Kriushenko assume leme da Bielorrússia

Igor Kriushenko, que ganhou fama ao guiar o BATE Borisov ao título em 2006 e 2007, vai orientar a selecção principal da Bielorrússia a par das suas funções como treinador do Torpedo Zhodino.

Igor Kriushenko (Belarus)
©Getty Images

Igor Kriushenko assumiu, a título temporário, o comando da selecção principal da Bielorrússia, cargo que tinha ficado vago com a saída de Aleksandr Khatskevich, em Dezembro de 2016.

"Precisamos de experiência, mas também de jogadores preparados para lutar e ambiciosos", disse Kriushenko. "Não temos muitas hipóteses de qualificação, mas os jogadores têm de lutar em cada jogo pelo nosso país. Posso prometer que vou fazer o melhor para justificar esta nomeação. Tenho a certeza de que os jogadores vão ajudar-me eu dar alegrias aos nossos adeptos."

O técnico de 53 anos vai acumular o cargo com o que ocupa actualmente À frente da equipa do Torpedo Zhodino, a qual guiou à conquista da Taça da Bielorrússia em 2016. Kriushenko ganhou fama como treinador ao guiar o BATE Borisov ao título de campeão bielorrusso em 2006 e 2007 – bem como à Taça da Bielorrússia em 2006. Vice-campeão ao leme do Dinamo Minsk, clube da sua cidade natal, em 2008, conduziu depois o Sibir Novosibirsk à final da Taça da Rússia de 2010 e ao "play-off" da UEFA Europa League.

A Bielorrússia ocupa actualmente o penúltimo lugar do Grupo A da Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2018, tendo somado dois pontos em quatro jogos. Khatskevich partiu depois de ter falhado a meta a que se havia proposto, a qual passava pela conquista de sete pontos e por um lugar entre os três primeiros do grupo ao fim dessas três partidas.