SSI Err
O "site" oficial do futebol europeu

Equipa do Ano em 2005

Publicado: Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011, 1.00CET
Na nossa série que assinala uma década da Equipa do Ano dos utilizadores do UEFA.com, recuamos a 2005, com o Liverpool, detentor da UEFA Champions League, a ser um dos cinco clubes representados.
Equipa do Ano em 2005
Steven Gerrard levou o Liverpool a uma sensacional recuperação na final da UEFA Champions League ©Getty Images
 
Publicado: Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011, 1.00CET

Equipa do Ano em 2005

Na nossa série que assinala uma década da Equipa do Ano dos utilizadores do UEFA.com, recuamos a 2005, com o Liverpool, detentor da UEFA Champions League, a ser um dos cinco clubes representados.

A Equipa do Ano dos utilizadores do UEFA.com contou com jogadores de apenas cinco clubes: Liverpool FC, vencedor da UEFA Champions League, o vice-campeão AC Milan e as equipas que conquistaram os títulos em Itália, Espanha e Inglaterra.

Dois dos cinco estreantes faziam parte da equipa do Liverpool que conseguiu anular a vantagem de 3-0 do Milan na final da UEFA Champions League, em Maio, para conquistar o troféu no desempate por grandes penalidades, em Istambul. O capitão Steven Gerrard levou a melhor sobre o seu colega de selecção Frank Lampard na luta pelo lugar de médio-centro, enquanto Luis García conquistou a vaga de médio-direito depois de marcar cinco golos a partir dos oitavos-de-final da mais prestigiada competição do futebol europeu.

O Milan perdeu a final, mas colocou três jogadores na equipa do ano, os experientes defesas-laterais Cafu e Paolo Maldini e o avançado Andriy Shevchenko. O Barcelona, campeão espanhol, também forneceu três jogadores: Ronaldinho, Jogador do Ano para a FIFA e vencedor da Bola de Ouro, recebeu 72 por cento dos votos na categoria de médio-ofensivo, tendo a companhia dos colegas Carles Puyol, regressando à equipa como defesa-central, depois de ter sido escolhido para defesa-direito em 2002, e também do avançado Samuel Eto'o.

Ronaldinho, Cafu e Shevchenko mantiveram o lugar na equipa, tal como o médio da Juventus, Pavel Nedvěd, e José Mourinho, que foi escolhido como treinador pelo terceiro ano consecutivo. O Chelsea FC de Mourinho superou a frustração de ter sido eliminado pelo Liverpool nas meias-finais da UEFA Champions League ao conquistar o primeiro título de campeão inglês em 50 anos. A proeza foi reconhecida com 1,5 milhões de votos dos utilizadores do UEFA.com, com John Terry a ser o jogador mais votado como defesa-central e Petr Čech a ser escolhido para a baliza.

No entanto houve jogadores extraordinários que não conseguiram um lugar na equipa de 2005: Thierry Henry ficou pela primeira vez de fora dos eleitos desde a criação da iniciativa, em 2001, com o avançado do Arsenal FC a falhar um lugar no ataque por mil votos, menos de 0,4 por cento da votação aos atacantes. No entanto, foi bem substituído por Eto'o, que marcou 33 golos pelo Barcelona em 2005.

Equipa do Ano de 2005 dos utilizadores do UEFA.com
GR: Petr Čech (Chelsea FC e República Checa)
LD: Cafu (AC Milan e Brasil)
DC: John Terry (Chelsea FC e Inglaterra)
DC: Carles Puyol (FC Barcelona e Espanha)
LE: Paolo Maldini (AC Milan)
MD: Luis García (Liverpool FC e Espanha)
MC: Steven Gerrard (Liverpool FC e Inglaterra)
MO: Ronaldinho (FC Barcelona e Brasil)
ME: Pavel Nedvěd (Juventus e República Checa)
AV: Samuel Eto'o (FC Barcelona e Camarões)
AV: Andriy Shevchenko (AC Milan e Ucrânia)

Treinador: José Mourinho (Chelsea FC)

A Equipa do Ano 2010 para os utilizadores do UEFA.com será revelada a 19 de Janeiro.

Última actualização: 12-01-12 19.03CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis dos treinadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/community/news/newsid=1585823.html#equipa+ano+2005

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.