquia

Também em Glasgow houve um golo perto do fim, com o defesa eslovaco Martin Škrtel, pressionado por um adversário, a desviar para o fundo da própria baliza um cruzamento do Ikechi Anya, estavam decorridos 89 minutos de jogo. A Escócia tinha já, antes, acertado duas bolas nos ferros diante de uma Eslováquia que se viu reduzida a dez jogadores, por expulsão de Róbert Mak, ainda na primeira parte. A Escócia encontra-se, agora, a dois pontos da Eslováquia, segunda classificada, e selará essa posição com um triunfo na Eslovénia. Caso a Escócia empate, a Eslováquia poderá ultrapassá-la com uma vitória sobre Malta.

Malta 1-1 Lituânia

A selecção da casa assinalou o último jogo em casa sob as ordens de Pietro Ghedin com o seu primeiro ponto no Grupo F, ao somar um merecido empate. Andrei Agius colocou Malta na frente com um colocado remate rasteiro e, apesar de Vykintas Slivka ter restabelecido a igualdade com outro disparo pleno de precisão, os anfitriões seguraram o 1-1.