Croácia e Irlanda isoladas, Espanha e Itália dividem liderança

Croácia e Irlanda lideram os respectivos grupos com dois pontos de vantagem, enquanto Espanha e Itália continuam em igualdade no topo do Grupo G após goleadas por 4-0.

Spain players celebrate
©AFP/Getty Images
  • Croácia isola-se na liderança do Grupo I após terminar com a invencibilidade da Islândia
  • Espanha e Itália em igualdade no topo do Grupo G, após baterem Macedónia e Liechtenstein, respectivamente
  • Turquia alcança primeira vitória na qualificação, batendo o Kosovo por 2-0
  • Irlanda lidera Grupo D com dois pontos de vantagem após vencer pela margem mínima na Áustria
  • Próximos jogos nestes grupos: Sexta-feira, 24 de Março de 2017

Grupo D
Áustria 0-1 República da Irlanda
James McClean marcou aos 48 minutos e deu a vitória à Irlanda, que mantém a invencibilidade e a liderança no Grupo D. Os visitantes ficaram sem Glenn Whelan, lesionado na primeira parte, e as duas equipas acertaram nos ferros da baliza no final do primeiro período. Mas McClean fez a diferença após ser isolado por Wes Hoolahan num contra-ataque, com o extremo do West Bromwich Albion a colocar a bola por entre as pernas de Ramazan Özcan. A derrota deixa a Áustria, quarta classificada, a seis pontos do topo.

James McClean (Republic of Ireland)
James McClean, autor do golo da Irlanda, é felicitado©Sportsfile

Geórgia 1-1 República da Moldávia
O remate soberbo de Alexandru Gațcan, a 12 minutos do fim, permitiu à Moldávia evitar a oitava derrota consecutiva em jogos oficiais, ao mesmo tempo que garantiu o primeiro ponto no grupo. Já a Geórgia teve de se contentar com o segundo empate da campanha, apesar de o remate em arco de Valeri Kazaishvili, aos 16 minutos, a ter colocado em vantagem. A Geórgia termina 2016 com apenas uma vitória em oito jogos – no amigável diante da Espanha, a 7 de Junho.

País de Gales 1-1 Sérvia
O empate de Aleksandar Mitrović aos 86 minutos resgatou um ponto para a Sérvia em Cardiff. O País de Gales parecia no bom caminho para vencer quando Gareth Bale marcou à meia-hora, após roubo de bola de Hal Robson-Kanu a Matija Nastasić. No entanto, o jogo sofreu uma reviravolta decisiva mais tarde, quando Bale acertou no poste e a Sérvia marcou no minuto seguinte, com o cabeceamento de Mitrović a embater no fero da baliza antes de entrar. Desta forma, a Sérvia continua com mais dois pontos que o semifinalista do UEFA EURO 2016.

Grupo G
Albânia 0-3 Israel
Israel continua a um ponto de Espanha e Itália, tendo agora mais três do que a Albânia, que terminou o jogo reduzida a nove jogadores. Berat Xhimshiti foi expulso aos 17 minutos, após cometer falta para grande penalidade sobre Eran Zahavi, que depois bateu Etrit Berisha. No início da segunda parte, Berisha foi expulso em circunstâncias idênticas, mas o seu substituto, Alban Hoxha, a cumprir apenas a segunda internacionalização, deteve o remate de Zahavi. No entanto, pouco depois Hoxha desviou um cruzamento do também suplente Maor Buzaglo na direcção de Daniel Einbinder, e este assistiu Eliran Atar para o 3-0 final.

Liechtenstein 0-4 Itália
Uma alteração na táctica preferida de Giampiero Ventura, o 4-2-4, trouxe dividendos já que a Itália igualou a sua maior vitória fora em jogos da qualificação. Todos os golos aconteceram na primeira parte, com Andrea Belotti a marcar o primeiro, logo aos 11 minutos, e quase de seguida a assistir Ciro Immobile. O terceiro foi cortesia de Antonio Candreva, antes de Belotti bisar, cabendo ao guarda-redes Peter Jehle impedir os "azzurri" de dilatarem a goleada depois disso. Davide Zappacosta estreou-se pela Itália, ao passo que a 166 internacionalização de Gianluigi Buffon o deixou a um jogo de Iker Casillas e Vitālijs Astafjevs, detentores do recorde europeu.

Espanha 4-0 ARJ da Macedónia
Os visitantes não facilitaram a tarefa espanhola em Granada, mas os anfitriões ainda assim conseguiram passar a somar dez pontos em quatro jogos. O marcador foi inaugurado quando o cruzamento de Dani Carvajal foi cabeceado para a própria baliza por Darko Velkoski, aos 34 minutos, e à passagem da hora de jogo Vitolo aproveitou quando um passe de David Silva foi desviado na sua direcção. A vantagem aumentou poucos minutos depois, com Nacho Monreal a marcar o seu primeiro golo pela selecção principal. Houve ainda tempo para Aritz Aduriz se tornar no marcador mais velho na história da Espanha, com 35 anos e 275 dias.

Grupo I
Croácia 2-0 Islândia
A invicta Croácia infligiu à Islândia a primeira derrota no Grupo I. Marcelo Brozović, médio do Inter de Milão marcou num remate à entrada da área em cada uma das partes, com o segundo a confirmar o triunfo, já em tempo de compensação. A outra nota de destaque da noite foi a expulsão de Ivan Perišić à beira do fim.

Turquia 2-0 Kosovo
Samir Urjkani frustrou a Turquia na primeira parte com um punhado de boas defesas, negando duas vezes o golo a Volkan Şen e Hakan Çalhanoğlu. Após o kosovar Valon Berisha ter feito a bola rasar o poste, perto do intervalo, Burak Yılmaz (51) inaugurou o marcador, recebendo um passe do suplente Yunus Mallı de costas para a baliza antes de se virar para bater Urjkani. O primeiro triunfo da selecção turca ficou selada quando Volkan (55), na recarga a remate à barra de Burak, apontou o 2-0.

Ucrânia 1-0 Finlândia
A Ucrânia ultrapassou a Islândia no segundo lugar, atrás da Croácia, graças ao golo de Artem Kravets aos 25 minutos. O avançado do Granada, que antes tinha cabeceado à barra após cruzamento de Bohdan Butko, aproveitou um passe de Yevhen Konoplyanka para a zona frontal da pequena área, na sequência de bom trabalho do jogador do Schalke no flanco.