O "site" oficial do futebol europeu

Análise detalhada: Equipa do Ano 2016 do UEFA.com

A equipa de estrelas inclui quatro estreantes, avançados que não necessitam de apresentações e um guarda-redes que continua a quebrar recordes: olhamos para o vosso "onze" de 2016.
Análise detalhada: Equipa do Ano 2016 do UEFA.com
TOTY winner PT NEW ©UEFA.com

SSI Err

Análise detalhada: Equipa do Ano 2016 do UEFA.com

A equipa de estrelas inclui quatro estreantes, avançados que não necessitam de apresentações e um guarda-redes que continua a quebrar recordes: olhamos para o vosso "onze" de 2016.

Guarda-redes: Gianluigi Buffon (Juventus e Itália)

  • Aos 38 anos, Buffon é o jogador mais velho a ser escolhido para a equipa.
  • Regressa à Equipa do Ano após nove anos de ausência!
  • São 13 os anos que separam a sua primeira selecção desta última, o que significa um novo recorde (Cristiano Ronaldo tem 12 anos a separar a sua primeira selecção desta mais recente).
  • Eleito para o "onze" do ano pela quarta vez, ultrapassa o registo de Manuel Neuer (3). Iker Casillas, com seis eleições, continua a ser o guarda-redes mais vezes escolhido.

Veja cinco golos de Sergio Ramos

Defesa: Sergio Ramos (Real Madrid e Espanha)

  • Na Equipa do Ano pela sexta vez, iguala o recorde de Carles Puyol como o defesa mais vezes eleito.
  • Seleccionado pela quinta vez consecutiva – nenhum outro defesa conseguiu mais do que três presenças seguidas na Equipa do Ano.

Defesa: Gerard Piqué (Barcelona e Espanha)

  • Na Equipa do Ano pela quinta vez, iguala o registo de Phillip Lahm. Entre todos os defesas, apenas Puyol e Sergio Ramos foram eleitos mais vezes.

Dados dos jogadores: Aplicação da Equipa do Ano

Defesa: Jérôme Boateng (Bayern e Alemanha)

  • Escolhido pela primeira vez após três nomeações seguidas.
  • Anteriores defesas do Bayern na equipa: Bixente Lizarazu, Patrik Andersson, David Alaba e Philipp Lahm.

Defesa: Leonardo Bonucci (Juventus e Itália)

  • Escolhido pela primeira vez depois de ter ficado de fora dos "onze" eleitos finais apesar de nomeado em 2010 e 2015.
  • Terceiro defesa da história da Juventus a integrar a equipa, depois de Gianluca Zambrotta e Fabio Cannavaro em 2006 (os dois terminaram esse ano a jogar em Espanha).

Médio: Andrés Iniesta (Barcelona e Espanha)

  • Escolhido pela sexta vez, o que constitui recorde para a sua posição. Ultrapassa Cristiano Ronaldo – que no passado foi por cinco vezes eleito como médio – e o seu antigo colega Xavi Hernández.

Médio: Toni Kroos (Real Madrid e Alemanha)

  • Regressa à Equipa do Ano depois de ter sido escolhido pela primeira vez em 2014, ano em que conquistou o Campeonato do Mundo pela Alemanha e em que trocou o Bayern pelo Real Madrid.
  • Quinta vez consecutiva com pelo menos um jogador alemão presente na Equipa do Ano.

Médio: Luka Modrić (Real Madrid e Croácia)

  • Primeiro jogador croata de sempre a ser escolhido para a Equipa do Ano.
  • Nomeado anteriormente em 2008, 2011 e 2014.

Avançado: Cristiano Ronaldo (Real Madrid e Portugal)

  • Escolhido pela 11ª vez, registo recorde, mais três do que qualquer outro jogador na história.
  • Na Equipa do Ano pelo décimo ano consecutivo – quatro vezes no meio-campo (de 2007 a 2010), seis no ataque.

Avançado: Lionel Messi (Barcelona e Argentina)

  • Nos eleitos pela oitava vez – apenas Ronaldo foi escolhido mais vezes.

Avançado: Antoine Griezmann (Atlético e França)

  • Primeira inclusão no "onze" após ter sido também nomeado em 2015.
  • Terceiro jogador – depois de Zlatan Ibrahimović e Neymar – a figurar no ataque da equipa ao lado de Ronaldo e de Messi.

©UEFA.com

A ''Equipa'' das ''Equipas'' do Ano

RECORDES, REGISTOS E CURIOSIDADES:

  • Cinco jogadores permanecem na Equipa do Ano em relação a 2015: Ramos, Piqué, Iniesta, Ronaldo e Messi.
  • O Real Madrid é o clube mais representado, com quatro jogadores; o recorde de mais jogadores na mesma Equipa do Ano pertence ao Barcelona, com seis em 2009 e 2010.
  • A presença de Luka Modrić significa que são agora 22 os países já representados na Equipa do Ano.
  • As estreias de Boateng, Bonucci, Modrić e Griezmann elevam para 78 o total de jogadores eleitos ao longo dos anos.
  • O Real Madrid conta com representantes na Equipa do Ano pelo 11º ano consecutivo.
  • A Liga espanhola contou sempre com pelo menos um jogador entre os eleitos.
  • Sergio Agüero foi nomeado seis vezes, mas nunca figurou entre os eleitos para o "onze" da Equipa do Ano – registo recorde.

Equipas do Ano anteriores e a sua opinião

Como se compara a equipa deste ano com as 15 equipas seleccionadas nos anos anteriores? Recorde-as nos nossos vídeos a elas dedicados e partilhe connosco a sua opinião utilizando a hashtag #TOTY.

©UEFA.com

A Equipa do Ano 2015 dos Utilizadores do UEFA.com

Equipa do Ano 2015
Equipa do Ano 2014
Equipa do Ano 2013

Equipa do Ano 2012
Equipa do Ano 2011
Equipa do Ano 2010
Equipa do Ano 2009
Equipa do Ano 2008
Equipa do Ano 2007
Equipa do Ano 2006
Equipa do Ano 2005
Equipa do Ano 2004
Equipa do Ano 2003
Equipa do Ano 2002
Equipa do Ano 2001

Donativo ao CICV

Dando seguimento ao seu apoio ao Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV), a UEFA vai – pela oitava vez – oferecer ao CICV um cheque de 100 mil euros pelas mãos de um dos jogadores eleitos para a Equipa do Ano dos Utilizadores do UEFA.com. Fique a saber mais sobre os jogadores afegãos que derrotam as minas terrestres graças ao futebol.

Esta 16ª escolha anual decorreu a partir de uma lista de 40 jogadores previamente seleccionada pela redacção do UEFA.com. A Equipa do Ano dos Utilizadores do UEFA.com não tem a pretensão de rivalizar com quaisquer outros prémios ou distinções existentes e não tem o cunho oficial da UEFA.

Última actualização: 05-01-17 17.26CET

http://pt.uefa.comhttp://pt.toty.uefa.com/history.html#equipa+ano+2016