Portugal ganha, Suíça e Bélgica só com vitórias

Portugal, com uma brilhante ponta final, bateu a Letónia por 4-1 e mantém a perseguição à Suíça, que também ganhou, numa noite em que a Holanda teve dificuldades e a Bélgica goleou.

©AFP/Getty Images
  • Bis de Cristiano Ronaldo, primeiro golo de William Carvalho pela selecção principal e cabeçada de Bruno Alves valem vitória por 4-1 de Portugal sobre a Letónia
  • Suíça também ganha, segue 100 por cento vitoriosa e mantém vantagem sobre Portugal no Grupo B
  • Bélgica destaca-se na liderança do Grupo H depois de bater a Estónia por
  • Holanda passa por dificuldades no Luxemburgo, mas vence por 3-1
  • Próximos jogos destes grupos: 25 de Março de 2017
Memphis Depay saltou do banco para marcar por duas vezes pela Holanda
Memphis Depay saltou do banco para marcar por duas vezes pela Holanda©AFP/Getty Images

Grupo A
Luxemburgo 1-3 Holanda
Memphis Depay saltou do banco para apontar o seu primeiro "bis" pela selecção principal holandesa, a qual teve de suar muito para vencer. Um toque oportuno de Davy Klaassen permitiu a Arjen Robben abrir o activo aos 36 minutos, mas o Luxemburgo restabeleceu o empate ainda antes do intervalo, quando Maxime Chanot converteu um penalty a castigar falta de Joshua Brenet sobre Daniel Da Mota. Depay entrou no arranque do segundo tempo e recolocou a turma "laranja" na frente aos 58 minutos, de cabeça, na sequência de um cruzamento de Daley Blind, selando já perto do fim o triunfo, na transformação de um livre.

Bulgária 1-0 Bielorrússia
Um golo de Ivelin Popov à passagem do minuto 10 chegou para garantir à Bulgária os três pontos numa noite frustrante para a Bielorrússia. Os visitantes dominaram a posse de bola, conquistaram oito pontapés de canto contra apenas um dos anfitriões e efectuaram mais remates à baliza, mas Vladislav Stoyanov raramente teve de se aplicar verdadeiramente. Aleksandr Hleb foi expulso já perto do fim e o desfecho do encontro pode revelar-se fatal para as esperanças da Bielorrússia – quinta classificada do Grupo A, a quatro pontos do seu adversário desta noite, que segui no quarto posto.

Grupo B
Suíça 2-0 Ilhas Faroé
A Suíça manteve o seu registo 100 por cento vitorioso nesta Qualificação Europeia o somar o quarto triunfo em quatro jogos no Grupo B. Eren Derdiyok deu vantagem aos helvéticos à passagem da hora de jogo depois de receber um passe de Valon Behrami e rematar por entre as pernas do guarda-redes das Ilhas Faroé, Gunnar Nielsen. Stephan Lichtsteiner deu mais alguma cor ao resultado com um cabeceamento certeiro já perto do fim, após Admir Mehmedi ter rematado, de longe, ao poste.

Cristiano Ronaldo voltou a estar em destaque por Portugal
Cristiano Ronaldo voltou a estar em destaque por Portugal©AFP/Getty Images

Portugal 4-1 Letónia
Cristiano Ronaldo esteve em destaque na vitória que permitiu a Portugal seguir na perseguição à Suíça. O jogador do Real Madrid converteu um penalty na primeira parte e atirou outro ao poste no segundo tempo – mas não se ficou por aí. Quem marcou a seguir, contudo, foi Artūrs Zjuzins, para a Letónia, restabelecendo surpreendentemente - ainda que por breves instantes- a igualdade, com William Carvalho a recolocar os campeões europeus na frente três minutos depois ao assinar o seu primeiro golo pela selecção principal portuguesa. Ronaldo bisou, de seguida, na partida com um remate de primeira, colocando-se no quarto posto dos melhores marcadores de sempre das selecções europeias, e Bruno Alves fechou, de cabeça, a contagem à beira do fim.

Hungria 4-0 Andorra
A Hungria obteve a sua segunda vitória consecutiva no grupo com uma exibição dominante, em que Balázs Dzsudzsák esteve em destaque ao fazer duas assistências para golo na primeira parte, com dois bons cruzamentos no flanco direito – Zoltán Gera bateu o guarda-redes Josep Gomes na sequência do primeiro e Ádám Lang deu o melhor seguimento ao segundo. Gera assistiu, depois, Ádám Gyurcsó para o terceiro golo da partida aos 73 minutos e Ádám Szalai fechou, de calcanhar, a goleada.

Grupo H
Bélgica 8-1 Estónia
Dries Mertens e Romelu Lukaku marcaram dois golos cada numa grande actuação ofensiva da Bélgica, que assim alcançou a sua maior vitória desde Setembro de 2005. O primeiro golo de Thomas Meunier pela selecção principal do seu país deu o mote, com Mertens e Eden Hazard a elevarem a vantagem dentro dos primeiros 25 minutos de jogo, embora Henri Anier tenha respondido para os visitantes ainda antes do intervalo. Na segunda parte, Yannick Carrasco fez o quarto dos belgas e Ragnar Klavan desviou um cruzamento de Mertens para o 5-1, antes do atacante do Nápoles fazer, ele mesmo, o 6-1, com um bonito chapéu. O imperial Lukaku marcou por duas vezes nos derradeiros sete minutos do encontro para selar a quarta vitória em quatro jogos da Bélgica Grupo H – com um total de 21 golos marcados.

A Grécia conseguiu um ponto ao cair do pano
A Grécia conseguiu um ponto ao cair do pano©AFP/Getty Images

Grécia 1-1 Bósnia e Herzegovina
Giorgos Tzavellas marcou um golo que se pode revelar determinante já perto do fim, golo esse que valeu um empate que mantém a segunda classificada Grécia com três pontos de avanço sobre a Bósnia e Herzegovina. Os visitantes pareciam destinados a levar a melhor depois de Miralem Pjanić ter aberto o activo na transformação de um livre que ainda bateu no poste e nas costas do infeliz guardião grego Orestis Karnezis antes de entrar para o fundo das redes, mas – já depois de Edin Džeko e Kyriakos Papadopoulos terem sido expulsos – o remate perfeito de Tzavellas no período de descontos do segundo tempo e ditou a igualdade final.

Chipre 3-1 Gibraltar
Gibraltar nunca tinha perdido um jogo oficial por menos do que três golos, mas causou um pequeno susto a Chipre em Nicósia. O jogo entrou para a última meia hora com as equipas empatadas a um golo, depois de Constantinos Laifis ter inaugurado o marcador no primeiro tempo para os homens da casa e de Lee Casciaro ter restabelecido a igualdade na segunda parte. Contudo, remates certeiros de Pieros Sotiriou e Valentinos Sielis garantiram a Chipre os seus primeiros pontos no Grupo H com aquele que foi apenas o seu segundo triunfo nos últimos 14 jogos em casa. Jayce Mascarenhas-Olivero foi expulso perto do fim nos visitantes.

Topo