O "site" oficial do futebol europeu

Equipa do Ano de 2001

Com mais de três milhões de votos, o uefa.com anuncia a Equipa de 2001, eleita pelos seus utilizadores.
Equipa do Ano de 2001
Team of the Year 2001 ©UEFA.com

SSI Err

Equipa do Ano de 2001

Com mais de três milhões de votos, o uefa.com anuncia a Equipa de 2001, eleita pelos seus utilizadores.

Os utilizadores do uefa.com fizeram a sua escolha. Após duas semanas e mais de três milhões de votos, os 11 jogadores e um treinador que formam a Equipa de 2001 dos utilizadores do uefa.com foi escolhida.

Guarda-redes: Santiago Cañizares (Valencia CF e Espanha)
Peça-chave do Valencia CF, que atingiu pela segunda vez consecutiva a final da UEFA Champions League sem sofrer golos em dez dos 17 jogos da sua equipa. Integrará a convocatória da Espanha para o Campeonato do Mundo de 2002, este Verão. Recebeu mais de 50 por cento dos votos.
Votação: Santiago Cañizares 55,36%, Mickaël Landreau (FC Nantes Atlantique) 35,02%, Oliver Kahn (FC Bayern München e Alemanha) 5,71%, Iker Casillas (Real Madrid CF e Espanha) 2,86%, Petr Cech (AC Sparta Praha) 1,05%

Lateral-direito: Cosmin Contra (Milan AC e Roménia)
O Jogador Romeno do Ano pode não participar no Mundial, neste Verão, mas exceptuando a derrota da Roménia no "play-off", no qual marcou, Cosmin Contra teve um excelente 2001. Primeiro brilhou como lateral-direito ofensivo ao serviço do Deportivo Alavés, finalista da Taça UEFA, e depois na Serie A, com a camisola do Milan AC. Recebeu mais de 40 por cento dos votos.
Votação: Cosmin Contra (41,95%), Manuel Pablo García (Deportivo La Coruña e Espanha) 40,88%, Lilian Thuram (Juventus FC e França) 12,83%, Willy Sagnol (FC Bayern München e França) 2,55%, Cafú (AS Roma e Brasil) 1,69%

Lateral-esquerdo: Bixente Lizarazu (FC Bayern München e França)
Eleito pelos jogadores para o posto de lateral-esquerdo, batendo a forte concorrência de Amedeo Carboni, do Valência, o veterano Lizarazu, de 32 anos, é o único jogador do FC Bayern München a figurar na Equipa de 2001, apesar de ser o primeiro de quatro internacionais franceses no 11.
Votação: Bixente Lizarazu 45,35%, Amedeo Carboni (Valencia CF) 42,07%, Roberto Carlos (Real Madrid CF e Brasil) 9,47%, Vincent Candela (AS Roma e França) 1,96%, Ian Harte (Leeds United AFC e República da Irlanda) 1,16%

Defesa-central I: Sami Hyypiä (Liverpool FC e Finlândia)
O esteio do Liverpool FC deu seguimento ao prémio de Desportista do Ano na Finlândia ao ser o defesa-central mais votado. Hyypiä, que foi uma figura emblemática na campanha do Liverpool em 2001, coroada com a conquista de cinco troféus (incluindo a Taça UEFA e a Taça de Inglaterra), recebeu mais de 190.000 votos dos utilizadores do uefa.com.

Defesa-central II: Patrik Andersson (FC Barcelona e Suécia)
Eleito Jogador Sueco do Ano, Andersson marcou o golo que valeu ao Bayern a conquista do título da 1. Bundesliga, e também ganhou a UEFA Champions League com o clube bávaro, antes de rumar ao FC Barcelona, no Verão. Registaram-se mais de 500 mil votos na categoria defesa-central e Andersson teve mais de 16 por cento, levando a melhor, por curta margem, sobre a dupla do Valência composta por Roberto Ayala e Mauricio Pellegrino.
Votação: Sami Hyypiä 17,46%, Patrik Andersson 16,46%, Roberto Ayala 15,57%, Mauricio Pellegrino 15,39%, Walter Samuel 10,39%, Alessandro Nesta 10,29%, Rio Ferdinand 6,93%, Samuel Kuffour 2,82%, Pascal Cygan 2,67%, Igor Tudor 2,01%

Médio-direito: David Beckham (Manchester United FC e Inglaterra)
Beckham pode ter sido batido por Luis Figo na eleição para Melhor Jogador do Ano FIFA, mas o capitão de Inglaterra - autor do golo tardio que garantiu a presença do seu país no Mundial - levou a melhor sobre a estrela portuguesa na categoria de médio-direito, com quase 30 por cento dos votos.
Votação: David Beckham 29,25%, Hasan Salihamidzic (FC Bayern München e Bósnia e Herzegovina) 17.,89%, Michael Ballack (Bayer 04 Leverkusen e Alemanha) 13,75%, Gianluca Zambrotta (Juventus FC e Itália) 13,52%, Luis Figo (Real Madrid CF e Portugal) 13,15%

Médio-centro: Patrick Vieira (Arsenal FC e França)
O Arsenal FC pode ter terminado o ano sem troféus, mas a regularidade de Vieira no meio-campo significa que os "gunners", na Premiership e na UEFA Champions League, e a França, no Mundial, podem ter um ano de 2002 para recordar. O jogador todo-o-terreno averbou mais de 40 por cento dos votos.
Votação: Patrick Vieira 41,13%, Steven Gerrard (Liverpool FC e Inglaterra) 27,77%, Stefan Effenberg (FC Bayern München e Alemanha) 15,56%, Eric Carrière (Olympique Lyonnais e França) 12,75%, Damiano Tommasi (AS Roma) 2,78%

Médio-ofensivo: Zinedine Zidane (Real Madrid CF e França)
O ano de 2001 pode ter provado que foi um interregno entre sucesso a nível internacional, mas, ainda assim, o jogador mais caro do Mundo teve um ano brilhante. O seu momento de forma na Juventus FC ajudou-o a ganhar o prémio de Jogador do Ano na Serie A, antes da sua transferência-recorde para o Real Madrid CF. Depois de um início abaixo das suas expectativas, a sua boa forma colocou o gigante de Madrid a caminho do triunfo na Primera División e na UEFA Champions League.
Votação: Zinedine Zidane 49,16%, Alessandro del Piero (Juventus FC e Itália) 43,25%, Rivaldo (FC Barcelona e Brasil) 4,16%, Roberto Baggio (Brescia Calcio) 1,96%, Francesco Totti (AS Roma e Itália) 1,45%

Médio-esquerdo: Kily González (Valencia CF)
O Valência pode ter voltado a falhar na final da UEFA Champions League, mas o irrequieto extremo argentino foi fundamental para lá chegarem. Beneficiando da presença de vários jogadores do Valência na votação global, González recebeu mais de 52 por cento dos votos.
Votação: Kily González 52,40%, Juan Valerón (RC Deportivo La Coruña e Espanha) 42,69%, Mehmet Scholl (FC Bayern München e Alemanha) 2,78%, Ryan Giggs (Manchester United FC e País de Gales) 1,55%, Harry Kewell (Leeds United AFC e Austrália) 0,58%

Ataque I: Thierry Henry (Arsenal FC)
Ao manter o seu carrasco na final da Taça de Inglaterra, Michael Owen, fora da equipa, Henry forma uma dupla gaulesa com o seu antigo colega de equipa no AS Monaco, David Trezeguet - um duplo acto que pode impulsionar a França à conquista do seu segundo Mundial consecutivo, este Verão. Até ao final de Dezembro, Henry tinha marcado em todas as vitórias do Arsenal esta época, para além de seis golos na presente edição da UEFA Champions League.

Ataque II: David Trezeguet (Juventus FC)
Marcar o golo vitorioso do EURO 2000 seria sempre algo difícil de superar, mas o avançado francês desfrutou de um ano de 2001 notável, particularmente nos últimos seis meses, a nível de clube. Lidera a lista de melhores marcadores da UEFA Champions League, chegada a pausa de Inverno, com oito golos. Terminou pouco atrás de Henry, com mais de 19 por cento dos votos.
Votação: Thierry Henry 19,76%, David Trezeguet 19,63%, Diego Tristán (RC Deportivo La Coruña e Espanha) 18,84%, Henrik Larsson (Celtic FC e Suécia) 6,16%, Mário Jardel (Sporting Clube de Portugal) 5,23%, Andriy Shevchenko (Milan AC e Ucrânia) 4,88%, Michael Owen (Liverpool FC e Inglaterra) 4,80%, Raúl González (Real Madrid CF e Espanha) 4,44%, Gabriel Batistuta (AS Roma e Argentina) 4,31%, Emmanuel Olisadebe (Panathinaikos FC e Polónia) 4,20%, Vladimir Beschastnykh (FC Spartak Moscow e Rússia) 3,99%, Giovane Elber (FC Bayern Munchen e Brasil) 3,76%

Treinador: Gérard Houllier
Poucas pessoas tiveram um ano com tamanhos altos e baixos. Após liderar o Liverpool FC à conquista da Taça UEFA, Taça de Inglaterra, Taça da Liga, SuperTaça Europeia e SuperTaça de Inglaterra, bem como o regresso à principal competição europeia de clubes, o francês teve que abrandar, devido a uma operação de emergência ao coração, em Outubro. O exímio táctico, que deve regressar ao banco de Anfield em Fevereiro, recebeu perto de 50 por cento dos votos.

Votação: Gérard Houllier 45,10%, José Maria Esnal "Mané" (Deportivo Alavés) 19,29%, Héctor Cúper (Internazionale FC) 12,76%, Ottmar Hitzfeld (FC Bayern München) 11,29%, Luigi del Neri (AC Chievo Verona) 11,55%.

Equipa de 2001 dos utilizadores do uefa.com:
Santiago Cañizares (Valencia CF), Cosmin Contra (Deportivo Alavés), Sami Hyypiä (Liverpool FC), Patrik Andersson (FC Barcelona), Bixente Lizarazu (FC Bayern München), David Beckham (Manchester United FC), Patrick Vieira (Arsenal FC), Zinedine Zidane (Real Madrid CF), Kily González (Valencia CF), Thierry Henry (Arsenal FC), David Trezeguet (Juventus FC).
Treinador: Gérard Houllier (Liverpool FC).

Última actualização: 09-01-13 14.03CET

http://pt.uefa.comhttp://pt.toty.uefa.com/history=2001.html#equipa+ano+2001